SE A TEMPESTADE NÃO PASSAR E O ARCO-ÍRIS NÃO CHEGAR, DANCE NA CHUVA

Sempre ouvi dizer por aí:

- Primeiro a chuva, depois o arco-íris!

No início, quando os primeiros pingos caem, saímos no tempo e brincamos em poças de água, tomando o tão belo banho de chuva dos filmes.
Mas já no dia seguinte, quando a chuva não cessa, pegamos nossos guarda-chuvas, galochas e casacos e enfrentamos, com toda coragem do mundo, a chuva que se torna cada vez mais forte.
Os dias passam e parece que o sol não nos conhece mais.
Não dá o ar de sua graça.
Nos força a enfrentar a tempestade, estando preparados ou não.

Então descobrimos que nosso equipamento inicial se torna frágil para suportar tantos dias de tempo fechado e chuva,
Que além das águas que caem do céu, o mar se agita e começa a invadir nossas vidas, não havendo mais calmaria.
Não havendo mais nada de lindo e poético em tomar banho de chuva, simplesmente porque ela pode nos arrastar, junto com o mar, para cada vez mais longe.

- Onde está o arco-íris?
Nos questionamos, incessantemente, após meses de dias escuros e alagamentos em nossas vidas, nos impedindo de viver tantas coisas, pois paramos nossas vidas, esperando que a tempestade vá embora para que possamos voltar a viver e a sonhar novos sonhos.

Mas sabe de uma coisa?
Podemos passar meses e anos com dias chuvosos e desacreditar do arco-íris, vendo-o só como uma utopia distante.
Então precisamos aprender a viver sem esperar que algo aconteça.
Na verdade, precisamos voltar a dançar na chuva, bem como fazemos nos primeiros pingos,
Enfrentando os riscos de sermos levados,
Lavados,
Arrastados para algo melhor.

Talvez o arco-íris não apareça porque ele não precisa aparecer.

Nós é que precisamos aprender a ver a graça que é dançar na chuva.

Escrito por Grazielle Vieira

Mineira, 23 anos, extremamente pisciana, advogada por graduação, blogueira e escritora no Vigor Frágil, colunista nos blogs Isabela FreitasEscritos Meus e Me Apaixonei.
Quer conversar comigo?
É só me adicionar lá no meu perfil, Grazielle Vieira, curtir a fanpage, Vigor Frágil, ou enviar um email para vigorfragil@gmail.com.
De todas as formas, você é muito bem-vindo <3