isabelafreitas.com.br

Eu só acho engraçado que…

Sugestão de música:

Eu só acho engraçado que você ainda use o terço que eu te dei naquela nossa viagem pra Tiradentes pendurado no espelho do seu carro. Acho engraçado quando você posta a nossa música (sim, você sabe que é nossa) numa sexta feira à noite como se não fosse nada demais. Acho engraçado o modo como você sorri quando está com seus “amigos”, um sorriso meio torto, falso, eu diria que você nem gostaria de estar ali. Acho engraçado a forma como você diz “eu te amo” sem emoção nenhuma para todas as mulheres que passam na sua vida. Como se você tivesse obrigação de amá-las, mesmo não amando. Acho engraçado quando encontro algum amigo nosso em comum e eles não sabem muito bem como reagir perto de mim. É como se eu fosse a kriptonita e você, o Superhomem. Um não pode existir perto do outro por muito tempo senão pode ser catastrófico.

Eu acho engraçado que às vezes eu acordo sem nem lembrar que você existe, e aí o nome do taxista que vai me levar pro meu compromisso tem o seu nome. A música que toca na rádio me lembra você. O cheiro do cara do elevador é o mesmo cheiro que você usava. O médico que me atende fala uma frase que você sempre falava. E aí eu praguejo o Universo. Fico com raiva. Bato o pé. Insisto que existe coincidência, sim! Balanço a cabeça, tento jogar os pensamentos que te trazem pra tão perto, pra longe de mim. Mas eu só acho engraçado que essas coisas não parecem te afetar o tanto que me afetam, sabe?

Eu realmente acho engraçado que quando você estava comigo absolutamente tudo era difícil, e diversas vezes eu me pegava pensando “Será que o amor é mesmo tudo? Porque parece tão difícil que ele vá se mover por alguma coisa… Se não se move por amor, vai se mover pelo que?”. Mas eu estava errada. O amor não move as pessoas. Talvez a dor mova. E aí quando terminamos você se mexeu, correu atrás, fez acontecer. Não comigo, com outras pessoas. Na plateia das suas vitórias eu não estive na primeira fileira… Eu sequer participei delas. Mas eu torci por você, ah, torci sim. Sempre te achei extremamente capaz, só acho engraçado que talvez você nunca tenha enxergado isso também…

Eu acho engraçado como você sempre me encara com olhos expressivos, e depois desvia o olhar quando a gente sem querer se encontra por ai. Como se a eletricidade nos olhares fosse insuportável de ser mantida por muito tempo. Uma vez tive que me esconder rapidamente no meio de num monte de cabides da C&A pra que você não me visse com um garoto que eu tinha ido no cinema. Depois acabou que meu encontro se tornou um verdadeiro fiasco, porque eu só pensava o quanto eu te odiava por estar sempre comigo mesmo sem estar. E por eu me sentir tão sua mesmo que nós não tenhamos mais nada… Será que essas maluquices também passam pela sua cabeça?

Eu acho engraçado que você tenha pedido pra sua mãe me devolver os presentes que eu te dei enquanto estávamos juntos. Fiquei chateada, não vou mentir. Mas entendi que você não queria ter nenhuma parte de mim viva por perto de você. Cada um vive o luto do fim de um relacionamento de uma forma. Ninguém precisa saber que eu me enfiei dentro de um quarto com tudo que me lembrava você e fiquei lá por meses, embriagada pela sua falsa presença. Acho que no fundo idealizei que você também fosse sentir minha falta. Tudo bem.

Eu acho engraçado que mesmo eu tentando seguir em frente todos os dias, meus caminhos – literalmente – acabem voltando pra você. Como naquele dia que eu me perdi com o Uber e fui parar no condomínio que seu padrasto mora (e eu nem sabia disso). Você me encontrou na portaria no meio de uma confusão onde eu insistia com o porteiro que aquele condomínio era sim o “Estrelas do Lago”, e ele respondia desesperado “Moça, aqui é o Man-sõ-es do Lago… Você está confusa. Não tem estrela”. Eu estava de biquini, vestidinho bem fresquinho, chinelo, e já tinha até passado protetor. Tava indo pegar sol na casa de uma amiga de um amigo. Ali não pegava meu celular. O Uber já tinha ido embora. O desespero era real. Eu pre-ci-sa-va que o condomínio fosse o Estrelas do Lago. Quando te vi com o canto dos olhos pensei em desmaiar. Não poderia ficar pior, sabe? Mas fui firme. Você me pegou pela mão, e só de sentir seu cheiro eu esqueci todo o desconforto da cena. Eu acho engraçado que você tenha esse poder sobre mim sem nem se esforçar, sabe? Nesse dia você me colocou dentro do carro e foi como se nunca estivéssemos ficado um dia separados. Nesse dia eu também achei engraçado o fato de como seu sorriso é tão mais feliz comigo… Mas não disse em voz alta. Não seria adequado, já que ambos estávamos com outras pessoas. Te agradeci a carona até o verdadeiro condomínio, e quando tentei despedir, você puxou um outro assunto, me fazendo ficar mais uns 5 minutinhos ali. Mal sabia você que por mim, eu ficaria a vida toda…

Tá, tudo bem, passei do limite. Não vou falar mais nada…

Eu só acho engraçado que você seja tão meu, mesmo sem ser. E que mesmo jurando por todos os santos que não, eu ainda amo você…



26 Comments

  • Postado julho 7, 2021
    by Wende

    Que texto lindooo Isa!!! Adorei a volta do blog ❤️❤️❤️

  • Postado julho 8, 2021
    by V.

    Eu só acho engraçado que a escritora resolve nos dar um soco no estômago sem nem avisar.

    Bom que esse cantinho está ativo de novo! *-*

    • Postado julho 9, 2021
      by isabelaafreitas

      voltando devagar, mas voltando! venham sempre ver posts novos pq vou tentar atualizar semanalmente.

  • Postado julho 9, 2021
    by Jéssica

    Quê texto mais perfeito♥️

  • Postado julho 9, 2021
    by Lucimar Eveline

    Como sempre nos fazendo chorar Isa! Lindo, como tudo que você escreve…. Creio que até uma lista de mercado se você escrever poderá ser publicada.

  • Postado julho 9, 2021
    by Laryssa

    Só acho engraçado que a sua escrita me levou a momentos que eu pensei já ter apagado da memória.
    Que bom que voltou Isa 🎉👏🏼

  • Postado julho 9, 2021
    by Gabrielle

    Nossa Isa, que texto! ♥️
    Mexeu muito comigo

  • Postado julho 9, 2021
    by Ingrid Lorrany

    Eu acho engraçado como a minha escritora favorita me bate de uma forma tão carinhosa. 😹💜 Isa você me desmontou inteirinha.

  • Postado julho 9, 2021
    by Cidinha

    Meu Deus isa❤😍nao tem um texto seu que eu nao ame

  • Postado julho 9, 2021
    by joycemartins590

    Simplesmente perfeito (:

  • Postado julho 9, 2021
    by Laura

    Aii que texto lindo Isa ❤❤

  • Postado julho 9, 2021
    by Sara

    Que perfeição de texto!! 😍😍😍

  • Postado julho 9, 2021
    by Ana

    Eu amo seus textos ❤️❤️❤️Tô emocionada aqui

  • Postado julho 9, 2021
    by Andreyna

    Que texto é esse, menina?!! To apaixonada 😍😍😍

  • Postado julho 10, 2021
    by Jessica teise

    Simplesmente perfeito, aquele texto de te desestabiliza e vc tenta nao chorar.
    Obrigada Isa,vc e perfeita, que venham mais texto e ansiosa pelo livro novo kkk

  • Postado julho 10, 2021
    by Ruth Viana

    Meu Deus eu nem sei descrever o quanto eu amei esse texto, mulher você é incrível, já estava morrendo de saudades do blog.

    Continue sempre assim Isa, sucesso ❣️fom

  • Postado julho 10, 2021
    by lailasantana519

    Que texto maravilhoso Isa ❤️❤️

  • Postado julho 10, 2021
    by Lay

    Que texto lindo 🤩

  • Postado julho 10, 2021
    by Bruna

    Eu vivia por aqui! Tantos anos, tantas coisas aconteceram, eu mudei tanto… mas seus textos ainda me enxem de uma sensação boa.

  • Postado julho 11, 2021
    by Kawanny

    Estou amandooooo ❤️

Deixe um comentário

Isabela Freitas, 29 anos, é autora dos best-sellers Não se apega, não, publicado em 2014, Não se iluda, não, de 2015 e Não se enrola, não, de 2016, que juntos venderam 1,5 milhão de exemplares. Sucesso nas redes sociais, a escritora mineira morou em São Paulo, no Rio de Janeiro e em 2019 retornou a Juiz de Fora, onde se dedica à maternidade e à literatura.

Compre meus livros

Isabela Freitas – Proibida a reprodução total ou parcial sem os devidos créditos.
Tema base por Marcell Child & Theme REX.
FEITO COM ❤ POR