CATEGORIA: Banheiro Masculino

O novo time do Banheiro Masculino

E aí gente, preparados para saber qual o novo time do Banheiro Masculino?

banheiro-masculino

Hoje é dia 7 de Outubro, e como prometido vou divulgar a lista com os novos participantes. Antes que comecem os comentários "E o tal? E o tal? Poxa, você não escolheu meu amigo...'', aviso que eu quis mesclar pessoas diferentes entre si, e espero que tenha feito um bom trabalho. Quanto aos antigos, é sempre bom mudar - por isso mudei. O Ygor Freitas permaneceu porque, veja bem... Ele era sempre o mais votado nas enquetes, e achei justo manter um por voto popular. Espero que gostem da minha decisão :)

Então chega de enrolação, e vamos conhecer os 7 integrantes do Banheiro Masculino?

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

1391638_10201795200436701_4264263061236100155_nOi gente, meu nome é Gabriel Moraes, tenho 21 anos, sou taurino e estudante de Ciencias Politicas. Amo moda, música e vivo para o entretenimento, tanto que tenho um reality show no snapchat (MoraesGabriel). Sou o primeiro a falar o que penso, mesmo que não tenha pensado tanto assim antes de falar. Sou para-raio de amigos carentes, não sei o problema deles, só sei que o que eles tem em comum sou eu. Nunca quis ser um bom exemplo, sempre preferi me divertir. Não me venham com vinagre porque aqui a salada é de fruta. Siga no Twitter, e no instagram @MoraesGabriel.

10703631_591173881008072_6674546043336748237_nMe chamo Bruno Q Monteiro, sou carioca, publicitário, tenho 27 anos, leonino, ex-lutador, atualmente quase um monge budista e coloco minhas idéias pra fora na página: facebook.com/seufavorito. Mato e morro por meus amigos, sou fiel à eles como um mafioso siciliano e não aceito que alguém tenha o comportamento diferente disto. Fidelidade é algo sagrado na máfia também nos relacionamentos com a mulher. Mantenha um extremo respeito com a mulher e principalmente como ela deve ser tratada e muito bem amada! FIDELIDADE, HONRA E FÉ SÃO OS MAIORES VALORES DE UM HOMEM.

10703569_10154701538300472_8531739373441092655_nMeu nome é Leonardo Bacci, Leo para os íntimos e Lele para as intimas, 23 anos, paulista, estudante de publicidade e campeão de inscrições mal sucedidas em academias. Já gaguejei com garotas, já dei risada até perder o ar, já me apaixonei e já me arrependi do que não fiz. Sou muito bom em me dar mal, mas me ferro e me divirto nessa vida, vida essa que divido um pouco no meu "canal" www.youtube.com/bomdialeo ou no meu Twitter @bomdialeo. Bom vou parando por aqui, aliás do que adianta me descrever se me conhecer pode ser bem melhor? Beijo no ombro e desejo a todas inimigas vida longa.

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Meu nome é Marcelo Teles, sou mineiro de Juiz de Fora, estudante de Direito e Psicologia, tenho 23 anos, escorpiano, solteiro, apaixonado por música e vascaíno sofredor. Sou chato, metido, prepotente e meio cafajeste mas, tirando isso, sou muito associável e bem humorado! Espero que se divirtam! facebook.com/marcelotelesr, instagram.com/marcelotelesr.

10342796_579816075479559_162344521210788457_nOlá, meu nome é Gustavo Stockler, tenho 26 anos (embora a cara de adolescente não afirme isso), sou de libra e como todo bom libriano, sou sonhador, e isso me fez desistir da faculdade e de um emprego em banco para me tornar fotógrafo, e hoje, faço videos para internet no canal www.youtube.com/nomegusta (o que não me faz muito normal). Sou apaixonado por fotografia, música, sorrisos, por-do-sol e parênteses (acho que perceberam), e não sei lidar com pessoas mal-humoradas, sorrir é tão mais simples.

10703717_728960257172251_8642135001447295513_nOiiii!!! Meu nome é Bruno Guedes, tenho 20 anos, sou pisciano, estudante de Publicidade e moro no Rio de Janeiro. Dizem por aí que eu moro na praia mas é mentira ok?! Sou um amante da natureza e AMO praia!!!! Além disso sou estudante de teatro e apaixonado por arte. Nas horas vagas gosto de fazer uns cliques das minhas aventuras e vocês podem acompanhar tudo no meu instagram (instagram.com/brunoguuedes) e no meu twitter (twitter.com/brunoguuedes)

E aí, já tem o seu preferido? Quinta-feira o Banheiro Masculino está de volta o/ contagem regressiva...

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Você pode fazer parte do Banheiro Masculino

banheiro-masculino

Chegou o momento tão esperado por algumas pessoas! Esse ano eu fiz uma seleção de meninas para o Banheiro Feminino, e acho que conseguimos um time bem único e marcante, né? Fiquei muito feliz com a participação de mais de 600 meninas, e virei noites selecionando minhas preferidas.

Agora é a vez dos meninos! Quero montar um novo time. Não que o antigo seja ruim, é que mudanças são necessárias de vez em quando. Os meninos são incríveis, e dependendo, devo manter alguns que entraram a pouco tempo. Mas aos antigos, é hora de se despedir. Vamos desapegar, e abrir os braços para o novo time que virá por aí.

Então você, homem, que gosta de escrever, opiniar, e acha que pode engrandecer o blog de alguma forma, vem participar da seleção :)

  • Faremos assim, eu vou lançar 3 perguntas para vocês:

? Quando você é babaca com uma mulher (seja por que quis, ou porque aconteceu), você se arrepende disso, ou a vida segue normalmente? Seja sincero.

? É sabido que as mulheres estão sempre pensando em encontrar o ''amor''. E com os homens, é assim também? Você pensa muito sobre o amor? Ou prefere não pensar muito nisso?

? Você percebe quando uma mulher está mal intencionada? No caso de uma amiga da sua ficante, ou namorada de algum amigo seu dando em cima de você? Já aconteceu alguma situação estranha desse tipo? Conta pra gente!

Vocês vão responder essas três perguntas, e mandar para o email banheiromasculino@isabelafreitas.com.br juntamente com esses requisitos:

  • Assunto do email: Banheiro Masculino
  • Seu nome
  • Sua idade
  • Onde mora
  • Uma foto sua em anexo
  • Preferência sexual
  • Disponibilidade para escrever no Banheiro Masculino
  • Solteiro? Namorando?
  • Porque você acha que vai fazer a diferença no Banheiro Masculino? Fale um pouco sobre sua personalidade.

Pronto. Lerei todos os emails e farei uma seleção minuciosa. O resultado será divulgado dia 6 de Outubro, e os selecionados receberão um email avisando. Ansiosa para conhecer o novo time do Banheiro Masculino :)

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Balada

Agora é a vez deles! Vamos saber como os homens se comportam nas baladas. Eles vão só pelas mulheres? Será?

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Meu nome é Natal Neto (por mais que pareça, não é referência a data), tenho 20 anos, hétero e sou leonino. Sou de Minas Gerais e, para ser mais exato, moro em Uberaba. Estou cursando Direito e, como a maioria das pessoas da atualidade, sou viciado em três tipos de coisa: séries, filmes e leitura. Atualmente estou namorando e, por mais que isso pareça um tanto quanto clichê, sou muito chato. Espero não ser com você. Espero. Siga no twitter!

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 25 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

10615975_270565183145086_5716493199480633499_nFabrício Menna 28 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

bm6

1- Você é baladeiro? Se não, já foi? Como foi essa sua fase?

ygorYgor Freitas Já tentei ser. A verdade é que sou um fracasso nisso, nunca gostei. Quando você vai pra balada, o objetivo é se divertir dançando ou pegando pessoas desconhecidas. Não curto dançar e nem sei falar com pessoas desconhecidas. Daí o que me sobra é ficar lá parado com a mão no bolso dando uns sorrisos estranhos e fazendo umas dancinhas meio epilépticas.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Não, não sou baladeiro e nunca fui, então não tenho como comentar essa fase. Pode parecer bobagem, e de fato até venha a ser, mas nunca tive interesse de virar noite em festa bebendo e dançando. Claro, deve ser ótimo, mas eu não sou assim. Quando vou, me divirto, mas sou extremamente caseiro. Se me convidar para ir assistir um filme, eu já prefiro em relação a balada. Sou realmente caseiro, então não tenho muito o que falar.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Nunca fui, não levo jeito pra isso.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Não sei se a palavra certa é "baladeiro". Acho que desde os meus 14 anos eu me vejo no mundo das festas. Comecei numa equipe de divulgação de uma festa pra galera da minha idade na época, e fui ficando. Até que eu era o responsável por toda a produção do evento quando já tinha, sei lá, meus 20 anos. Conheci muitas pessoas nesse período e sempre gostei de viver a noite. Não nego uma boa festinha com música que eu gosto, ou simplesmente pra encontrar os amigos. Como eu disse, não sei qual a definição da palavra baladeiro exatamente, mas se isso for gostar de estar na noite, de boa, sim... Eu sou! (se bem que ultimamente tenho cansado do que rola por aqui. Mas aí é outra história)

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Não. Eu gosto de boate, mas eu gosto mais de acordar cedo. Como é difícil conciliar essas duas coisas, eu nunca fui viciado em sair pra boate. Sempre curti mais um barzinho, praia (principalmente à noite) e outros programas mais "abertos" do que boate. Eu já tive uma fase de ir muito pra night. Acumulei algumas ressacas, beijei gente que não devia ter beijado e gastei muito dinheiro. Foi divertido? Foi. Faria novamente? Não.

10615975_270565183145086_5716493199480633499_nFabrício Menna Me vê mais um combo! Tô na noitada todo dia, isso é minha vida e não… Tenho meus momentos, tem época em que saio mais, época em que saio menos. Não vejo necessidade de night todo fim de semana, mas se tiver alguma boa com os amigos, a gente vai! Já tive fase em que saia de quinta a domingo, e era sempre difícil trabalhar… Agora já tô velho...

bm4

2- Sendo sincero, seu objetivo ao sair de casa era qual: ficar bêbado, dançar, conhecer pessoas interessantes, ou outro?

ygorYgor Freitas Parecer legal e não ser um bobão que levava o Game Boy para festas de aniversário porque preferia jogar Pokémon. Das vezes que fui, era mais porque meus amigos estavam lá ou era aniversário de alguém. Espero que um dia isso passe.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Ficar bêbado não, pois não sou de beber, então acho que de conhecer pessoas interessantes. Hoje não, já que já encontrei minha pessoa interessante, mas antes esse era objetivo. Fazer novas amizades, ver novos rostos. Essas coisas mesmo.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Adoro ir pra night (balada não né?) pra dançar, encostar meu corpo suado nas outras pessoas, tipo aquele gordinho suado sambando (MENTIRA).Já que é pra ser sincero. Meu objetivo era ficar ou conhecer mulheres.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho O meu objetivo sempre foi sair de casa e me divertir. Há aquelas festas que você diz "hoje eu vou me embreagar", tem as outras que você vai curtir porque é um som/show que você gosta, tem aquelas que você vai porque sabe que o local vai tá cheio de mulher bonita e você quer ir "limpar a vista" e vê se dá sorte... Enfim, não tem um padrão. Pode não parecer, mas eu sou bem tímido, esse lance de sair pra balada pra procurar mulher é bem complicado pra mim. Não me iludo também e acho que vou encontrar a mulher da minha vida numa balada porque isso é o caso de 1 em 1 milhão. Então, vou pra balada de boa, pra encontrar pessoas/amigos, conversar, rir, beber, escutar música... Na minha cabeça nunca foi "tenho que ficar com alguém hoje" (tudo bem, micareta não conta). As pessoas tem na cabeça a ideia de que homem que vai pra balada solteiro tem que sempre pegar 1 mulher diferente. O que não acontece né? Pelo menos eu, saio apenas pra sair de casa, pra me divertir. PS: O Daniel vai dizer que só sai pra dançar.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Todos. Eu sempre gostei de dançar, mas meus amigos não. Eu acabava não dançando tanto quanto gostaria. Ficar bêbado é muito legal, mas ficar de ressaca é muito pior, por isso, sempre evitei beber além da conta. Conhecer mulheres novas sempre era uma opção, mas confesso que nunca fui muito bom em chegar numa mulher dentro da boate, com aquele barulho todo, pouca luz e dificuldade de comunicação.

10615975_270565183145086_5716493199480633499_nFabrício Menna Já foi tudo. Beijar na boca, beber até morrer, dançar... Depende do evento e do estado de espírito.

bm3

3- Já deu PT? Bebeu até cair? Conta pra gente!

ygorYgor Freitas Não bebo (e a cada pergunta que respondo, me sinto menos legal. Esse Banheiro Masculino acaba comigo). Minha primeira ressaca foi aos 21, 22 anos. Eu caprichei nos shots de Jägermeister e no dia seguinte achei que estava morrendo. Desde então o máximo que bebo é Ice (olha como esse BM acaba comigo).

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Não gosto de beber, não acho gostoso os gostos das bebidas. Raramente tomo um copo quando dou uma saída, mas raramente mesmo. E nunca fiquei bêbado, muito menos bebi até cair. Sei que muita gente pode até achar ruim de eu falar isso pois obviamente discordará, mas eu não acho bonito ficar bêbado ao ponto de cair.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Nunca. Nossa, to me sentindo um chato!

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Não, ainda bem que não. Prefiro ficar bêbado "consciente" e aproveitar aquele momento ali do que beber e cair. Consigo controlar bem esse tipo de situação.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Já. Era aniversário de uma amiga. Como a boate era próxima do meu trabalho, não fui pra casa. Fiquei bebendo enquanto aguardava o povo. Quando entramos, pediram uns baldes, umas tequilas... em algum momento, todas as pessoas da mesa estavam bêbadas, menos o amigo que estava dirigindo. Do alto da minha insanidade, pensei "caramba... o camarada tá sóbrio e vai ter que levar um monte de bêbado no carro... vou vomitar pra ficar bem". Fui ao banheiro e vomitei até minha alma, hahahaha... lembro da hora em que ouvi alguém gritar "AE TEM UM CARA DE XADREZ VOMITANDO PRA CA%$*LH0". Era eu.

10615975_270565183145086_5716493199480633499_nFabrício Menna PT de ter que tomar glicose na veia, nunca. Mas vomitar, três vezes. Em uma delas, eu, muito esperto, fui até o banheiro e… Vomitei na pia! A coitada da minha ex teve que me ajudar a desentupir aquela nojeira, pobrezinha…

bm5

4- Qual o maior mico que você já pagou numa balada?

ygorYgor Freitas Estar nela.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu não tenho nenhum mico para contar. Posso contar uma vergonha? Tipo, não é nada engraçado e nem embaraçoso, mas eu fiquei vermelho na hora. Eu estava de rosa, aí eu estava andando, quando um garoto mais ou menos do meu tamanho me olha e pisca para mim, perguntando se eu não gostaria de sentar com ele para "conhecer melhor". Tipo, eu fiquei sem reação. Não acho ruim dessas coisas, só não sei lidar com a situação, então apenas sai andando sem graça.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Nunca paguei mico nenhum, não que eu me lembre.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Tinha ido pra uma balada decidido que não ia beber, chegando lá todo mundo

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Depois do primeiro encontro

Agora é a vez deles. O que os homens fazem após o primeiro encontro? Eles ficam pensando nos próximos passos? Vamos descobrir!

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Meu nome é Natal Neto (por mais que pareça, não é referência a data), tenho 20 anos, hétero e sou leonino. Sou de Minas Gerais e, para ser mais exato, moro em Uberaba. Estou cursando Direito e, como a maioria das pessoas da atualidade, sou viciado em três tipos de coisa: séries, filmes e leitura. Atualmente estou namorando e, por mais que isso pareça um tanto quanto clichê, sou muito chato. Espero não ser com você. Espero. Siga no twitter!

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 25 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 28 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

bm1

1- Depois do primeiro encontro, como você age? Como fica sua relação com a pessoa?

ygorYgor Freitas Acabei de me dar conta de que nunca tive um ~primeiro encontro~ com nenhuma menina. Geralmente me envolvo com garotas que já fazem parte do meu círculo social há algum tempo, então não rola isso. O máximo que acontece é aquela primeira vez que os dois saem juntos sozinhos pela primeira vez, sem os outros amigos. Comigo é bem simples: se foi legal eu mando mensagem, falo para marcarmos logo a próxima, etc. Se foi ruim, desligo o celular e fujo do país por algumas semanas. Porque é assim que lido com meus problemas

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu costumo ir atrás. Se foi bom, por que ficar esperando? Eu geralmente costumo ir me aproximando da pessoa, cada vez mais. Claro, não começo já grudando nela, mas tentando demonstrar um certo interesse por ela e pelas coisas que ela gosta. Nada que venha a assustar ela, claro. Tudo no seu tempo.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Depois do primeiro encontro eu geralmente mando uma mensagem dizendo que gostei e tudo mais (se tiver gostado). Se não tiver gostado eu fico quieto e se ela me procurar eu tento desconversar. Não gosto de falar que não gostei. Caso eu encontre a pessoa na rua, fico com vergonha, óbvio, mas trato normalmente, como se nada tivesse acontecido.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Acho que depende muito da relação que eu tenho com a pessoa antes de ter esse primeiro encontro. Gosto de deixar as coisas bem claras, sempre. Quem me conhece sabe que eu não gosto de muitos rodeios pra essas coisas, joguinhos e etc. Sou bem de boa e acho que tudo se resolve numa boa conversa. Se foi legal, se os dois curtiram, gostam da companhia um do outro, marcamos de novo. Se não foi tão bom assim, se o "estar junto" é diferente das conversas que rolavam pela internet, as conversas vão continuar, mas o "start" de convidar pra sair de novo vai depender muito do que for conversado também. Enfim... Não tem uma regra de como agir. É tudo questão de conveniência do que acontece.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Depende. Eu sempre vou dar atenção a mulher que saiu comigo e que se envolveu, mesmo que tenha sido pouco. Mas, se o primeiro encontro foi bom, eu vou dar muita atenção, vou fazer uma piada ruim sobre algum momento que passamos juntos, vou me manter no "quartinho dos ficantes", mas vou tentar mostrar que um segundo encontro comigo vale a pena. Vou esperar chegar quarta-feira pra perguntar o que a menina vai fazer na sexta ou no sábado. "Se incomoda que eu te busque em casa?" - assim vou puxando ela pra perto. Se o encontro não foi bom, é provável que eu tente sair novamente com ela. Muitas vezes a gente não "encaixa" no primeiro beijo, no primeiro encontro. Se o encontro foi péssimo, aí eu vou só ficar lamentando o dinheiro que gastei naquele jantar, hahaha…

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Me borro todinho… Não sei como agir, o que fazer, dar oi, não dar oi, chamar ou não chamar pra sair de novo… Se eu sei que a pessoa é tranquila e não gosta de joguinhos, posso até já chamar pra sair no dia seguinte. Mas se é alguém que ainda não conheço direito, tento manter a “política do ônibus”: “Fale ao motorista somente o indispensável”, e se a pessoa não der abertura, fico na minha o máximo que eu aguentar.

bm2

2- Você é daqueles que espera a outra pessoa mandar algo primeiro, ou quando se sente interessado vai lá e manda?

ygorYgor Freitas Gosto de me sentir desejado, saber que a garota está se coçando até o orgulho ir embora e ela me mandar algo. Adoro saber que a situação está nas minha mãos. Mas na verdade acaba sendo totalmente ao contrário porque sou muito ansioso e quando me dou conta, 10 minutos depois estou mandando SMS com um "PELO AMOR DE DEUS EU TE AMO MULHER DEIXA EU TE ENCHER DE FILHO POR FAVOR VAMOS VIVER UMA VIDA JUNTOS".

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu tenho um péssimo defeito, sou ansioso. Não consigo esperar com tranqüilidade. Se eu gostei/me interesse pela pessoa dela, pra que esperar? Tento manter contato, interagindo sempre que possível e, se ela demonstrar estar gostando, continuo. Se ela demonstrar que não está gostando, me afasto e paro. Mas não curto esperar atitudes dos outros não neste quesito. Sou uma pessoa bem simples: se eu quero, eu faço.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Se eu tiver afim de alguém eu mando mensagem e 5 minutos antes de mandar eu já to esperando a resposta. Sério, fico muito ansioso. O ruim disso é que geralmente as meninas pensam que eu sou um louco, psicopata e geralmente me dão um pé na bunda.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Ah não, odeio isso de "fazer charme", de tentar fazer a pessoa sentir falta e etc... Odeio que façam comigo, então não faço com ninguém. Se eu tou afim de falar eu falo, sem muitas voltas. Não vou esperar a outra pessoa falar pra que eu fale. Sempre me falaram que existem essas "regras", não parecer desesperado e etc, mas foda-se. Não vou regrar as coisas que quero fazer por conta de coisas "impostas" pelas pessoas. Onde tá escrito isso aí? Quero falar e pronto! hehe Interprete da forma que quiser, mas gosto do simples!

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Eu sou daqueles que acha que se eu não mandar nada pra ninguém, vou ficar solteiro pra sempre. Então eu sempre busco a pessoa, sempre tento, mesmo que de forma discreta, mostrar meu interesse, minhas qualidades. Sou quase um pavão.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Eu sou meio babão, sempre acabo mandando uma mensagem de boa noite, agradecendo pela noite e aquelas coisas que vocês devem esperar do Igor Fofo. E como eu não gosto de joguinho, chamo mesmo, não fico esperando não, apesar de saber que deveria...

bm3

3- Qual o tempo ''ideal'' para se pedir alguém em namoro? Tem tempo para isso? Ou depende da sintonia?

ygorYgor Freitas Sinceramente, não faço ideia. Pra mim o ato de pedir em namoro é apenas uma formalidade, apenas para ter uma data. Claro que depende muito da sintonia, mas acho que o momento ideal é quando chegam pra você e falam "vem cá, ô malandrilson...vai me pedir em namoro não?".

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu, de cara, devido as minhas experiências, falaria algo em torno de três a seis meses. Sou a favor de conhecermos a pessoa durante um certo tempo para vermos se é aquilo que realmente queremos. Podem me chamar de formal, falar que forço nas respostas, mas eu valorizo as relações. Posso ficar com qualquer uma, mas namorar não. Tem que ser especial. Por isso tem que esperar um tempo. Mas não posso ignorar o fato de que a sintonia é importante. Está no segundo mês e a sintonia diz que está dando tudo certo e que já está na hora de namorar? Manda brasa. Seja feliz.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Pra responder essa pergunta vou usar uma frase de Jane Austen que eu acho sensacional: " Não é o tempo nem a oportunidade que determinam a intimidade, é só a disposição. Sete anos seriam insuficientes para algumas pessoas se conhecerem, e sete dias são mais do que suficiente para outras". Portanto, siga o seu coração.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Essa é mais uma dessas tais "regras" que falei que não tem escrito em lugar algum. Isso não tem manual, bíblia, alcorão, pedra... nada. O tempo é o seu, alias, é o tempo dos dois. Se você acha que tá na hora de pedir, que curte, que seus planos são estar com aquela pessoa e apenas ela, então vai lá e pronto. Mas se você acha que ainda não é hora, que não tem exata certeza de que quer abdicar de certas coisas, então não faz merda e não brinca com o sentimento dos outros. É só isso, questão de afinidade de ideias e de sinceridade consigo mesmo.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Em geral, eu chutaria algo entre duas semanas e três meses. Mas isso varia de casal pra casal. Não há regra. Eu gosto de esperar bastante pra dar esse passo. O momento do flerte, os primeiros encontros, os primeiros "lembrei de você" são muito valiosos. Esse momento em que o sentimento vai crescendo e que as pessoas vão se conquistando precisar ser mais aproveitado pelos casais. É uma época que não volta. Mesmo que você namore, case, tenha dois filhos e um cachorro... essas primeiras semanas são lindas e devem ser curtidas sem pressa.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Não acho que tenha tempo pra isso, é total a sintonia entre os dois. Se você achar que a coisa vinga, e a pessoa estiver no mesmo momento não tem motivo pra não pedir. Já pedi gente em namoro no mesmo dia (bjs Mands) e depois paramos pra pensar direito e preferimos relacionamento aberto. Também já comecei a namorar no terceiro encontro e durou 8 meses. Ao mesmo tempo, já fiquei muito tempo com outras pessoas, e nunca deu em namoro. Queria aproveitar e dizer que meninas também podem pedir em namoro, tá?

bm4

4- O que você espera da mulher que está ficando? Como gosta que ela aja na situação? Prefere alguém mais direta ou aquelas mais quietinhas?

ygorYgor Freitas Eu prefiro meninas mais quietas. Na verdade, eu odeio -ODEIO- pessoas muito expansivas. Por outro lado, não me sinto à vontade com meninas que parecem uma caralha de uma samambaia e não abrem a boca. Então acho que o ideal, para mim, é a menina que sabe se portar sem precisar de mais de 170 decibéis a cada frase. "Ahh, tem que ser santinha na rua e ousada a sós né hehehehe" deve ser a resposta de algum mala aqui. Vamos apostar no Fabrício.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Quando estou ficando com alguém, espero que a menina demonstre o que ela quer. As vezes fica complicado descobrir por meio da bola de cristal o que elas querem. Não precisa ser toda direta e tomar todas as atitudes, mas deixar as vezes algumas pistas é sempre bom.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Geralmente espero que ela me respeite, que seja direta caso esteja em uma fase só de pegação. Além disso, gosto que a menina se comporte naturalmente, seja ela mesma. Sempre prefiro as quietinhas. Sabe aquela menina que fica no canto da festa tentando passar despercebida, essa é a que me interessa.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Olha, eu espero que ela seja ela mesma, só isso. Se eu conheci ela daquele jeito, se fiquei com ela assim, quero que ela continue assim. Gosto de meninas mais diretas, que não ficam fazendo joguinho o tempo todo, até porque eu não faço isso. Então, acho muito melhor quando as coisas são sempre claras, assim ninguém sacaneia ninguém e a relação pode fluir melhor. Mulher tem que ter atitude e saber se comportar, não dá pra ficar passiva e esperar por tudo.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Prefiro as mulheres mais diretas. Gosto de "sentimentos na mesa". Gosto de saber o que a menina pensa sobre mim e o que ela pretende comigo, nem que seja um "precisamos nos conhecer melhor". Espero que ela me mostre como é, o

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Mulheres comprometidas

E os homens, se envolvem com mulheres comprometidas? Vamos

banheiro-masculino

Vem ler!

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas 23 anos, baixista, criativo, genial, prepotente e uma delícia. Canalha, cafajeste e com cara de vilão. Já foi ídolo na revista Capricho e é uma mistura de ódio com elegância. Siga no Facebook/Twitter, e leia o seu blog onde ele conta suas experiências: Improbabilidade Infinita.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Meu nome é Natal Neto (por mais que pareça, não é referência a data), tenho 20 anos, hétero e sou leonino. Sou de Minas Gerais e, para ser mais exato, moro em Uberaba. Estou cursando Direito e, como a maioria das pessoas da atualidade, sou viciado em três tipos de coisa: séries, filmes e leitura. Atualmente estou namorando e, por mais que isso pareça um tanto quanto clichê, sou muito chato. Espero não ser com você. Espero. Siga no twitter!

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Daniel figueira, 30 anos, biólogo, faz mestrado em zoologia na UFRJ. Apaixonado por filmes e séries. Tem como bicho de estimação uma aranha. Chato e implicante ao extremo. Espera ajudar as meninas a entender um pouco do que os homens pensam. Leonino, mora no Rio de Janeiro. Siga no Facebook/Twitter

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho 24 anos, mora onde você quer passar suas férias (Fortaleza, claro) e cursa publicidade. Viciado em filmes, seriados e internet, também é apaixonado por futebol e música. Do signo de Leão, gosta de estar sempre na boa companhia dos amigos e é um pouco tímido. Como é veterano daqui, é bom respeitar! haha Siga no Facebook/Twitter

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, tenho 26 anos, sou publicitário e moro no Rio de Janeiro. Sou muito chato. Muito mesmo. Mas amo música (de qualquer tipo), amo cerveja (de qualquer tipo), amo mulheres (de um tipo bem específico). Sonho conhecer Las Vegas e falar italiano. Minha cor favorita é azul e meu signo é Touro. Sou muito bem humorado, mas ainda estou aprendendo a sorrir para as fotos. Eu tenho umas ideias muito românticas (bregas!) sobre relacionamento, mas acho que ainda existem pessoas como eu. Levo a vida muito numa boa, odeio discutir e sempre acho que existe solução pra qualquer problema. Siga no Facebook/Twitter

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna 28 anos, mora no Rio de Janeiro, é Desenvolvedor Web e obviamente viciado em internet. Procura tudo no Google e é metido a faz-tudo. Chato, cabeça dura e ranzinza, gosta de resolver tudo na base da conversa, mesmo que acabe na clássica gritaria italiana. Não sabe tudo sobre mulher, mas tá aí pra aprender. Siga no Facebook/Twitter

bm1

1- Você já se relacionou com alguém comprometido?

ygorYgor Freitas Já sim. Que eu me lembre, foi só uma vez. Ou duas? Se aconteceu mais que isso, eu fui enganado por aquelas vigaristas. Mas com certeza mesmo foi uma só.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Não.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Sim.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Poderia vir aqui e falar pra vocês que não e todo mundo ia me amar, mas sim, ja me relacionei sim. Não me orgulho disso, mas também não me arrependo. Posso estar sendo egoísta e indo contra aquele velho lance do "não faça com os outros o que não quer que façam com você", mas foram coisas momentâneas e esporádicas. Eu não fiquei como "amante", seguindo me relacionando por algum tempo, mas fiquei um ou duas vezes com algumas pessoas que tinham namorado, não estavam se sentindo bem e se sentiam bem comigo, ponto. Pode parecer escroto e nem gosto de fazer isso, mas as vezes acontece, né?

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Eu já fiquei com uma menina que tinha namorado. É uma história meio confusa, vou explicar na próxima resposta. Mas nada além de uma ou duas ficadas.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Não. Eu sou mais bonzinho que o Igor fofo e cuido do relacionamento dos outros... Que nada. Ja tive, mais de uma vez.

bm2

2- Se sim, como foi essa experiência? Se não, por que?

ygorYgor Freitas Foi bem sem graça, na verdade. Só ficamos uma vez e, pensando bem na situação, foi algo bem desagradável (pro namorado dela). Ela ligou pra ele na hora que estava rolando pra falar que iria demorar mais um pouco pois estava ocupada. Naquele momento achei o máximo, me senti o vilão sedutor de filme. Hoje acho que foi meio vacilo. Eu era um adolescente babaca.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu, para ser sincero, não tive ainda a experiência de me interessar por alguém que esteja comprometido. Por ser uma pessoa que tem ódio de traição e por respeitar muito os relacionamentos alheios, não me envolvo com nenhuma pessoa que esteja comprometida. Acho que faço isso, em tese, também, por ser uma pessoa ciumenta. Acho que não conseguiria me envolver com alguém comprometido sem pensar que a minha namorada, por exemplo, esteja se envolvendo com outro alguém. Sim, é estranho. Sim, eu sou estranho. E, se considerar a hipótese de eu estar solteiro, acho que eliminaria a parte do ciúme, uma vez que não teria por quem sentir, mas manteria sem sombra de duvidas o respeito pelo relacionamento da pessoa e o ódio da traição.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Foi muito legal e divertido, até eu descobrir que estava gostando da pessoa e me fuder depois.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho As vezes eu ficava me questionando se realmente deveria fazer aquilo, a resposta sempre foi sim. Por mais que eu achasse que não deveria, era um momento que eu estava afim de alguém (impossibilitado por essa pessoa ter namorado), mas que essa pessoa também ficava afim de mim (motivada por sei lá o que). As conversas aconteciam e rolava alguma coisa. Depois ficava pensando no quão sacana deveria ser, pensava que o que os olhos não veêm o coração nao sente, mas no final de tudo, as pessoas só queriam aproveitar um momento. E assim foi! Devo dizer que sempre foi muito bom, parece que tem mais vontade, sei lá...

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Quando ficamos pela primeira vez, eu não sabia que ela tinha namorado. Aí depois eu descobri, achei que ele ia me bater. Mas ela disse que eles não estavam bem e que iam terminar (como se o fato deles não estarem "bem" autorizasse ela a trair, mas ok). A gente ficou mais duas vezes. Eu achei que não tinha futuro e parei. No meio disso eles realmente terminaram.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna É ótimo, só alegria, só parte boa! Até você se apaixonar pela pessoa...

bm3

3- Supondo que você se veja em uma situação onde você está completamente apaixonada por alguém comprometido, e já está muito envolvida com essa pessoa. Como sairia dessa, ah, você sairia dessa?

ygorYgor Freitas Faria o que já fiz algumas vezes. Engoli em seco, fiquei triste uma semaninha pra não passar em branco e continuei com a vida.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Olha, não sei responder muito bem como eu me comportaria. Acho que não é legal investir em pessoas assim, uma vez que da mesma maneira que ela está trocando o “atual” dela por você, ela pode te trocar por outro. E, essa insegurança, eu não curtiria. Mas é o lance, eu estaria apaixonado, né? E, com a paixão, vem à ausência da razão e aí só Deus sabe o que poderia acontecer.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Já estive exatamente nessa situação. Eu tentei fazer com que ela terminasse com o namorado, como ela não terminou, acabei dando um fim na história porque não era nem legal nem saudável pra mim.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Primeiro eu acho bem difícil eu estar completamente apaixonado por alguém que é comprometida. Pra mim, a paixão vem da convivência, do relacionamento, da conversa... Se essa pessoa tem namorado, dificilmente vou poder estar com ela próximo muitas vezes, então, não conseguiria me envolver tanto assim. Nunca digo nunca, porque pode acontecer, mas é dificil. Mas supondo que eu estivesse, acho que não dá pra sair dessa situação. Não adianta insistir e dizer que "comigo é melhor", porque você vai parecer chato e menina vai abusar. Acho que a melhor coisa é deixar as coisas acontecerem, continuar sua vida e, se é próximo dela, continuar sendo. Uma hora ou outra as coisas mudam.

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Se eu me sentisse realmente envolvido e tivesse certeza que o sentimento é real, que não está misturado com uma vontade boba de ter o que não é meu, eu lutaria por ela. Não ficaria com ela, não tentaria fazer com que ela traísse o namorado, mas falaria do que eu sinto e do quanto eu gostaria de ficar com ela. Se ela decidisse que ficar comigo é uma opção melhor pra própria vida, aí eu iria em frente. Senão, eu pulo fora e a gente finge que nada aconteceu. Reconheço que não é o comportamento mais correto do mundo, mas é o que eu imagino que faria se estivesse nessa situação.

1940110_209734172561521_1889869252_aFabrício Menna Já passei por isso, e tô vivo. Abraça uma caixa de Ferrero Rocher, uma de Kit Kat, um pote de Nutella e seja feliz (favor, marcas de chocolate, entrar em contato para pagamento do merchan). O segredo é aproveitar o que tem, sem ficar esperando muita coisa...

bm4

4- Não acha que mesmo que a pessoa largue do outro para ficar com você, sempre teria uma desconfiança? Não teria medo de que ela fizesse o mesmo com você?

ygorYgor Freitas Sim. E nas brigas eu ainda usaria isso como argumento: "AHHH COMO EU VOU SABER? COM O ÚLTIMO VOCÊ PERDEU A LINHA SUA ORDINÁRIA POIS NAO PENSE QUE SEREI TUA PRÓXIMA VITIMA. NÃO CAIREI EM TEUS CAPRICHOS, TUAS ARMADILHAS, Ó MULHER VIL" porque sou imaturo assim. Sempre serei.

10564809_474657082637442_342569928_nNatal Neto Eu partilho da opinião de que nunca nos esquecemos de ninguém. Quanto mais forte o sentimento, mais forte será a lembrança na memória das pessoas. Quando alguém troca uma pessoa para estar com outra, querendo ou não, essa insegurança vai existir. E, querendo ou não, a pessoa que foi a nova escolhida, para ficar com a que trocou, terá que aceitar isso. É uma insegurança que eu não conseguiria ter, ainda mais pelo fato de eu já ter uma insegurança extremamente alta na minha vida. E, sobre o medo, eu teria o tempo todo. Qualquer coisinha, por mais paranoica que poderia ser, já me faria pensar: será que está me trocando? Acho que não vale o sofrimento. ACHO.

542637_4707692602545_19251838_nDaniel Figueira Acho sim. É muito complicado julgar as pessoas e presumir que se traiu com você também vai te trair com outro. Mas geralmente a pessoa que trai é indecisa e tem medo de tomar decisões. Então teria dificuldades em confiar sim.

10276473_844901812201104_323740105_nOscar Filho Não vou ser hipócrita e dizer que não, porque fica esse receio sim. Sempre vou pensar que se ela fez isso com outra pessoa, porque não pode fazer comigo? É um dilema que você vai ter que conviver, tem que ser muito cabeça boa pra levar isso. Mas é injusto também achar que porque aconteceu uma vez, vai acontecer sempre. Depende muito da sua relação com a pessoa e das conversas que vocês tem. Nem sempre as coisas se repetem e pode ser muito ruim pra relação se toda vida isso vier à tona. Tem que lembrar que foi você que quis assim, então tem que seguir com isso. As pessoas e a situação são diferentes, pé atrás e vida pra frente!

10458337_891079137573681_211188207601838750_n Igor Coelho, Não. Um dos maiores erros que as pessoas cometem ao entrar num relacionamento é transportar para a nova pessoa as mágoas que outra pessoa deixou em você. Por causa disso é que nascem frases bestas como "homem é tudo safado" ou "mulher gosta é de dinheiro". É claro que os relacionamentos nos deixam mais experientes e melhor preparados pra cuidar de alguém, mas a gente têm que compreender que as pessoas são diferentes, os relacionamentos são diferentes, os sentimentos serão baseados em coisas diferentes. Se eu estiver namorando com ela, é sinal que não tenho motivos pra desconfiar.

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.