CATEGORIA: Banheiro Masculino

Banheiro Masculino: Sexo e primeira vez

E aí, bora falar de sexo?

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 27 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

bm1

1- Como foi sua primeira vez?

ygorYgor Freitas Foi bem normal. Como nem eu nem ela sabíamos exatamente o que estávamos fazendo, a maioria das frases eram coisas do tipo "calma, é assim?", "ué, isso vai aonde?"e "peraí, peraí acho que ouvi alguma coisa". Não foi tão marcante quanto imagino que tenha sido a do Igor Coelho, em um cavalo branco próximo a uma cachoeira de um reino com um grande castelo. Porque o Igor é um fofo, né gente.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Foi com uma vaquinha lá da fazenda do meu pai (Bjus mimosa!) MENTIRA. Minha primeira vez foi linda, com minha primeira namorada, também era a primeira vez dela. Foi tudo como eu sempre quis que fosse, apesar da falta de experiência foi uma das coisas que não me arrependo de ter esperado tanto para acontecer.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Se eu disser que eu não lembro vou ser muito escroto? Então tá, não lembro! Brincadeira! hehehe Então, diferente das mulheres, acho que os homens cresceram sem essa cisma da primeira vez. A minha não foi num cabaré, foi com uma menina mesmo, mas ela não sabia que era minha primeira vez. Pra minha sorte (ou azar) ela era muito tímida, e depois que eu vivi mais coisas eu percebi que tudo que ela fez não fazia sentido nenhum (tipo ela não deixava eu ver a pepeka dela (estou falando pepeka porque esse site é para menores), dai então vocês tiram como que foi né?). hahahah Enfim... não foi bom, não gostei, fiquei pensando se sempre seria assim. Ainda bem que descobri que não!

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Foi bem legal. Foi com uma menina que eu gostava muito. A gente já tinha saído algumas vezes. Eu até estava preparado (ou seja, tinha preservativo), mas não esperava que rolasse naquele dia. Não tentei fazer o papel do ator pornô comedor de pessoas. Como ela sabia da minha "inexperiência", eu não fiquei muito nervoso. Ela não era virgem, mas também não tinha transado muitas vezes. Eu já tinha assistido muitos filmes pornô tinha assistido muitos tutoriais na Internet, então sabia bem o que devia e o que não devia ser feito. Foi tudo bem tranquilo, muito gostoso, sem crises.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Foi lindo, luz de velas, pétalas de rosas, champanhe e… não, nada disso. Foi com uma amiga, que é amiga até hoje, na casa de praia de um amigo. E fui ridículo, mas ela manjava dos paranauês e a coisa foi boa. Mas não teve sentimento, que era o que eu queria na época, então também considero a segunda minha primeira vez, pois “escolhi esperar” por ela, e bem, essa foi em cima de uma mesa de totó...

bm6

2- Acha que ser o primeiro de uma garota é legal? Você já foi? Conta aí.

ygorYgor Freitas Não. Se eu tivesse paciência pra ficar ensinando as coisas eu seria professor de autoescola. Mas emocionalmente é bacana, acho que de uma forma ou de outra, acaba sendo "inesquecível". Eu já fui, como disse, não gosto, mas tento ser o mais legal possível. No dia seguinte eu mando SMS dizendo "Bem vinda ao mágico mundo da AIDS" só pra deixar a menina desesperada alguns minutinhos.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Eu acho muito legal, a pessoa pode não se lembrar da ultima pessoa que ela transou, mas com certeza lembra da primeira. Na hora de tirar a virgindade de uma menina você tem que pensar que é o primeiro passo da pessoa no sexo (a dois, é claro), então o cara tem que ser atencioso, paciente, carinhoso, altruísta e é claro, não ser um filho da puta e desaparecer depois. Já fui o primeiro de 3 meninas, todas as vezes rolou aquele nervosismo, ansiedade. O sexo nunca é espetacular, mas depois a ansiedade e o nervosismo diminuem e o sexo só melhora. Ps: Com todas aconteceu depois um tempo de namoro.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Acho que já respondi isso aqui uma vez e disse que particularmente eu não gosto. Não por ficar marcado em ser o primeiro, mas porque eu acho que não tenho paciência para os mimimis todos (nem todas devem ter, mas pra evitar). Nunca tive essa vontade, mas óbvio também que não negaria se fosse uma namorada ou algo assim e a garota me pedisse. Mas se eu puder escolher, eu prefiro não ser.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Acho que sim. Eu nunca fui o primeiro, mas como eu sou bem paciente e sem neuroses com o assunto sexo, acho que seria um ótimo primeiro cara pra uma garota. A gente têm que se adaptar às situações. Num caso como esse, eu tentaria alimentar um fetiche pra menina. Diria que eu quero ensinar as "coisas" a ela, conversaria sobre o que ela quer ou não quer fazer, o que ela gosta ou não gosta. Acho que assim ela ficaria mais relaxada, excitada e aumentaria a chance dela ter uma boa primeira vez comigo.

1940110_209734172561521_1889869252_a

Fabrício Menna É. Muito. É ótimo estar marcado na vida de uma pessoa por algo tão importante. Já fui o primeiro uma vez. Já deixei de ser o primeiro outras duas, pois eu não me considerava o cara certo naquele momento, e elas me agradeceram depois.

bm2

3- Você costuma fazer sexo no primeiro encontro? Acha legal quando rola isso?

ygorYgor Freitas Bebela, eu não costumo nem fazer sexo, que dirá no primeiro encontro. Deve ser legal pra caralho, mas comigo nunca aconteceu, sou um cara mais românt...MENTIRA EU SOU UM FRACASSO ='(

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Geralmente não, não que eu não queira, só não é uma coisa rotineira na minha vida. Não costumo chamar a menina pra ir pra minha casa na primeira vez que saímos, gosto de primeiro conhecer um pouco a menina, mas também não sou um puritano do século passado. Se a menina quiser, eu topo e não julgo. Cada um faz o que quer da vida.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Isso é um negócio meio que "imposto" pela sociedade pras mulheres né? Se elas fazem no primeiro encontro, são vadias e bla bla bla... Puta discursinho furado, machista, hipócrita... As mulheres tem as mesmas vontades que os homens (e até mais, as vezes) então, desde que não seja com todo mundo, se ela julgou que o cara seja legal e está afim, vai e faz, seja feliz! Ah, mas era pra falar sobre mim.... Então, sim! Se eu consegui ser legal o suficiente pra uma menina me curtir numa noite e querer estar comigo intimamente assim, acho bacana. Se aconteceu, é porque foi/vai ser bacana pros dois. Dai também tem o lado cafageste da coisa, que você já vai saber logo de cara se o sexo vai ser bom e pode evitar se decepcionar depois, e cair fora antes (serve pra mulher esse pensamento também)!

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Não é comum acontecer. Mas já aconteceu. Sinceramente, não tenho muito tabu com isso. Não vou cair no erro de julgar a menina por uma atitude só. No primeiro encontro eu gosto de deixar a mulher ditar o ritmo. Gosto que ela me mostre, durante a conversa, o beijo e a pegação, até onde nós vamos naquele dia. Essa menina não vai me passar nenhuma má impressão se transar comigo no primeiro encontro. Se estiver disposta a transar, vamos em frente e vai ser bom pra caramba. Se ela preferir esperar, pra sentir se deve confiar em mim, tudo bem, vamos com calma. Não tenho pressa pra transar. Isso tem que acontecer com naturalidade e eu prefiro esperar, mas ter a garantia de que o sexo vai ser bom.

1940110_209734172561521_1889869252_a

Fabrício Menna Se eu fosse mulher, seria considerado piranha pela sociedade. Não tô nem aí se é a primeira, terceira, ou vigésima quinta vez que to encontrando a pessoa. Eu acho até incrível quando a menina é desprendida desses preconceitos bobos, regras estúpidas que nego inventa (oi, “regra de três”), e tem a moral de simplesmente ir lá e fazer o que está com vontade (bjs, Mands).

bm3

4- Acha que sexo é pra ser feito com sentimento, ou quando der vontade?

ygorYgor Freitas Os dois. Inclusive acho a parte do sentimento, em muitos casos, uma perda de tempo. Ficar nessa de "to morrendo de vontade mas não vai rolar porque não tem a paixão" é burrice. Uma hora ou outra você vai fazer muito sexo COM sentimento com uma pessoa e depois vai ver que no final das contas pode ter sido só uma grande perda de tempo.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Os dois, Às vezes da vontade de fazer sexo e você simplesmente vai e faz. Mas você transar com uma pessoa que você goste é bem melhor. Você se envolve, se entrega e acaba que com a pratica continuada chega bem próximo da perfeição.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Das duas formas ué. Onde tá escrito a regra do sexo? Sexo é quando der vontade, é sujo, é com amor... É sexo! Sexo com amor é bom? é! Sexo casual é bom? é! Sexo é bom? é! Então... Se todas as perguntas tem respostas iguais, sexo é uma mistura das duas coisas. Não estou aqui vulgarizando o ato, mas você não precisa se privar de uma coisa que é boa. Desde que não vá lhe trazer algum mal ou algo do tipo. Enjoy!

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Os dois. Sexo com sentimento é muito bom, sexo quando dá vontade é ótimo também. Às vezes, é necessário desenvolver algum nível de confiança pra que o sexo aconteça e para que seja bom. É legal porque eu posso conhecer o corpo, as preferências da menina e vou saber exatamente o que fazer para deixar ela maluca. Mas, mesmo que eu possua um relacionamento sério e conheça minha namorada em detalhes, às vezes nós vamos transar só pra matar a vontade. Só transar, sem nenhum compromisso. Acho bom que isso faça parte do relacionamento. Se o casal não se conhece muito bem, é fundamental que converse e se previna. Pra que haja uma sintonia e pra que ninguém se decepcione depois. Tem gente que não acredita, mas sexo tem que ser feito com responsabilidade, especialmente dessa forma mais impulsiva. Não estou falando apenas de camisinha, mas sobre ser responsável com o que a outra pessoa sente por você.

1940110_209734172561521_1889869252_a

Fabrício Menna Sexo é pra ser feito. Muito. Em todas as formas, locais e posições possíveis. Basta querer. Fazer sexo e "fazer amor" são coisas diferentes. O importante é que ambos estejam fazendo a mesma coisa e ninguém esteja se iludindo. E que gozem, claro, muito (bjs Mands).

bm4

5- Já ficou com alguém que o relacionamento não era bom, mas o sexo era ótimo? Como foi isso?

ygorYgor Freitas Não, mas já aconteceu ao contrário. O sexo ser meio blé mas o relacionamento muito bom. Era aquilo, né...tinha que resolver nesses sites de internet com cores pretas, vermelhas e confirmação de idade antes de acessar.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Não. Geralmente quando o relacionamento fica ruim o sexo também fica. Acaba que tem copa, mas não tem sexo!

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Eles perdoam?

Homem é coração de pedra, ou eles dão segundas chances? Vamo saber?

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 27 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

bm1

1- Você já teve um relacionamento io io? Como foi?

ygorYgor Freitas Já sim, por alguns anos. Por um lado é legal porque todo reinício é uma alegria. Mas depois de um tempo, algum irresponsável decide abrir os portões do inferno e todos aqueles males do passado acabam voltando. Daí você é obrigado a conviver com mais um fim. E pior: se perguntando se foi a última vez ou se terá mais um recomeço.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Sim, relacionamento ioiô cream, eu colocava meu biju no chocolate dela. Mas de verdade, nunca tive não. Sou muito objetivo na minha vida, não gosto dessas coisas.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Acho que não. Na verdade tive poucos relacionamentos sérios, que duraram um tempo pra se pensar em algo que vá e volte. As vezes você fica com uma pessoa, para, depois fica denovo. Mas dai não dá pra se pensar em io io porque não era algo sério e fixo. Então, mais uma vez sou um pobre coitado que não tem muita história pra contar sobre isso.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Nunca tive. Nem namoros, nem ficantes sérias. É claro que já tive idas e vindas, mas isso nunca virou rotina. Ou seja, nunca chegou a ser ioiô.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Já tive um relacionamento sério com aqueles ioiôs da coca-cola. Queria ter todos e tava sempre com um por aí e... Opa, péra… Então, o mais perto disso foi meu penúltimo relacionamento. Antes disso, quando acabava era de vez, mas ela me ensinou que insistir, as vezes, vale a pena.

bm2

2- Costuma dar segundas chances?

ygorYgor Freitas Eu sempre dou segundas chances. Isso não significa que sou bonzinho, mas sim um imbecil. Não que em todos casos eu tenha me fodido (pode falar "fodido" nesse blog? Qualquer coisa finjam que "fodido" é o nome de um Pokemon, meninas). Já me arrependi demais de muitas segundas chances que dei, mas sempre acredito que as coisas têm chance de melhorar, que se eu não der essa segunda chance, estou dando as costas a algo que poderia ser incrível. Confirmando, um imbecil.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Pra pessoas sim, relacionamentos não. Em relacionamentos eu pego nojo da pessoa que erra e não consigo esquecer a merda que a pessoa fez. Sei que sou chato, mas é a vida. Já em relação a pessoas, dependendo do erro tem volta sim, não sou tão impiedoso quanto a Arya Stark.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Você consegue nascer denovo? As vezes a gente não tem segunda chance. A vida é dura, mesquinha, te bate e quando você acorda, passou. Brincadeira gente, também não sou tão rude assim. Acho que as pessoas merecem ser compreendidas, deve-se escutar o que elas tem pra falar e conversar. Eu iria querer uma segunda chance se eu tivesse cometido algum deslize em algum momento, então porque não fazer o mesmo com a outra pessoa? É obvio também que não é toda vida que você vai passar a mão na cabeça dela e recomeçar. Tudo depende do que aconteceu e da conversa que vai acontecer depois. A razão e emoção vão travar um conflito de UFC na sua cabeça/coração, mas ai você respira e resolve.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Eu só tive uma oportunidade de dar segunda chance a alguém. E eu dei. A pessoa não aproveitou muito bem. Mas não vou julgar todas as outras pessoas do mundo com base em uma só. Se outra pessoa (ou a mesma que eu já dei) quiser e merecer uma segunda chance, eu vou dar.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna E terceiras, quartas, quintas, sextas… Distribuo perdão adoidado, sou o maior otário.

bm3

3- Já precisou de uma segunda chance e não teve? Conta como foi a experiência.

ygorYgor Freitas ESSE É O RESUMO DA MINHA VIDA. Chega a dar raiva (imaginem que estou digitando isso com raiva). O que me deixa inconformado é que, em todos os casos foi assim: a menina disse que não queria mais, eu pedia pela primeira vez uma segunda chance e ela dizia "eu já te dei uma segunda chance". NÃO, Ô SUA CARALHUDA (outro nome de Pokemon, ok?), VOCÊ PENSAR SOZINHA QUE ESTÁ ME DANDO UMA SEGUNDA CHANCE SEM EU SABER, SEM TER CONVERSADO COMIGO ANTES, NÃO CONTA, SUA BRUXA, SUA FEITICEIRA DAS TREVAS.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Já sim. Em meu primeiro namoro não fui legal na hora de terminar o namoro, nada de traição, só fui bem escroto. Depois de dois dias quis voltar, ela não quis. Fazer o que né? Sofri um pouco e parti pra próxima.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Olha, acho que um dos sentimentos mais escrotos é o de impotência (calma gente, não é isso que vocês estão pensando). Você tá de boa com alguém e derepente esse alguém te acusa de algo que você não fez e ainda não te dá chance de conversar/explicar nada, simplesmente tchau e pronto. Aconteceu comigo uma vez algo assim: Ficava com uma menina um tempo já, fui no 15 anos dela, conheci a familia dela e etc, estava tudo caminhando bem, pra rolar algo mais sério, quando derepente ela me liga e diz que não quer mais. (Oi? Como assim? Eu tava contigo há 2 horas atrás não deu tempo eu fazer nada no caminho de casa) hahaha Ela disse que um amigo da irmã do cunhado da prima da vizinha da esquina do gato da irmã do cachorro da tia do amigo da irmã dela, começou a falar mal de mim pra ela (eu nem conhecia esse maluco), contou umas histórias pra ela (que até hoje não faço ideia do que era), e ela não gostou e acreditava nele e etc. Como eu disse, não sei o que ele falou porque ela nunca me disse, não me deu chance de me defender, nem porra nenhuma. Eis então amigos, o sentimento de impotência que citei. Você não fez nada, tem certeza que não fez nada, a pessoa te acusa, diz que não quer mais, não te fala o que é e ainda não deixa você se defender. Melhor enfiar uma faca no meu pé logo, né? (porque no coração mata e não quero morrer agora). E o mais engraçado disso tudo, uns 7 anos depois encontrei essa menina, comecei a conversar com ela e perguntei se ela lembrava do que tinha acontecido, ai me digam qual a resposta dela? "Não, não lembro de nada." Ou ela se fez de doida ou então não sei. É de arrancar o cu da bunda, viu?

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Já. Foi ruuuuuuuim demais! Eu estava muito determinado e fui até o limite. A coisa chegou a ser nociva. Me atrapalhou no trabalho, na faculdade e até na minha vida financeira. Ela não me deu a segunda chance. Eu lembro que, na época, queria muito ganhar essa segunda chance. Então, embora me arrependa, consigo compreender porque eu fui tão longe. É muito ruim quando, na sua cabeça, você reconstrói o relacionamento e enxerga soluções pra todos os problemas que existiam. Mas, não consegue convencer a pessoa da tua melhora e disposição em fazer da forma certa.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Foi triste, muito triste, eu chorei, esperneei, bati o pé, implorei, mas não teve jeito. Eu não tinha mais nenhum continue pra matar o Bowser no último castelo. Falando sério, sempre tive a sorte de gostar de conversar sobre o relacionamento e tentar entender o lado dela, então (quase) sempre que tive problemas, tudo correu bem. Se eu ainda precisasse de alguma segunda chance, provavelmente ainda estaria correndo atrás dela.

bm5

4- Acredita que as pessoas possam mudar com o tempo?

ygorYgor Freitas Sim e não. Por exemplo, o Rodolfo, ex-vocalista dos Raimundos era um drogado e hoje é evangélico. Você pode mudar seus hábitos, não sua índole. Se você é uma menina desesperada por atenção, egoísta e que acha que o mundo gira ao seu redor, a não ser que amadureça DEMAIS, você possui grandes chances de ser assim pra sempre. É um negócio seu. Mas não se desespere. Você pode pintar o cabelo ou trocar o esmalte. Já é uma mudança, pelo menos.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Claro. Não vê a Gretchen, era bonita e hoje é um dinossauro. Mas falando de verdade, todos nós mudamos muito, eu sou uma pessoa diferente do que eu era há 5 anos e espero ser diferente daqui a mais 5. Pessoas que não mudam por nada são muito chatas.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Antes eu tinha um pensamento engessado de que as pessoas não mudavam e nem mudariam, mas a vida me mostrou que isso pode acontecer sim. Mas isso não acontece da noite pro dia, nem em 1 semana nem em 1 mês. É um processo cultural, de experiências, de viver a vida mesmo que te faz mudar os seus pressupostos e consequentemente se tornar um pouco diferente do que era. O que eu penso sobre os casais que vão e voltam instantâneamente? Não vai dar certo, vão acabar denovo. Obvio que toda regra tem exceção e posso me enganar, mas no geral é assim. Se você errou, se acabou porque a outra pessoa não gosta de determinada atitude, não é uma semana que vai fazer com que aquilo tudo mude. A pessoa pode até tentar, vai mascarar aquilo um pouco porque chegou numa zona de conforto com você e vai querer voltar pra ela, mas cedo ou tarde as coisas tornam a acontecer. O que é diferente de um casal que namorava agora, acabou e daqui a 1 ou 2 anos volta. São situações diferentes, vivências diferentes, outras experiências. Não sei nem se existe isso de segunda chance certa, mas é bem provável que seja assim que funcione, se a pessoa quiser.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho Claro que sim. As experiências boas e ruins constroem nossa personalidade e nosso caráter. Ao longo do tempo elas modificam a gente. É bom ter a maturidade de abrir mão dos teus pensamentos velhos e se tornar uma pessoa melhor. Na verdade, seria muito bom se as pessoas procurassem a transformação em todas as situações, mesmo as muito ruins. Na verdade mesmo, seria muito bom se as pessoas dessem mais liberdade às outras para demonstrar sua mudança. O caso que eu citei na pergunta 3 foi o momento mais desequilibrado da minha vida, mas eu tenho certeza que me tornei um homem melhor depois daquilo.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Tenho certeza que mudam. Sou exemplo disso.

bm4?

5- O que te faz perdoar uma pessoa?

ygor

Ygor Freitas Eu sou muito rancoroso. Preciso trabalhar nisso de perdoar com mais facilidade. Mas assim, só de elogiarem meu blog ou meus textos eu já esqueço todos os problemas do mundo temporariamente. Descobri essa felicidade instantânea há pouco tempo e tem me ajudado a lidar com o mundo.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Tudo depende do erro né, se não for algo muito grave, um pedido de desculpa está de bom tamanho. Se for algo grave, mude pra marte, porque vai ter volta!

10276473_844901812201104_323740105_n

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Pé na Bunda

Hoje eles vão abrir os corações. Vamos falar de pé na bunda?

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 27 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

large

1- Pé na bunda, como superar um?

ygorYgor Freitas Eu realmente gostaria de saber. Holocausto, bomba nuclear e fim de relacionamento são as 3 piores coisas do mundo. Nunca, NUNCA, soube lidar com um fim de relacionamento sem ficar na cama choroso ouvindo Butterfly do Weezer.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Dá uma limpada e continua andando (hehehehe). Na realidade nunca se supera um pé na bunda. O que acontece é que com essas experiências aprendemos a não errar novamente, ou não.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Depende muito do nível de relação que você tem antes de tomar um pé na bunda né? Tem uns que doem mais, outros menos. Você tem que pensar no que motivou a menina a fazer isso, entender e seguir a vida. Se acha que vale a pena, tenta ir atrás, resolver, mas sem insistir demais. Se você vir que não vai rolar, bola pra frente... É porque não era pra ser. Vá se divertir com seus amigos e viver a vida. Afinal, ela não gira só entorno de uma pessoa só.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Superar um pé na bunda é difícil pra caramba e varia de pessoa pra pessoa. Eu poderia dar vários conselhos bonitos do tipo "se valorize", "você precisa se reeguer" e "vai aparecer alguém que te dê valor". Mas, na real, quando você está se sentindo dispensado, trocado, diminuído pela pessoa que você gostava (ou ainda gosta), ouvir isso não resolve o problema. O que eu sugiro é: façam as coisas que vocês não querem fazer. Suas amigas vão te chamar pra ir ao bar, jogar conversa fora e beber. Seu coração está meio apertado e quer ficar em casa, pensando nos problemas. Mas vá com elas. Mesmo sem vontade. Um dia vão te chamar pra assistir a um show de uma dupla sertaneja que você nem gosta muito. Seu coração quer que você fique em casa, porque é provável que ele entre no Facebook e vocês possam conversar. Mas vá ao show. Vá fazer coisas, ver pessoas, dar umas mancadas, se arrepender, ficar de ressaca, voltar pra casa feliz, gastar um dinheiro, beijar alguém diferente... alguns caras vão te fazer acreditar que aquele que te deu um pé na bunda era o homem da sua vida. Mas aparecerão outros, os bons, que vão te mostrar que ele não era o último cara legal do mundo. Deveria haver um comprimido pra resolver pé na bunda. Mas não há. Por isso eu repito: façam as coisas que vocês não querem fazer.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Chocolate, pizza, álcool, sexo, e as únicas coisas que realmente funcionam: tempo e distância.

bm1

2 - Prefere dar, ou tomar um pé na bunda?

ygorYgor Freitas Eu prefiro ser estuprado por 500 poodles. É menos doloroso. Eu nunca gosto de dar o pé na bunda, sequer receber. Torço por um mundo onde as coisas se resolvam. Mas até esse dia chegar, provavelmente continuarei que nem uma menininha chorosa na cama. Ainda ouvindo Butterfly do Weezer.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Prefiro tomar um pé na bunda. Nenhuma mulher merece sofrer.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Niguém gosta de tomar um pé na bunda, eu muito menos. Mas dar um pé na bunda também é muito chato. Eu não curto brincar com os sentimentos das pessoas, de fazer alguém sofrer... É ruim, você se sente culpado. Mas chega uma hora na vida que infelizmente isso tem que acontecer. Você não vai querer estar com alguém só por comodismo ou por não querer que ela sofra se você acabar com ela. Como falei em cima, a vida segue e as pessoas tem que aprender a superar isso. Mas não é pra ser escroto, tem que ser sincero e "dar um pé na bunda" de uma maneira certa. Se é que tem maneira certa pra isso.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Os dois são ruins... mas, dar um pé na bunda, embora mexa com a minha consciência e meu senso de responsabilidade, embora faça me sentir um cara ruim, dói muito menos, né. Então, pensando de forma egoísta, é melhor - ou "menos pior" - dar do que levar um.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Tomar, claro, sou sadomasô e me amarro em sofrer. Porra, que tipo de pergunta é essa? Óbvio que não gosto de nenhum dos dois, mas se for pra ser um, que seja dar o tal pé.

bm2

3 - Quais atitudes te levariam a dar um fora em alguém?

ygorYgor Freitas Eu sou uma pessoa odiável. Muitas coisas me irritam e quando a menina tem tudo isso, aí é impraticável. Dessas muitas coisas, ser fechada demais ou muito expansiva/ engraçadona wannabe. Talvez sejam as que mais me irritam.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira São várias né. As vezes a gente se ilude achando que encontramos a pessoa perfeita e com o passar do tempo vemos que não é nada disso. Dentre as principais coisas que me levam a dar um fora estão: meninas descomprometidas com o futuro, fúteis, não saber conversar sobre vários assuntos, apegadas demais a coisas materiais, amiguinhas do ex, ciúmes em demasia e o principal, não ser torcedora do BOTAFOGO (brincadeira).

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Ah, eu não gosto de mentira, de forma nenhuma. Espero muito que a pessoa seja sincera comigo o tempo inteiro, sabe? Prefiro que me conte, do que omita e eu descubra de outro jeito. Não sei exatamente o que me levaria a dar um fora em alguém, acho que sejam uma série de fatores, mas mentira com certeza é um dos principais. Como eu disse la em cima, depende muito da relação com a pessoa e do que você espera dela, não dá pra definir numa forma exata, é um conjunto.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Um monte. Resumidamente, são 3 tipos de atitudes: no início de um relacionamento, a diferença de expectativa. Por exemplo, se eu estou saindo com uma menina e sinto que não vai rolar nada sério, mas percebo que ela está super interessada em namorar comigo; além disso, no início de um relacionamento, a diferença de comportamento. Se a mulher tiver algumas posturas que eu considero essenciais diferentes das minhas (por exemplo, sobre fidelidade), eu vou ter que encerrar a história por ali mesmo; e durante um relacionamento, se a mulher cometer algum erro grave. Eu não consigo imaginar um erro que, sozinho, seja totalmente imperdoável, mas qualquer excesso de brigas e stress contínuo pode levar ao pé na bunda.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Arrotar alto no primeiro encontro. Não, péra, isso na verdade fez a pessoa ganhar muitos pontos, tô confuso... Ok, falando sério, não existe um único motivo, quando a coisa não tá mais te fazendo bem, é hora de parar. Se eu tivesse que destacar um motivo, seria joguinho.

bm3

4 - Teve alguma vez que você demorou a superar um pé na bunda? Ficou muito tempo doído? Conta pra gente!

ygorYgor Freitas (Oi, é a Isabela aqui. O Ygor é daltônico, e pelo visto um pouco cego também, porque ele não viu essa pergunta e não respondeu. Beijinhos, xau.)

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Teve sim, uma vez eu me apaixonei por uma menina do Sul, nos encontramos e tal. Foi muito legal, mas acabou com um belo pé na bunda. Quando eu voltei, tinha uma viagem de 30 dias para a Amazônia, um sonho de viagem, passei metade da viagem mal pra caramba. Meus amigos perceberam, ai na viagem foi até sossegado. Quando eu voltei, fiquei alguns meses sem ficar com ninguém.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Ah, quando é de maneira injusta a gente demora um pouco a assimilar a coisa. Lembrar que você tinha aquela pessoa e que não vai ter mais, é meio chato. Eu costumo guardar as coisas muito pra mim, não saio falando aos 4 cantos os meus sentimentos, angústias e isso as vezes me faz mal de uma forma que eu não sei explicar. Tem uns foras do tipo Kelly Key, que você vê agora e pensa: "baba baby, olha o que perdeu", e esses são os piores! Já aconteceu algumas vezes de demorar um pouco a superar porque a pessoa tinha a mesma roda de amizade, a gente se encontrava e etc. Como eu disse, eu guardo pra mim, fico remoendo por dentro e por fora aparentemente bem. Mas uma hora passa e o lema sempre é: "a vida segue".

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Eu sou um homem de relacionamentos sérios. Em geral, pessoas como eu se entregam muito a um namoro (ou qualquer coisa que se pareça com um namoro). Aí, meu amigo, quando o Louboutin bate à sua bunda, não há muito o que fazer senão sofrer. Os meus dois términos foram beeeem doloridos... o primeiro, então, nem se fala. Demorei um ano inteiro pra me recuperar. Chorei pra burro, gastei meu dinheiro, me afoguei na dor. Foi tenso. Mas, vejam só, fazendo o "jogo do contente" da Pollyanna, eu extraí algumas coisas boas dessa experiência. A principal delas é: ninguém morre de amor. Às vezes até parece que mata, às vezes você até quer que mate, mas, na real, ninguém morre de amor. Quando você põe a cabeça pra fora d'água, tem muito ar pra respirar. Fim das metáforas.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Não. Onde já se viu? Sou homem, forte, machão. Homem não chora, nem sofre. Mas aposto que o Igor "fofo" já contou uma história bem triste pra vocês, releiam o dele. Senão, o Ygor também anda meio depressivo, talvez ele tenha contado, também. Mentira, conto tudo na pergunta 6, tô pouco criativo hoje.

bm5

5 - Qual a melhor forma de dar o fora em alguém? Pessoalmente, mensagem, telegrama, pombo correio, etc?

ygorYgor Freitas Você chega pra pessoa e fala "Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Pois é eu não te amo mais e acabamos por aqui"

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Não existe uma melhor forma de dar um fora em alguém. Mas seja homem e chame a pessoa para uma conversa, a não ser q ela more na Antártica.

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: O que eles querem ganhar de Dia dos Namorados?

A pergunta que não calar: o que os homens querem ganhar de Dia dos Namorados? Qual o programa ideal?

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 27 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

large-36

1- Se você pudesse listar 6 coisas que vocês gostariam de ganhar de dia dos namorados, o que seriam?

ygorYgor Freitas Cara, eu adoro ganhar presentes. Mas aí vai a lista dos mais legais que passaram na minha cabeça:

1- CD do Scorpios. Porque eu sou muito punk rocker. Eu sei que são só 10 dólares e eu poderia tomar vergonha na cara e comprar agora, mas como não fiz, achei justo colocar algo humilde na lista.

2- Um jogo de video game. Ok, minha idade mental não é das mais altas tendo em vista que eu peço jogos do Mario de presente. Mas cara, se você não gosta do Mario talvez você não seja uma pessoa tão legal assim.

3- Uma Tatuagem. Tatuagens não são baratas e não se pagam sozinhas. Um "vale-tatuagem" talvez seja uma boa ideia. Eu ganharia um com um sorriso no rosto.
4- Um baixo. Taí um presente que SEMPRE será bacana e nunca vou odiar. É caro? É. Tem erro? Não.
5- Uma viagem.
DISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEYDISNEY :DDDDD
6- Livro ''Não Se Apega, Não''. Ótimo presente para qualquer ocasião em qualquer época do ano. Leitura agradável e muita identificação é o que você encontra nesta maravilhosa obra (pronto, Isabela. Meus dados bancários estão naquele email que te mandei e daí a gente acerta isso. Pode parar de me chantagear agora e ameaçar minha família)

presentes1

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Gostaria de dizer que coloquei na lista presentes de diferentes preços. Ninguém deve gastar todo seu orçamento no dia dos namorados né gente. Então sejam razoáveis.

1- Camisa Botafogo. Como sou viciado em futebol, nada melhor nessa época do que uma camisa do Botafogo e do Brasil unidas.

2- Go Pro. Se eu tivesse uma namorada rica, esse seria um ótimo presente, mas deixo bem claro que é bem caro! É uma câmera que é a prova d’água e serve para filmar e tirar fotografias em todos os lugares possíveis.

3- SK8. Eu adoro praticar esportes, então coloquei na lista 2 tipos de sk8, um mais barato e outro mais caro. É um presente bom e ainda incentiva o seu namorado a praticar esportes. Lembrando que neste caso, também é legal dar algum acessório para o esporte que seu namorado pratica.
4- Bola de plasma. Bem, eu acho muito maneiro essa bola de plasma como decoração. É um presente barato e muito bacana.
5- Caixa de som para Ipod. Quem não gosta de ouvir musica né?
6- Quadro Magnético. É um presente baratinho e bom pra guardar fotos. Eu iria gostar.

presentes2

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Nunca passei o dia dos namorados namorando então não sei bem sobre essas coisas, mas no geral gosto de misturar um pouco coisas que uso no dia a dia e até faço coleção, com outras que são mais de experiência.

1- Quem me conhece sabe que coleciono action figutes e alguns vários bonecos da POP! Funko. Eles acabaram de anunciar uma nova coleção de Breaking Bad, que vai entrar em pré venda em alguns dias. Quem quiser encomendar já pro dia dos namorados do ano que vem pra mim, ta valendo! haha. Mas tem vários outros que ainda não tenho e que podem ser comprados já!

2- Também gosto muito de camisas com estampas diferentes, engraçadas, sátiras. A galera da Just Approve tem umas bacanas tipo essa aí! Mas existem várias outras lojas desse tipo.

3- Sou bem tecnológico e praticamente tudo que eu faço gira em torno disso. Existem alguns gadgets que servem pra facilitar a vida da gente, principalmente quem trabalha com isso. O Pebble ajudaria muito na minha rotina de ficar checando o celular toda hora que tem notificação.
4- Sou viciado em futebol e também tenho algumas camisas de times de fora. Gosto de ter algumas bonitas e diferentes, algo legal e que dê pra usar também.
5- Gosto de fotografia, gosto de coisas diferentes e sempre quis ter uma GoPro. Acho muito foda o tipo de foto e ângulo que ela pode fazer. Então, né?
6- Tenho MUITA vontade de conhecer Machu Picchu e um pouco mais aqui da América do Sul, mas também tenho muita vontade de fazer um tour por alguns lugares da europa. Uma viagem não seria má ideia, né?

Ó... não tenho namorada, mas meu aniversário tá chegando! Então, fiquem à vontade para me presentear!

presentes3

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho

1- Camisa de futebol retrô: futebol é muito legal. Coisas retrô são muito legais. E camisa de futebol retrô junta tudo isso. Além cumprir a função futebolística, vai deixar seu namorado mais arrumadinho 'praquela tarde no shopping. Dica: antes de dar o presente, pesquisa sobre o time, sobre a época da camisa. Tira uma onda com ele, mostra que você entende de futebol, haha!

2- Caneca: não sei se vocês sabem, mas café é amor líquido. Eu tomo café todos os dias, muitas vezes por dia. Adoraria lembrar da minha namorada todas as vezes que fosse fazer isso.

3- Cerveja: cerveja não pode ser o único presente, porque eu vou tomar e, no máximo, guardar a garrafa. Mas é excelente pra compor um presente inesquecível. Eu amo cerveja e e minha namorada com certeza saberia disso. Escolham uma garrafa de um rótulo especial, pra abrir num dia especial. Acreditem, se o seu boy bebe cerveja, ele vai curtir! Se precisarem de ajuda pra escolher, me chamem no Facebook, Twitter, sei lá onde.
4- Quadro ou porta-retrato: decorar o ambiente com amor. Melhor coisa. Particularmente, eu gosto demais de arte, quadros, cores, criatividade, fotos... manda revelar aquela foto bonita de vocês juntos. Aquela que as pessoas comentaram "lindooooos" no Facebook. Ou então, melhor ainda, manda revelar várias fotos e faz uma composição delas, mesmo que precise recortar, e põe num porta-retrato. Uma vez eu peguei fotos que tinha com uma ex-namorada e revelei em formato 3x4. É muito legal pra colocar naqueles porta-retrato pequenininhos, pra levar na carteira ou no caderno, etc
5- Carrinho miniatura: eu amo carros, eu gosto de miniaturas. Eu não vou ficar brincando com ele (só nos primeiros 40 minutos), mas quero deixar ali, paradinho, limpar de vez em quando e olhar pra lembrar de quem me deu.
6- Camisa: porque eu sou muito mulherzinha com roupa, confesso. Essa loja que eu sugeri é minha favorita (tô aceitando presentes, não esqueçam). Camisa social, dessas de botão, que de vez em quando aparecem no meu Instagram, são minhas preferidas. Fora que é uma oportunidade que você tem de fazer seu namorado vestir algo que você goste muito e que seu namorado terá de agradar você sempre que ele usar a camisa que você deu.
presentes4

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Acho que qualquer presente é sempre bem-vindo (desde que não seja um ursinho ou flores. Não deem isso pros seus namorados!). Sou péssimo pra pedir presente. Normalmente eu prefiro presentes-experiência, tipo uma viagem, ou algo assim... Mas já que é pra listar coisas, acho que a chave seria me dar uma que quero e não vou comprar, e não algo que preciso e obrigatoriamente comprarei... Podem mandar essas e outras pra minha casa:

1- Em clima de copa, qualquer camisa de seleção, já que coleciono camisas de futebol. De preferência a azul do Brasil, ou a do meu segundo país, Itália.

2- Livros de Game of Thrones, pra que eu possa parecer culto nesse post.

3- Pra que eu me mantenha um bom nerd apaixonado por futebol, Jogo Copa do Mundo Brasil FIFA 2014 pra PS3. Não precisam mais me dar esse, acabei de comprar enquanto escrevia esse post.

4- Um kit com uma boa cerveja especial e um copo (adoro copos e canecas, quem explica?), como esse da Erdinger.

5- Qualquer coisa relacionada ao meu time, Botafogo, é sempre bem vinda. E por que não uma bermuda estilosa que os amigos vão dizer que é gay?

6- BÔNUS JABÁ: Eu tô esperando a Bela vir me dizer que vai me mandar o livro dela autografado. Mas provavelmente seu namorado não vai ganhar um, então dê um a ele! Se o corno, digo, trouxa, não gostar ou não aprender nada lendo, pelo menos você pode ler também.

presentes6

2- Gostam de presentes criativos de Dia dos Namorados? Já ganharam ou deram algo nesse estilo? Conta aí como foi.

ygorYgor Freitas Gosto. Um vez ganhei uma caixa personalizada com tudo o que gostava colado ou escrito nela. Dentro tinham vários presentes de coisas que eu gostava mais ainda. Porra, até chorei nesse dia. Nunca tinha ganhado algo assim.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Já ganhei sim. Uma vez uma namorada minha me surpreendeu com um jantar cheio de fotos nossa espalhados, tudo muito romanticozinho, foi o melhor presente de dia dos namorados que eu já ganhei. Não vou contar meus presentes diferentes e criativos, se quiserem algum, me conquiste e me namore! :P

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Como eu sou um pobre coitado que nunca passou dia dos namorados namorando e quase que diria que não namorei na vida, não tenho muito o que falar sobre isso. Eu não me importo muito com criatividade exagerada, nem essas coisas que são meio "bregas". Sou a favor das coisas simples e legais. Lógico que gostaria de ser surpreendido com alguma coisa, mas não acho que isso seja necessário. O melhor presente é ter a pessoa do lado.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho É raro eu dar um presente que não tenha um toque pessoal. Eu nunca, jamais, em nenhum momento comprei um cartão de presente pra alguma ex-namorada, haha... todos era eu que fazia, a mão ou no computador. Presentes criativos são muito legais! Porque mostram uma preocupação e um cuidado além do comum. Você não simplesmente escolheu um presente, você PROJETOU um presente! Isso sempre faz a pessoa se sentir mais especial. Uma vez fiz uma parada beeeem bizarra: um jogo de War. Vocês já jogaram War? Eu pedi pra minha ex-namorada não marcar nada, porque passaria um dia inteiro comigo. Fiz as cartas dos territórios, que eram restaurantes, parques, cafeterias, mirantes, motéis e outros lugares que poderíamos ir juntos. E fiz cartas dos objetivos, que tinham missões como "chegar no horário marcado", "usar a camisa que ela mais gosta" e "conquistar a menina mais gata da sua cidade". E fiz o tabuleiro, que tinha um mapa estilo War com os territórios do nosso jogo. No dia em que nos encontramos, as cartas dos territórios ficavam com ela, pra que ela sugerisse os lugares pra gente ir; e as dos objetivos ficavam comigo, pra que eu fosse concluindo um a um e entregando essas cartas a ela. Foi mega complexo, deu um trabalhão pra fazer e custou uma grana pra imprimir! Mas eu sabia que ela ia gostar muito e valorizar muito o meu esforço. Valeu a pena!

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Não costumo ligar para o Dia dos Namorados, e minhas ex também não (pelo menos era o que diziam), então eu nem lembro... Sempre caprichei mais em aniversários, como uma vez em que, além de dar presente, enchi o chão do quarto do hotel em que estávamos de bolas de aniversário e fiz um mosaico de post-it colorido na parede, com "te amo" escrito em uma língua diferente em cada um.

large-2

3- Descrevam o programa perfeito pro Dia dos Namorados:

ygorYgor Freitas Eu sempre achei que esse negócio de programas clichês era o maior programa de índio. Pra mim dia dos namorados maneiro é irem os dois pular de paraquedas, essas coisas. Curiosamente, esse ano tudo o que quero é um jantar legal. Acho que me tornei esses velhos chatos (que jogam Mario).

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira O programa perfeito no dia dos namorados é ter alguém que te respeite, te impulsione na vida e que não esteja com você por interesse. Nenhum presente comprado pode superar isso. Só de ter alguém assim, você já tem um presente maravilhoso pra toda vida.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho É meio clichê mas eu acho que programa perfeito é o que você faz todo dia e não somente no dia dos namorados. Viajar, estar junto, conversar, viver, transar, enfim... Namorar. Estar com a pessoa do lado é mais importante do que qualquer planejamento de programa que você faça. Se vocês estão felizes e se entendem, o programa perfeito pode ser até comer cachorro quente na esquina.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho O Dia dos Namorados precisa de algo que fique marcado, que crie uma referência. Algo que gere, no futuro, uma frase assim: "esse restaurante/essa praia/esse filme/esse presente me faz lembrar aquele Dia dos Namorados que passamos juntos". Algum elemento, lugar, frase, música... alguma coisa tem que ser diferente, pra marcar o dia. Sacaram a ideia? Você pode tomar a iniciativa de escolher o que vão fazer, esperar que seu namorado escolha ou propor que vocês decidam juntos o que vão fazer. Tudo é ótimo se for feito com carinho! Eu gosto de decidir junto, pra que a gente "construa" nosso dia. Apenas sugiro que vocês evitem restaurantes muito populares, porque não é legal passar 1h do Dia dos Namorados numa fila de espera. É legal visitar um lugar novo, algum lugar que vocês sempre quiseram ir, mas que não seja muito longe, pra que vocês possam sair de estiver chato. Gosto da lugares silenciosos, pra que a gente possa conversar. Gosto de lugares desertos, pra ter certeza de que ninguém vai ouvir. Não procuro uma hora muito específica pra dar o presente. Eu dou quando não consigo mais segurar a ansiedade. O programa perfeito é algo que nos faça felizes, que nos aproxime como casal, onde eu possa fazer ela acreditar que sou feliz por namorar com ela e ela faça o mesmo comigo.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Pra esse ano? Assistir a abertura da copa tomando uma cerveja, comendo petiscos e recebendo um boquete! Com muito sexo pós-jogo, pra comemorar a vitória. Vai ter gente dizendo coisa melosa nessa resposta, considerem mentira.

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Sexo virtual

O tema de hoje é polêmico. Vamos saber o que os homens tem a dizer sobre sexo virtual, fotos que ''vazam'', e coisas a mais? Curiosa!

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 27 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

sex5

1 - Já fez alguma vez? Se não, sente vontade?

ygorYgor Freitas Já e foi incrível. Nos conhecemos em uma sala de bate-papo, fomos para o privado com webcam e estávamos prontos para começar. Aí descobri que a menina ruiva de 19 anos com quem eu estava conversando era na verdade um senhor gordo de 54. Desliguei meu computador e fiquei traumatizado para sempre.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Em primeiro lugar, a pessoa que sugeriu esse tema deveria ser queimada em praça publica. Em relação a pergunta, já fiz sim.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Véi... quem foi o Fabr... digo, pervetido que inventou esse tema? hahaha Vou chamar meu advogado pra começar a responder aqui e a primeira resposta é sim, já fiz!

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Sim, fiz. É legal pra caramba!

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Muitas, sou quase um tarado virtual, inclusive sempre depilo a palma da mão. Mesmo se eu não curtisse, passei quase 6 meses do meu penúltimo namoro longe dela, não tinha como não rolar! Mas com certeza vai ter quem diga que nunca fez, sempre tem um santo, inocente, que não sabe nem o que é Twitcam, e acha que Snapchat é pra mandar foto pros amigos (não vou citar nomes).

sex

2 - Pra você, como tem que ser? A que menina sugere, você que tenta convencer?

ygorYgor Freitas Eu prefiro que a menina sugira. Por mais que você tenha intimidade, eu não consigo falar "OW VAMOS FAZER UM SEXÃO VIRTUAL AÍ HEHEHEHE" sem me sentir um estuprador.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Tem que ser de comum acordo né, e tem que ter MTA confiança, não é nada legal ser mais um que “deu mole e caiu na net”. Mas o que mais aconteceu comigo foi que eu sugeri e a menina topou, mas se alguma menina sugerir, vou achar bem legal!

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Começa de uma conversa que vai se tornando mais picante, natural. Geralmente de madrugada as pessoas estão mais propícias a isso e você vai atiçando e vendo a reação da menina. É mais fácil quando você já teve alguma relação física(ao vivo), mas acontece quando não teve também. É necessário pesar bem o que está fazendo e principalmente confiar. É bem difícil alguma mulher sugerir isso, o que já me aconteceu, dai a gente fica com pé atrás, mas acho muito bacana quem tem atitude.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Acontece. É mais ou menos como o sexo "ao vivo". Você beija, beija mais, rola um amasso, um super amasso e rola sexo. Se o casal se fala pelo telefone ou Internet com frequência, é natural que fiquem fantasiando o que querem fazer juntos, nem que seja um "queria muito te ver hoje". Com o tempo, a intimidade aumenta, surge o assunto sexo, rola um susto inicial, mas um tempo depois pode acontecer.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Geralmente meninas parecem curtir mais aquele lance “sopa de letrinhas”, que eu, particularmente, acho um tédio. Aquela coisa de “agora to pendurado no ventilador, de cabeça pra baixo, com a língua no quinto pelo da xurréia do seu mindinho do pé esquerdo” me dá no saco. Até curto umas descrições do tipo “o que eu faria se pudesse estar com vc agora", mas nada com o nível de detalhe dos livros de crepúsculo (só li o primeiro capítulo do primeiro, desculpa, Intrínseca!). Meu negócio é mais voyeur, um ver o outro sentindo prazer, e já aconteceu de eu sugerir, ou da menina sugerir.

sex1

3 - Acredita que é muito mais fácil pro homem do que pra mulher fazer isso?

ygorYgor Freitas Do jeito que as coisas andam nos chats do Whatsapp hoje em dia, com toda a quantidade de vídeos que rola, parece que não tem tempo ruim. Tá fácil pra todo mundo.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Claro que é. Mulheres são muito julgadas por expor sua intimidade, seja em qualquer lugar. Nunca vi nenhum homem ser julgado por isso.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Com certeza! Toda hora vemos casos e casos que "cairam na net" aí e geralmente o "culpado" é a mulher que ''não presta'' e fez o vídeo/foto. É bem complicado esse tipo de exposição e acho até chato. As coisas devem ser feitas pro bem dos dois e não pra sair se gabando por aí. Tudo bem que é ruim pro homem também, mas a nossa sociedade é meio machista quanto a isso.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Eu já disse que não gosto muito de dividir as coisas entre homens e mulheres. Mas, nesse caso, concordo que é mais fácil pro homem. Em geral, coisas relacionadas a sexo são aceitas com mais facilidade por homens. Sociedade machista, eu sei, mas o fato é que as coisas funcionam assim. E, por isso, as meninas costumam ser mais cuidadosas antes de praticar sexo virtual. E têm mesmo que ser assim!

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Não acho que tem a ver com o que você tem entre as pernas, mas sim com o quanto você se incomoda de expor. Assim como no sexo real, a vergonha pode vir dos dois lados. O que acontece é que meninas costumam ser “treinadas” a não se expor muito, enquanto o povo acha engraçado o menino fazendo pirocóptero (GIF ilustrativo)

sex3

4 - Tem medo de usarem isso contra você algum dia? Ou de vazar qualquer coisa?

ygorYgor Freitas Sim, medo até demais. Já me vi em situações em que eu tinha que dizer "hahaha poooxa, hoje to sem meu piru. Não vai rolar mesmo, desculpa". Inclusive eu sou tão neurótico que tomo banho de sunga só pra garantir.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Tenho medo de vazar a imagem da menina que fez comigo. Mas eu apago depois, com isso, acaba diminuindo o risco.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Óbvio! Quem já fez e não tem, tá mentindo (Né, Fabricio? kkk). Odeio essas paradas de sair compartilhando as coisas. Quando faço, faço pra mim e não pros outros. Não tem necessidade de sair espalhando esse tipo de intimidade por aí. É muito mais legal aproveitar aquele momento e ficar pra você (na memória porque sempre apago tudo do celular, já pra não dar merda). Mas tem gente que não pensa assim... É uma pena.

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Não. Só fiz com mulheres que eu gostava muito, que confio muito. E nunca enviei nada que pudessem usar contra mim.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Tenho, por isso uso sempre uma máscara com a cara do Ygor. Sério, por favor não me printem, meninas. E porra, cuidado pra quem vcs se mostram, já tá rolando coisa demais nesse Whatsapp. Ah, e MUITO cuidado pra não errar o destinatário...

sex4

5 - Acha importante isso em uma relação?

ygorYgor Freitas Não porque não tem tanta graça quanto a coisa real. A não ser que tenha o problema da distância, né...tipo o cara morar em Belém do Pará e a menina morar no cu de Goiás. Aí acaba sendo a única saída.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Eu acho legal, qualquer coisa que apimente a relação só vem pro bem. Então, desde que tudo seja feito com cuidado, só tem a acrescentar.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Tudo que é feito pra ser um diferencial e pra apimentar a relação é válido. Mudar os hábitos, fazer diferente... é tudo muito bacana. Só é ruim quando é que nem o Daniel, que só faz sexo virtual e namoro a distância. :(

1960330_812402905441305_522607902_n Igor Coelho Sexo é importante em uma relação adulta. A modalidade que se pratica é uma decisão do casal. Se você e seu menino costumam passar dias longe um do outro, o sexo virtual pode acabar sendo uma rotina. Não vejo nenhum problema. Como qualquer outra relação sexual, se o casal estiver de acordo e fizer com responsabilidade e respeito, que mal há?

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Em uma relação à distância, ou quando se está muito tempo longe, acho que ajuda muito. No mais, a coisa real é sempre melhor.

sex6

6 - Sexo virtual é traição?

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.