textinhos

Esse não é um texto sobre como eu te esqueci

original (1)

Eu ia escrever um texto sobre como te esqueci, e sobre como agora sou uma mulher poderosa, empoderada, superada… Mas, quem eu quero enganar? Eu não te esqueci, cara.

As pessoas gostam de se mostrar fortes o tempo todo, geração do desapego, corações de pedra… Não sentem nada. Mas e se eu te dizer que eu sinto? E que eu sinto muito que nós não tenhamos dado certo? Eu errei, de verdade. Sei que não disse isso olhando no fundo dos seus olhos, mas a verdade é que nós dois sabemos que eu sou uma filha da puta orgulhosa. Nós dois também sabemos que você teria facilmente me desculpado se eu tivesse ao menos dito que sentia muito. Mas eu não disse, não vou dizer, e provavelmente você nunca vai saber.

Mulher poderosa aqui passa longe. Faz dias que não saio do meu quarto. O chão está cheio de caixas de comida espalhadas, meu cabelo está pra cima, e minhas olheiras parecem que finalmente já pertencem a mim. Procurei aquela sua camisa branca que você gostava de dormir por todos os cantos, e quando finalmente achei, desejei nunca ter achado. Ela ainda tinha o seu cheirinho. Não preciso nem dizer que dormi abraçada com ela, né?

Eu queria dizer que te esqueci, juro que queria. Mas quando as pessoas me perguntam sobre você eu apenas desconverso. Pergunto sobre o tempo. Falo sobre a novela. Gaguejo três vezes antes de conseguir falar qualquer coisa. Entende? Você ainda tá aqui. Dentro de mim, nos meus pensamentos. Então quando alguém fala de você, é como se estivesse lendo meus pensamentos. Vendo o quanto de você ainda restou por aqui. Me sinto vulnerável.

Cruzei contigo outro dia na balada, e você deve ter pensado que eu te superei. Mal sabe você que passei o dia inteiro reclamando que não queria sair, mas que minhas amigas no final me convenceram. Elas fizeram minha maquiagem, escolheram uma roupa bem sexy, e disseram que eu deveria ficar com alguém na sua frente. E eu ia ficar, estava prestes a beijar aquele cara que você odeia, o Marcos, quando me dei conta de que isso não teria sentido nenhum. Então eu me sentei no banquinho do lado de fora da boate, e fiquei sozinha com meus pensamentos por um bom tempo. Você passou. Olhou. Olhou de novo. Ficou preocupado, sei que ficou. Mas não veio falar comigo.

Você também é orgulhoso, né?

Mas o pior mesmo foi naquela festa da sua prima. Você sabia que nós éramos amigas, sabia que eu estaria lá, e mesmo assim, resolveu levar sua nova namorada a tiracolo. De início não me importei tanto, tentei não olhar para vocês dois, e não causar nenhum mal estar. Mas você não tirava os olhos de mim, me olhava como… Como posso dizer… Você me como se tivesse se divertindo. Isso mesmo! Você estava rindo da minha cara, como sempre fazia quando estávamos juntos. Como se dissesse “Ei, não vai vir falar comigo, não? Eu estou aqui”. Eu não fui. E você veio. Quando estava se despedindo de todos da festa, me deu um beijo no rosto, e por alguns segundos achei que nós fossemos nós novamente. Que besteira. Você estava apenas sendo educado. E me provocando, claro.

Todos os dias sinto que perco um pedaço de você. Começo a esquecer suas manias, o que você dizia, e até o seu cheiro já não parece mais tão vivo quanto antes. Subo as escadas do meu prédio, e você fica nos degraus. Viajo para algum lugar novo, e te esqueço em casa. Sinto a dor que é te deixar ir. É como dizem, o tempo cura tudo.

Esse não é um texto sobre como eu te esqueci. Esse é um texto para gritar ao mundo que eu não te esqueci. E talvez nunca vá esquecer. Só que em algum momento isso vai deixar de doer… Porque a vida segue. Eu segui. Você seguiu. E assim… Foi.

E se foi amor, algum dia vai voltar a ser.

COMPRE MEU LIVO NOVO AQUI

5 comments

  1. Tu é maravilhosa mulher.
    Um dia ainda vou ter meus livros autografados por você.
    Minha escritora preferida ♥️♥️♥️

    Like

  2. Eu nunca passei por isso, mas seus textos trazem uma sensação de “saudades do que ainda não vivi” kkkkk. Beijos, Isa ❤

    Like

  3. Isa eu amo seus textos e mais ainda seus conselhos, será que poderia fazer um tempo para me aconselhar. Eu sei que é clichê e estúpido mas é a real e não consigo evitar por mais que eu tente. Eu sou apaixonada por um ídolo meu. E nunca tive a chance de estar perto dele mas eu luto pra ter um dia. Não acho que seja somente platônico acho que ja passou além disso. Temos muito em comum muito mesmo que me assusta. E muitas ligações e coincidências surreais..as vezes parece coisa do destino. Que um dia vai acontecer…algo como se isso ainda vai acontecer. Até todas as minhas amigas sentem a nossa conexão como se isso vai rolar sabe, é surreal..e inexplicável. Mas me sinto confusa, sobre isso se devo investir e lutar para chegar até ele, eu sei que você acredita em coisas espirituais e eu também acredito e eu sinto que isso é algo do destino mesmo. Mas talvez eu esteja sonhando demais não é?, por favor suas palavras sempre me ajudam de alguma forma. Brigada te amo

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: