CATEGORIA: Banheiro Masculino

Banheiro Masculino: Magrinhas? Gordinhas? Saradas?

Não, o Banheiro Masculino não acabou! Sei que ficamos um mês sem postar essa tag, mas é que tivemos um probleminha chamado: vida. Os meninos tem suas vidas, faculdades, blogs, compromissos, e eu também. Acontece que no mês de Setembro todo mundo resolveu ficar ocupado ao mesmo tempo. Por isso a grande demora (e espera da parte de vocês). Fico feliz de ver o quanto vocês sentiram falta, sinal que essa coluna é uma das melhores do blog, né?


Então vamos lá. O tema de hoje é polêmico e foram vocês que pediram hein! Vamos falar sobre a forma física das mulheres. Quem eles preferem? Magrelas? Gordinhas? Ou saradonas? Peço que ninguém se sinta ofendida com o que os garotos vão falar aqui, até porque forma física é algo que com esforço todas nós podemos mudar. Eles estão apenas dando uma opinião, o que não quer dizer que seja a certa.

O que eles pensam sobre garotas magras:




Iago Annes

Sempre gostei mais dessas, disparadamente! Gosto de mulheres pequenas, sem extravagâncias. Claro, não confunda magrinhas com ausência de curvas, de forma nenhuma! O perfil é magro, braços finos, barriguinhas não precisam ser mega definidas, alias não precisa se preocupar muito com músculos (porém nas pernas lembrem, sempre deles!). Magras saudáveis é claro, não gosto de mulher que não come! Praticamente é uma assim que faz minha cabeça.



Bom, sei que é meio que um "padrão" da sociedade as meninas serem magras e tal, mas por exemplo essas modelos quase anoréxicas, não é legal. Existem sim magrinhas que são muito bonitas, meninas que se cuidam, que tem um rosto bonito e que conseguem se sobressair não sendo magras demais, por exemplo a Jessica Alba e Megan Fox. Não sendo exagerado demais, acho que as magrinhas são em sua maioria bonitas. Dizem que as magrinhas são as melhores porque você consegue jogar pra onde quiser! HAHAH (entenderam?) Enfim, como falei, eu gosto quando não existe magreza demais e a menina tem um rosto bonito. Isso já chama bem atenção. :)

Quem gosta de osso é cachorro. Mulher magrela é, geralmente, o tipo que banca a anoréxica porque tem medo de engordar e acha que fazer cosplay de esqueleto é bacana. Homem detesta mulher que não encara aquela cervejinha ou o rodízio de pizzas na sexta à noite. Pode ser um baita estereótipo o que estou pintando aqui, mas na maioria das vezes, as magrelas são aquelas obcecadas pelo padrão top model de beleza. As que são assim naturalmente não perdem em muito – só em atributos físicos. E eu, como bom defensor dos peitões, acabo não tendo as magrinhas como preferidas.

A beleza feminina não está só no corpo. Existe uma espécie de beleza que está relacionada com o "ao vivo" de cada mulher. Ou seja, o jeito de falar, de andar, de olhar, de prestar atenção, tudo isso influencia na hora de escolher a minha preferência por alguma mulher. Aquelas curvinhas bem definidas da cintura aliadas a uma boa postura (postura é muito importante) definem o corpo ideal de uma mulher magra. Eu acho que a lordose é um problema de coluna que todas as mulheres deviam ter. É a coisa mais charmosa aquele bundinha empinada e a coluna esticadinha! (huuuuuum). Para a mulher ser bonita ela não precisa ter um peito grande, cinturinha fina e a bunda não precisa ser gigante. Mas convenhamos, uma mulher com bunda e peito de criança não é a que mais vai me atrair. Algumas modelos chegam a ser esquisitas de tão magras, não curto modelo magrela. Dá pra ser modelo e ter um corpão bonito. Acho que aquela magrinha (não tão magra) que vai à academia crescer perna e bunda tem o meu respeito. A pessoa muito magra não transparece saúde. Silicone também é muito bom pra aquelas mulheres desfavorecidas, porém, se a mulher não tem aquele peito de 12 aninhos, não acho a coisa mais urgente do mundo (mas apoio hehe). É claro que se forem grandes naturalmente não haverá problema nenhum. Sem paranoia também né, mulherada! Uma gordurinha aqui ou outra ali, isso acontece. Magrela desde que nasceu também. O ruim é ser largada e não fazer nada para melhorar. Vamos malhar. Nutricionistas estão ai para isso. É saudável estetica e biologicamente.

Igor Coelho
Eu gosto das magrinhas, são meu tipo favorito! Até porque eu também não sou bombado, então fica mais de acordo. Muitas de vocês devem se sentir mal, achando que homem só gosta de mulher grande, com coxas grossas, seios enormes, etc. Mas não é sempre assim. Tipos magrinhos e muito femininos como a Zooey Deschanel e a linda da Nathalia Dill são o meu preferido e de muitos amigos. Acho que as magras, na maioria das vezes, tem o corpo mais equilibrado entre o tamanho dos seios, quadril e coxas... então o "conjunto da obra" fica mais legal!



O que eles pensam sobre garotas gordinhas:

Sim, até Marylin Monroe era gordinha!

Antes de tudo que fique claro que estamos falando de perfis mais cheios e não de pessoas que não se preocupam com a saúde. Sejam gordas ou magras as pessoas tem de se preocupar com a saúde acima de tudo. As mais gordinhas tendem a falar muito bem e isso atrai qualquer homem, eu particularmente não gosto, mas o importante é você estar feliz com o seu corpo e com o seu perfil, mas nunca aceite deixar de lado sua saúde por preguiça. Uma coisa é perfil, outra é descuido. E quando você cuida de você mesma você se sente mais feliz e mais realizada. 


Olha, não me levem a mal, não é bullying nem nada, mas gordinha não dá, né? Você vê tanta gente por ai bonita, charmosa, que se cuida, dai me vem uma Mariah Carey da vida e você quer que a gente olhe? Há quem goste, claro, mas não é o meu caso. Na real eu acho que devia rolar um meio termo nisso. A Scarlett Johansson, por exemplo, não se encaixa nem nas magras, nem bombadas, nem gordas é por isso que falei que tem que ter um meio termo. Você não consegue classificar exatamente assim algumas pessoas. Existem meninas cheinhas que são MUITO bonitas e que falta so um pouco mais de cuidado. Por exemplo, a Demi Lovato vocês acham que ela é gordinha mas na verdade não é! Ela é bonita, charmosa e atraente. A verdade é que como falei pras magrinhas, aqui também não dá pra ser exagerado demais. Tudo em exagero acaba sendo feio e chamando atenção negativamente. Agora uma coisa é certa, o importante é VOCÊ estar feliz consigo mesma, independente de qualquer coisa.

Não fazem meu tipo. Aqui a gente tá lidando com tipos físicos e não com traços de rosto e outras coisas. Uma mulher gordinha não é necessariamente feia, mas não me atrai muito. Acho que a nossa geração é muito impactada pela mulher gostosa, e os brasileiros têm muito disso de curvas e pele à mostra – o que acaba contribuindo para esse nosso padrão de beleza corporal. As mulheres mais gordinhas acabam ficando um pouco de fora disso, apesar de não influenciar em nada no seu charme e/ou beleza física. Só não fazem meu tipo.


Eu dou muito valor à cinturinha de mulher, acho lindo. Não estou querendo dizer que precisa ser uma cintura impecável e perfeita, nem tanto. Só quis dizer que essa minha preferência explica a minha opinião pelas gordinhas, se é que vocês me entendem. Não tenho muito o que falar, não são a minha preferência. Mas há quem goste! Tenho um amigo que gosta tanto das "gordelícia" que se juntar todas as que ele já pegou deve dar umas 10 toneladas. (hahaha) Brincadeiras à parte e com todo o respeito às gordinhas, a maioria consegue emagrecer se tiver disciplina e força de vontade. Se você é gordinha, não ache que você não é atraente. O problema é que parece que a maioria gosta dessa situação. E não é nenhuma novidade pra ninguém que ser gordinho não é o estilo mais aceito pela maioria, mas também não é o fim do mundo. Alimentação e exercício são coisas importantes demais na vida de qualquer um (não só dos gordinhos). Lidar com o corpo não é fácil, mas vale a pena tentar! Sem drama! Sem se achar feia à toa ou enlouquecer porque a outra tem um corpo melhor!

Igor Coelho
Sendo bem claro: estar acima do peso não é sinônimo de estar feio. Infelizmente, vivemos em uma sociedade capitalista-teo-midiática-estético-opressora-moderna (inventei isso agora!) e ela nos ensinou que o padrão de beleza é mulher magra e homem forte. Mas eu conheço meninas que estão fora do peso ideal e são lindas. E aí? Não significa que a pessoa deva se manter assim. É bom para a auto-estima ter um corpo legal e os homens também sofrem com isso, não se esqueçam. Acho importante essa menina que está acima do peso se preocupar com a alimentação e buscar uma forma física melhor. Se o ganho de peso for por motivo de saúde, procurar auxílio médico. Nunca, jamais, procurar soluções milagrosas que prometem fazer você perder muitos quilos em poucos dias, porque isso geralmente é errado e vai fazer mal a você. Além disso, acho que em alguns casos a menina não aceita muito bem a situação. Por exemplo: a pessoa que está fora do peso não pode usar certas roupas, porque nem tudo lhe cai bem. Tem gente que não está nem aí! Isso passa uma imagem de que a pessoa não aceitou o seu excesso de peso e quer usar uma roupa fora do tamanho correto, além de ser esteticamente ruim.



O que eles pensam sobre garotas saradas:


Uma coisa é você ir na academia definir e desenvolver um pouco a musculatura que você já tem, outra é você ficar se matando e colocando remédio para dentro para ficar com coxas que não lhe pertencem. Sabe quando tanto digo que gosto de mulher de coque e moletom, é porque gosto de mulheres naturais, que se cuidam sim, que se preocupem mesmo com aquele "pneuzinho", todo mundo tem de se cuidar afinal mulheres tem esse charme de se preocupar com coisas que só elas enxergam, mas sem exagero. A ideia de malhadonas me passam a ideia de pessoas que cultuam o corpo e não tenho atracão por mulheres que vivem para isso de forma demasiadamente fútil. 

Ai a coisa complica. Você pode confundir bombada com gostosa e isso tem uma grande diferença! As bombadas são aquelas mulheres de academia, que tem mais músculos que eu e isso é realmente MUITO feio. Acho difícil você achar algum homem que goste. Por exemplo, a Juju Panicat era gostosa, passou a ser bombada e agora tá voltando a ser gostosa. É óbvio que se ela passar por você vai chamar atenção e tal, mas não é algo tão atraente. Nós, muitas vezes, preferimos as coisas mais delicadas, mais "desenhadas". Ver uma mulher cheia de músculos espanta, não gosto. Mas como falei, há diferença entre a musculosa e a gostosa, né? :P HAHA

Pra ter uma mulher do lado que é mais forte que o Van Damme não dá. As saradonas – e falo daquele tipo Gracyanne Barbosa – são assustadoras. Parecem homens. E que homem vai querer comer outro homem? Mulher tem que ter traços femininos e mais delicados. Ter aquela preocupação com o corpo é bacana. Malhar é saudável. Ter um corpo feminino e bem cuidado é o ideal – o que a gente chama de gostosa padrão. Mas todo e qualquer exagero transforma a guria em um monstro.


Eu gosto de mulher que valoriza e cuida do seu corpo e aparência. Por outro lado, também acho que a mulher nunca pode perder sua feminilidade (quanto mais mulherzinha melhor). A mulher pode ter um corpo lindo, mas não acho legal quando exagera em massa muscular, pois perde a tal feminilidade a que tanto dou valor. É aquele lance: se crescer mais estraga. A mulher sarada demais fica muito definida. E quando a mulher fica definida exageradamente perde um pouco do charme da "mulher que tem um corpão" e passa pra um lado menos atraente. Definir músculos é ótimo, mas tem limite. Nada pode ser grosseiro. Aquela mulher bombada demais que parece um cavalo podia ser menor, mas o problema é que quanto mais se cresce, mais se quer crescer. Isso também vale para homens e mulheres. As bombadonas de academia precisam saber a hora de parar e ficar com um corpão sem perder a sensualidade e delicadeza do corpo feminino. É claro que aquela gostosona estilo panicat é linda também, o que não pode é focar toda a sua atenção ao corpo e esquecer de trabalhar as outras coisas importantes da vida (mente, trabalho, espírito, caráter, etc). A academia não deve estar em primeiro lugar em sua vida e nem deve ser esquecida. Precisa ser uma coisa saudável, e não uma coisa compulsiva e prejudicial. Enfim, a saradona me é atraente se for feminina. Adoro!

Igor Coelho
Vocês tem uma vantagem: por mais que não sejam o tipo favorito de todos os homens, chamam atenção onde passam. Porque homens olham mulheres gostosas na rua. Seja aqui no Rio, na sua cidade ou até em Marte. Essas que se preocupam muito com o próprio corpo, estética e saúde ganham pontos comigo. Todo homem quer do seu lado uma mulher que queira se manter bonita e que cuide do próprio corpo (é nítido quando isso não acontece). Mas o que realmente não pode acontecer é a menina ficar louca pela vida de "atleta" e passar do ponto na musculação. Ser sarada e gostosa é uma coisa, o que a Panicat Juju Salimeni fez com o próprio corpo, eu já não acho legal. E a maioria dos homens também não curte. E por falar em Panicat, vocês que frequentam muito a academia, tomem cuidado com a roupa que usam nessa hora. A roupa justa de malhar é extremamente sexy, no seu corpo sarado deve ficar melhor ainda e não tem homem que não goste. Porém, algumas mulheres exageram no tamanho da roupa e podem ganhar fama de vocês sabem o que... as vezes nem é o caso, mas o povo é meio maldoso, né?


Gostaram??



Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Neuras Femininas

E aí meninas? Me desculpem a demora com o Banheiro Masculino dessa semana, mas já viram né, juntar todas essas mentes masculinas é bem difícil! HEHE O tema de hoje é sobre neuras femininas, afinal, eles reparam ou não em celulites e estrias? Eles nos acham feias quando acordamos ao lado deles de cara amassada? E o que eles pensam sobre sair sem maquiagem? Interessante, né? Vamos conferir a opinião dos meninos!

O que eles pensam sobre celulites:



Igor Coelho
Leitoras, nunca se esqueçam: vocês se preocupam com celulites muito mais do que os homens. E isso é bom, ok? Um cara normal vai dar valor a todas as qualidades do seu corpo, ao invés de ficar se importando com "defeitos". Celulite chama muito menos atenção do que um cabelo mal tratado ou as unhas mal feitas.





Iago Annes
Homem que fala que não repara é mentira, mas não é isso que vai fazer o cara te deixar ou terminar o relacionamento. Claro que gostamos de uma mulher sem celulite e que cuida para não ter, mas sem paranoia, somos homens.








Daniel Bovolento
Verdade seja dita: homem nenhum repara. Nem quando vocês vão à praia de biquíni e ficam com o bumbum na nossa cara. A gente não vai reparar na celulite, vai reparar no corpo de vocês como um todo, nas curvas e afins. Ou seja, se for pra ser neurótica, que seja com a saúde. Uma marca ou outra no corpo é inevitável, mas se cuidar pode ajudar a evitar muito isso.



Oscar Filho
As vezes eu acho que as mulheres ficam de mimimi com essas coisas só pra chamarem atenção e serem aduladas um pouco. Não é possivel que elas se sintam mal porque tem uma celulitezinha aqui, uma estria ali... Se você não for uma plantação de maracujá, é ÓBVIO que o cara não vai nem ligar pra isso. São detalhes, diria que é gostosura em braile! Não vamos ser hipócritas também e dizer que uma mulher perfeita, lisinha, não é sensacional, porque é. Mas isso é só sonho. Praticamente todas as mulheres "sofrem" com essas imperfeiçõeszinhas e vivem tranquilamente. Quase todos os dias você vê nos noticiários por ai aquelas modelos que você julgava serem as barbies, aparecendo em fotos com celulites e etc. Sério, NÃO LIGUEM PRA ISSO! Se um cara reclama de você, ou deixa de estar com você por causa disso, acho que ele não é um cara. 

O que eles pensam sobre estrias:



Igor Coelho 

Idem celulite. A gente sabe que toda mulher tem ou terá. É claro que se pudermos escolher, a gente manda tirar. Mas na escala de beleza de uma mulher (isso existe? haha), estria também é uma das últimas coisas que o homem vai se importar. A gente olha, repara, mas assim... não tem importância. E podem acreditar: muitos homens não sabem a diferença entre estria e celulite.





Iago Annes
Segue a mesma linha da celulite, a gente até vê, não é a coisa mais linda de se ver no mundo mas não dá para ficar se apegando a isso. Claro que sem estrias e celulite ficaria espetacular, então cuidado nunca é demais. 








Daniel Bovolento
O mesmo sobre celulite vale para as estrias. A gente pode até dar uma olhada (porque se tiver ali, tá ali, oras), mas não reparamos. Não faz sentido nem há por que reparar nisso. Por isso, cuidem mais da saúde e pratiquem algum esporte. Vaidade é bom, mas neurose é chato demais.






Oscar Filho
Já disse tudo ali em cima né?









O que eles pensam sobre a famosa "cara feia e amassada" de quando acordamos:

Igor Coelho
Humanos em geral acordam de cara feia. Não se importe com isso. Sério, essa é uma das neuras mais inexplicáveis porque não é uma coisa só da mulher. Aquele carinha bonito que você está afim também acorda parecendo que levou uma surra do Anderson Silva! E quando a gente tem a oportunidade de ver vocês acordando, podem acreditar, a gente fica igual bobo olhando aquela carinha de sono inchada e bonita das manhãs...! Meninas, nós homens somos muito menos detalhistas e chatos do que vocês imaginam!




Iago Annes
Entendam, achamos vocês lindas e admiramos quando se arrumam todas. Mas tem mulheres que nos encantam ao acordar com aquela cara amassada e fofa, e se eu te fizer um elogio por isso,  provavelmente você não será um caso qualquer.







Daniel Bovolento
Tá de sacanagem que a menina quer se achar a Barbie acordando? Mais espontaneidade e menos vaidade (nesses casos). É linda uma guria de cabelo desarrumado, com um moletom surrado e uma camiseta branca. É só escovar os dentes e voltar pra cama assim que a gente fica abraçado até não dar mais...





Oscar Filho
E aquelas meninas que dizem que o cara não pode acordar do lado delas, porque elas acordam feias, sem maquiagem. Uma vez uma já me falou que se dormisse comigo, ia acordar mais cedo que eu só pra se ajeitar e eu não a ver com cara feia de quem acabou de acordar. Sério meninas, apenas parem com isso! Vocês podem não saber, mas uma das coisas mais sexys que vocês podem fazer é acordar do lado do cara, vestindo uma camisa dele e dar aquele sorrisinho bobo ao abrir o olho que só mulheres sabem fazer. É meio que involuntário, mas é MUITO bonito! 


O que eles pensam sobre sair sem maquiagem:


Igor Coelho
Depende. Quando a menina não usa maquiagem nunca, eu não curto. Eu gosto de maquiagem, acho bonito (inclusive sei o que é Mary, Kay, base e um curvex, acreditam? hahaha). Mas deixar de usar maquiagem de vez em quando não tem o menor problema. Em primeiro lugar, porque existem meninas que ficam lindas com o rosto "natural". Em segundo, porque há lugares em que muita maquiagem é dispensável, como no colégio ou na academia. E em terceiro lugar, porque deixar de usar maquiagem de vez em quando faz com que no dia em que você tem aquela festa bacana e capricha no visual, as pessoas reparem muito mais.

Iago Annes
Eu particularmente gosto de mulheres "ao natural". Não que eu não ache linda a mulher trabalhada, mas existem ocasiões e ocasiões. Mulher que se pinta muito acho que tem muito a esconder, minha opinião masculina cega talvez; mas aquela que fica linda sem maquiagem e com maquiagem, dispensa comentários. 





Daniel Bovolento
Aí eu até entendo. Mulheres, geralmente, são vaidosas com a vida social. Maquiagem é meio que o escudo feminino contra os olhares de outras mulheres. Elas se maquiam pra elas mesmas e não pros homens. Quem vai reparar são as amigas, as rivais e afins. No fim, se ela for interessante, não há cara que resista à ela com ou sem cara limpa.





Vocês geralmente são mais sexys quando vocês acham que não estão sendo e esse é o problema. Vocês tentam ser perfeitas demais e acabam nem se ligando que são nas coisas mais simples, quando você tá desajeitada, cabelo preso estranhamente, sem se arrumar, que prestamos mais atenção em vocês e nos seus trejeitos. Um dica: parem de neuras! Sejam vocês, no jeito simples, no sorriso de canto, no jeito mulher. Um cara vai dar valor pelo que você demonstra pra ele e não por detalhes bobos do seu corpo. Como eu falei, são nas coisas mais simples que vocês mais se sobressaem. Parem de querer se enfeitar demais (claro que em algumas ocasiões é válido) e apenas sejam vocês, sem frescuras. Um homem vai saber apreciar isso!


E aí, gostaram? Menos neuróticas agora? :) Deixem sugestões pro próximo Banheiro Masculino aqui nos comentários!

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: O que eles acham sobre confessar seus sentimentos

E aí meninas, me desculpem a demora pra soltar o Banheiro Masculino, afinal, ficamos combinados de sair toda segunda-feira né? Mas é que esses garotinhos demoraram um pouco pra me mandar suas opiniões (estavam muito ocupados com sei lá o quê...) e resolvi deixar pra postar hoje. O tema é simples e direto: eles gostam de mulheres que falam abertamente sobre seus sentimentos? Eles gostam daquelas que escondem, fazem mistério? Hoje vamos saber tim-tim-por-tim-tim!




O que eles pensam sobre mulheres que falam abertamente sobre seus sentimentos:





Iago Annes
O maior problema de quem não demonstra algum tipo de sentimento é o medo de baixar as barreiras, se envolver e se machucar. Mas deixa eu mandar uma real: ninguém tem bola de cristal, nem homem e nem mulher, se você sente algo por alguém diga, simples e claro. A real é que essas de joguinhos de conquista vão até onde você enxerga que a coisa tem ou não possibilidade de dar certo, se você nota um sentimento tácito mútuo, não se prive de arriscar não. Não estou falando em pular de cabeça, porque pular de cabeça machuca, deixe o cara tomar a iniciativa, SEMPRE deixe ele tomar a iniciativa, mas entenda que eu digo iniciativa e não andar o caminho inteiro sozinho, sentiu que é recíproco e verdadeiro, viva isso! Tenha maturidade e calma para perceber o que não é ilusão da sua cabeça. Mas se você esta se segurando para dizer qualquer coisa é porque, muito provavelmente, você ja pensou e muito na ideia, então se tem condição dada, vai em frente. Hoje em dia tem muito homem que reclama que da iniciativa, da condição e não tem reciprocidade. Não seja dessas loucas que declaram amor eterno em 1 semana, sem extremos, sem ser pegajosa! No fim das contas erros são inevítaveis e perfeição não existe seja qual for o relacionamento, não deixe o medo de errar inibir seu medo de arriscar, você pode perder uma pessoa sensacional.

Oscar Filho
Começo falando que as meninas tem MUITO medo de expressar sentimento. É meio que um dos maiores tabus da era dos relacionamentos quando você fala disso. Mas dai vem a pergunta: por que? É bem verdade que conheço muitos casos em que as pessoas abrem o jogo e expressam o que sentem e acabam se complicando depois. Mas qual a lógica disso? Teoricamente quando você tem sinceridade, e é isso que se espera de qualquer tipo de relacionamento, as coisas acontecem de uma forma melhor. Mas nesse caso em específico parece que não é assim! Particularmente eu curto bastante quando as meninas são sinceras comigo, de qualquer jeito, e faço de tudo pra que seja recíproco, sem experiências trágicas. Pense assim: por mais que doa ou por mais que você não queira falar porque "vou ficar me achando" depois, apenas seja sincera! Mas dai você vai dizer: "sou sincera, expresso o que sinto e o cara acaba não me dando valor". Então pronto... É porque ele não era pra ser o seu cara! Pessoas que tem que estar perto de você são pessoas que são sinceras como você assim como você deve ser com elas. A sua parte você vai estar fazendo. Seja sempre você, se tiver vontade fale! Mas cuidado, também não é pra sair falando "eu te amo" pra todos os lados e pra todo mundo que você encontra por ai, né?  Fora isso, já podem ir la no meu twitter ou facebook falar o que vocês sentem por mim, tá?

Igor Coelho
Pra mim é fácil falar (abertamente rs) sobre meninas que falam abertamente. Eu sou o cara do diálogo. Acredito que uma conversa resolve tudo, que todo mundo deve abrir o jogo e vamos ser felizes... PORÉM, não vá sair por aí anunciando o que você sente por qualquer cara (lei da vida!). A chance de alguém interpretar mal ou se aproveitar disso existe. E aí a sua sinceridade pode trazer problemas. Fale abertamente sobre o que você sente para um cara que sinta algo por você, que fale dos sentimentos dele, que se exponha também. Se só um lado abre o jogo, é injusto. Eu acho ótimo quando uma menina revela o que sente, o que gosta e não gosta, o que pensa sobre mim e sobre nós. Quando os sentimentos estão pro lado de fora acabam os joguinhos de adivinhação, diminuem as chances de alguém se decepcionar com uma atitude (ou a falta dela), o casal se conhece mais, enfim... o relacionamento só ganha! Funciona assim: chateou? Fala. Tá triste? Chora. Tá feliz? Ri. Perdeu a vontade de sair? Explica. Me ama? Fala bem alto (todo dia, por favor). Diminui as incertezas, é maduro, é seguro. As vezes falar o que sente significa uma DR. E daí? Eu não vejo essa coisa negativa que as pessoas enxergam na DR. É simplesmente conversar, se abrir, provar que confia em quem está do seu lado.

Tiago Lima
Não vejo problema algum na mulher que fala abertamente sobre seus sentimentos, desde que sejam sinceros. Algumas mulheres têm mania de querer passar imagem de desencanadas a todo momento, sem coração, que não tá nem ai pra ninguém, achando que dessa forma vai conquistar todo mundo. Acho isso uma ingenuidade. Não expôr o que sente afim de se mostrar uma "durona" não é a melhor maneira de conquistar as pessoas, existem tantas outras características mais interessantes em uma mulher, pra quê se apoiar nisso? A conquista está em outros valores, você vai atrair as pessoas certas de outras formas. Falar ou não falar sobre sentimentos é apenas um detalhe que você deve aprender como usar. Tudo o que acontece naturalmente é mais gostoso, e é por esse motivo que acho que falar dos sentimentos sinceramente pode ser fundamental para o começo de alguma relação. Expondo sentimentos ou não, tudo precisa acontecer de uma maneira saudável. Relacionamento não é um jogo pra ver quem tá mais apaixonado. A mulher não pode estar contra o homem, e sim estar com o homem. Amigos e não adversários. Se os dois estão se relacionando, existe algum motivo. Relacionamentos existem para fazer bem às duas partes, simultaneamente. É uma relação ganha-ganha, onde um ajuda o outro a subir, a ir pra cima na vida. E pra ser assim é preciso transparência no que um sente pelo outro. Se não for dessa forma não vale a pena existir o relacionamento, por mais que tenha sentimento. Daí é hora de aprender esquecer, desapegar e partir pra próxima fase e ponto final. E se for falar de sentimentos, fale quando você estiver bem consigo mesmo e não torne esse momento uma coisa chata e obrigatória, garanto que o resultado será melhor. Pessoas inseguras e com baixa autoestima tendem a transparecer fraquezas e características que não são muito atrativas.

O que eles pensam sobre mulheres que não falam muito sobre sentimentos:



Iago Annes
Sou total a favor de não demonstrar também. "Como assim Iago você incentiva a demonstrar e a não demonstrar?" Eu incentivo a não demonstrar quando não há sentimento, esse negócio de mistério tem prazo de validade para ser legal e em geral é sempre bem curto. Poucos são os caras que curtem estar com uma garota que não passa a o quanto gostam de estar com eles, se é para não ter nenhum tipo de "feedback" qualquer MINA (menina) por ai serve. Novamente, sem extremos, sem rastreadoras do amor ou delegadas da paixão. Se você não liga de ser qualquer uma, se o cara não merece, vive esse anonimato sentimental e aproveita, caso contrário, se você gosta de ser o tipo que prende, que valoriza e é valorizada, muda de conceito.

Não sei se sou cético demais, mas acho que guardar os sentimentos pra si só, mesmo sentindo e tendo vontade de falar, é uma coisa muito egocêntrica. Pode ser que por medo de se magoar depois, as pessoas acabem se privando demais de expressar algumas coisas legais, que poderiam somar em uma relação. Pra mim, se você é capaz de esconder um sentimento legal, também vai ser capaz de esconder algumas outras pequenas coisas. Você não pode julgar o mundo por uma experiência errada que teve, é pensar pequeno demais assim. Mas se eu gostar de você, isso não vai mudar a forma do meu gostar. A sua atitude apenas poderia melhorar tudo. A dica que dou é: mesmo que você não se sinta segura em expressar o que sente, tente. Por menor que seja a forma do seu expressar, já vai colaborar de alguma forma para que o cara também se decida, pra bem ou pra mal, se ainda não estiver seguro de algo. Dai pra frente, deixa que as coisas irão acontecer. Don't be afraid!

Igor Coelho
Pelo que eu vejo, na maioria dos casos, não passa de auto-proteção. O que é bom! Quem fala muito do que sente, uma hora fala pra quem não merece ouvir. Essa insegurança é importante. PORÉM, na hora de iniciar um relacionamento mais estável eu vejo problemas. Imagine que você começou a sair com um cara e (pra sorte dele) está afim de sair mais vezes ou até namorar, só que ele não dá sinais de querer a mesma coisa e você não quer se expôr. Será que o que não falta é ele saber das suas intenções? Querendo ou não, as pessoas criam expectativas: se você ficou doente, espera que ele apareça pra cuidar de você; se é seu aniversário, espera um parabéns diferente; se tirou nota baixa, espera algum apoio. E quando essa expectativa não é correspondida, qual será o motivo? Você espera que ele adivinhe? A chance de frustração é grande. Talvez vocês estejam escondendo os sentimentos um do outro. Talvez falte um conhecer melhor as coisas que o outro valoriza e sente. Na minha opinião, esconder o sentimento é ruim e atrapalha a relação.

Tiago Lima
Esse é um assunto que não podemos usar de tanto extremismo, ou seja, talvez o ideal seja nem demonstrar muito e nem demonstrar pouco o que se sente. É claro que não falar o que estamos sentindo muitas vezes é bom, tem bons efeitos. Na verdade o silêncio muitas vezes é uma resposta maravilhosa (não só nos relacionamentos afetivos). Muitas vezes ficar calado pode salvar situações. Não falar o que se sente desperta a nossa curiosidade ou o nosso receio em saber o que se passa pela cabeça da mulher. Me atrevo a dizer que muitas vezes rola até um "medo" de como é que a mulher está pensando, já que ela não fala nada e mulher é uma coisa que nem sempre se entende. E esse medo é saudável (para ela). Homem tem menos frescura. Esse lance de deixar a outra pessoa curiosa e incerta de seu sentimento com ela pode ser eficiente, mas dentro de limites! Temos que lembrar que relacionamento não é um jogo. Ninguém tá ali pra ganhar do outro. Eu acho que a partir do momento que rola sentimento no relacionamento essa fase de "não falar nada" sobre o que sente tem que passar. Se você for parar pra pensar, isso é ridículo. Acho que tudo precisa ser mais sincero e espontâneo. Tudo o que acontece espontaneamente (sem forçar situações) acontece de uma melhor forma e mais verdadeira. O que vai me prender ou não a uma mulher não vai ser o fato de ela ser uma mulher sem coração, escrotona, que não se apaixona. Isso ai é besteira, é coisa de casinhos de adolescente. Então, eu não vou gostar mais ou menos de uma mulher porque ela fala de seus sentimentos ou não. É bom saber o que ela sente, mas é claro que expor sentimentos demanda cuidado pra não falar demais na hora errada. O segredo é "como" falar, "quando" falar e "quanto" falar sobre sentimentos. É preciso um cuidado sobre isso, nenhuma palavra pode ser banalizada. Eu não sou muito romântico e também não sou coração de gelo, mas vamos combinar que é chato pra caramba aquela mulher super apaixonada que fala toda hora que te ama, que você é lindo e blablabla, às vezes parece até falsidade. Mas, por outro lado, escutar da mulher (nas horas certas) que ela te admira muito, ou que você é importante pra ela, ou receber aquela mensagem inesperada e sem motivo (ou qualquer outra coisa carinhosa, espontânea e original) é sensacional, apaixonante, vai me fazer admirá-la ainda mais. Expôr sentimentos é bom, com a dose certa e com o jeito certo. Essa história de não falar nada do que sente já era. Deixa ser como será, não tente manipular tanto. Não banalize suas palavras e muito menos os seus sentimentos, fale o certo na hora certa. Mas também, nunca fale demais.



Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Tudo sobre o primeiro encontro

Hoje o Banheiro Masculino vai ser um pouco diferente. Ao invés de estabelecermos uma disputa entre formas de se vestir, agir, etc, nós vamos te dizer como eles gostariam que você agisse. Calma, eu explico. Lancei o desafio para eles de descreverem um primeiro encontro: o que eles gostam, não gostam e até o que os faz ligar no dia seguinte. Afinal, sempre ficamos com essa dúvida né? Onde erramos?





O primeiro encontro:


Daniel Bovolento
Acho que a garota tem que ser espontânea. Se ela forçar simpatia, ou fingir que gosta do lugar só pra me agradar, ou dizer que a minha banda favorita é a mesma que a dela (sendo que ela só conhece uma música) é ruim demais. Prefiro que ela realmente mostre o que a gente tem em comum e daí o assunto flui. Se não tiver muita coisa em comum, é bacana usar isso a favor. Eu quero que ela me ensine algo que não sei ou que faça com que eu me sinta surpreso e curioso, além de admirado por alguma coisa que ela faz, por mais boba que seja essa coisa. Eu quero vê-la contando sobre ela e sobre o que ela vive com paixão. É assim que eu costumo me apaixonar por quem já é apaixonada por si mesma. O que não pode rolar de jeito nenhum é forjar uma personalidade que não é sua. Ninguém sustenta máscara por muito tempo. Além disso, eu recomendaria nunca citar as palavras “filhos”, “casamento” e alguma expressão que envolva “a gente” como se já fôssemos um casal. Isso dá impressão de afobação pra mim e eu corro. Prefiro a guria que vai devagar e me faz ter vontade de conhecer mais sobre ela, o que vai me fazer ligar no dia seguinte automaticamente. Ainda mais se o beijo (ou algo mais) foi bom e a companhia foi bacana. No geral, acho que homem liga mesmo quando sentiu que teve química e que o encontro foi bacana. Se ela ficou falando sobre ela e sobre as amigas (e coisas fúteis demais), o cara fica entediado e torce pra ir embora. A ligação do dia seguinte é só um reflexo do tal encontro – com exceção dos babacas de plantão.

Igor Coelho
Bom, em primeiro lugar acho justo vocês saberem que homem também fica nervoso no primeiro encontro. Se eu vou sair da minha humilde residência só para encontrar você, é natural que eu pense duas vezes antes de qualquer coisa. Desde a meia que vou calçar até a forma com que vou me comportar. Eu espero que você esteja linda, então sei que vou ser avaliado e quero causar boa impressão também, ok? Por favor, seja flexível. A gente não se conhece muito bem e talvez eu não saiba as coisas que você mais gosta de fazer. Claro, não precisa aceitar ir a um lugar que você não goste. Dê sua opinião, ouça a minha e vamos decidir juntos o que fazer. Se conseguirmos, já é um sinal que a gente se entende! Permita minhas gentilezas. No primeiro encontro é tudo comigo. Delicadamente você põe a mão na bolsa na hora de pagar o cinema, a conta do bar ou do restaurante, mas eu vou dizer que hoje é comigo e você não precisa insistir muito, combinado? Na minha opinião, isso é obrigatório. É o mínimo de cavalheirismo que um sujeito deve ter. E se eu perceber que você não vai me dar medalha de ouro em breguice, vou abrir a porta do carro para que você entre, tá bom? Se a menina me trava nessas horas eu já acho logo que ela não tá curtindo...Vamos conversar amenidades: televisão, Internet, música, estudos, etc. É assim que eu espero começar a te conhecer, saber se seus gostos combinam com os meus e como você se comporta. Se for bom, vamos nos encontrar mais vezes e aí os assuntos mais “pesados” (por exemplo, relacionamento) podem surgir. Falar do segundo encontro durante o primeiro cria uma pressão que pode assustar. Mesmo que eu esteja a fim. Normalmente primeiros encontros são bons. O casal começa meio travado, mas se solta. E como os dois querem agradar, a coisa flui. Talvez o primeiro beijo não seja o melhor de todos (provavelmente não será), mas essa parte a gente ajusta com o passar do tempo. O importante é que um deixe uma lembrança legal na cabeça do outro. Não é uma balada cheia de gente e música alta, é um momento mais nosso. Vamos cuidar de nos divertir e conhecer melhor. Ah, ligar no dia seguinte? Pra mim isso é natural, quase obrigatório. Mesmo que o encontro não seja incrível. Mas eu sei que nem todos os caras ligam. Provavelmente porque não curtiram tanto ou não querem dar sinal de compromisso. Mas e aí? Você quer o segundo encontro? Faça acontecer. Dois ou três dias depois mande um SMS, procure ele. Às vezes é o empurrãozinho que falta para a história continuar.


Iago Annes
Primeiro de tudo vou apoiar ao clichê de ser você mesma, se vai começar se fazendo algo que realmente não é, já pode parar por ai, dar meia volta e seguir para outro encontro. Mas alguns conselhos podem dar uma ajuda para causar interesse no cara. O cara te ligar no dia seguinte ou te mandar uma mensagem depende muito se você vai agradar ele com seu jeito no encontro, então seja bem humorada, não fique encanando se o lugar esta perfeito, se ele escolheu a dedo, etc. Homens curtem mulheres flexíveis e despreocupadas. Curta o momento ali e isso já basta para mostrar que você não está fazendo ou pensando em um milhão de planos, homens são objetivos então seja objetiva também. Não queira tomar as iniciativas de qualquer coisa, deixe que nós fazemos isso, aliás, isso é um bom termômetro para você saber se ele vale a pena, digo repito e volto a dizer, homens sem inicativas não valem a pena, vão por mim. Na minha opinião não é preciso ficar em torno apenas de assuntos sérios e cultos, pelo contrário, as diversões, o que atrai muito homens, são conversas engraçadas. Se alugar nosso ouvido para falar de ex muito provavelmente não vão passar do primeiro encontro. Mulher tem que ser bem resolvida. Deixe as coisas acontecerem, no fim se você não for aquelas loucas que assustam, for uma garota descontraída e segura de si, se o cara não te procurar fica tranquila que o problema não é você e sim ele. Que perdeu uma garota incrível. Não tente forçar um reencontro caso o cara não te procure. Do contrário, se ele te procurar de novo, demonstre interesse. Sem desespero ou muita empolgação, deixe sempre um ar de mistério no ar.


Oscar Filho
O primeiro encontro e o velho tabu de o porque de não ligar no dia seguinte, né? Na verdade acho que não tem uma fórmula, não tem uma solução, não tem uma regra, não tem um porque... Simplesmente as coisas acontecem e tomam um rumo que, algumas vezes, não é o que esperávamos! Se você escolhe sair com um cara, é porque teoricamente ele te atraiu de alguma forma. E normalmente você não vai querer que aquilo acabe como se fosse num sonho: Você acorda, ele tem ido embora e vocês nunca mas se vêem. É bem verdade que muitas vezes os homens, assim como as mulheres, estão afim de uma noite apenas e isso tem que mais ou menos ficar claro no papo que rolar pra que não fique chato depois pra um dos lados. Mas acho que mulheres tem que ser simplesmente mulheres... Se o cara saiu com você e você saiu com ele, é porque, como falei, de alguma forma se atraíram e isso não tende a ser passageiro. Gosto das coisas que fluem naturalmente, sem parecer forçadas. A surpresa, a atitude (como já falei aqui), o novo... Tudo isso encanta e fascina os homens e fazem com que o famoso tabu de não ligar seja só um tabu mesmo. Como disse também, não existe uma fórmula de o que fazer e o que não fazer. O lance é curtir o momento, deixar coisas boas, coisas marcantes e não apressar o passo. Exemplo: tem menina que chega no primeiro beijo, na primeira hora que estão juntos e já está fazendo planos do que vão fazer daqui há 1 mês, da viagem, das coisas juntas ou sei lá o que... Deixem que as coisas aconteçam, vá seguindo o ritmo, dite seu ritmo também, mas não apresse a situação. Viva cada segundo separadamente, pois fatalmente, se você quiser, aquilo vai ter continuidade. É bem verdade também, que muitas vezes os homens deixam meio que de lado as mulheres por causa da frigidez das mesmas. Meninas paradas demais, que esperam sempre que o cara tome alguma atitude, acabam por enjoar um pouco rápido, pois caem na mesmice e no tédio. Sejam espertas, inteligentes, conversem, se interessem, entrem no mundo. Aposto que as coisas serão bem mais legais se vocês entrarem num papo legal, numa sintonia legal. É facial se assim vocês quiserem. Dai nunca mais vão reclamar por ai que o cara não te ligou no outro dia! Lembre-se, muito mais do que esperar que o cara ligue é conseguir fazer com que ele ligue. E pra isso, é preciso atitude na hora certa!  PS: Porque mulher não pode ligar no dia seguinte também?

Tiago Lima
Quando conheço uma mulher e de cara já a acho interessante eu começo a prestar atenção nos detalhes. Detalhes a que me refiro vão desde a cor dos olhos até o jeito como ela arruma o cabelo ou bebe o seu drink. Confesso que, para mim, há vários tipos de "gostar de uma mulher" que acabei de conhecer. Sem hipocrisia, tem mulher que você já imagina como seria se fosse sua namorada, mas tem outras que você apenas imagina sem roupa na cama fazendo tudo o que você quer e depois desaparecendo sem nem um beijinho de despedida, apenas. É claro que a atração física é fundamental, afinidade com o estilo estético da mulher é um ponto muito importante, pois funciona para chamar a minha atenção e estimular a vontade de querer conhecê-la mais a fundo. Mas tem um porém: quando a mulher bonita chama a minha atenção não primeiramente pela beleza, mas sim por ser divertida, espontânea e charmosa, o interesse é absurdamente maior. O que estou tentando dizer é que: mais vale uma bonita mulher com boa personalidade do que uma linda, maravilhosa e gostosa que não tem o mínimo de espontaneidade e não acrescenta nada ao ambiente além da sua beleza. Eu não gosto de pessoas mais ou menos, sem sal. A mulher precisa ter, além da beleza física, aquele charme espontâneo e aquele gostinho de "de bem com a vida", e é isso que me atrai e me faz ligar no dia seguinte. Obviamente, também existe uma força maior (se é que vocês me entendem) que me faz querer ligar no dia seguinte ou manter contato com a mulher que só é gostosa e chata também, porém, não acredito que teria alguma coisa séria com ela, só ligo por causa da tal força maior que nasceu comigo. E é exatamente essa força maior que faz eu "me apaixonar" umas 10 vezes na noite, mas, como vocês devem imaginar, nada grave. Convenhamos, em baladas o que me atrai em uma mulher é se ela é linda ou não, simples assim. O que vai determinar o meu interesse pós-balada sem dúvidas é a mulher que tem o jeitinho diferenciado das outras da noite, com um pouquinho de mistério, aquela mulher que eu sei que dá mais valor pra ela e pro futuro dela do que pra qualquer homem. Enfim: Não fique super bêbada. Seja simpática e educada (é charmoso). Não seja simpática demais. Me deixe curioso. Não tente mostrar alguma coisa que você não é (dá pra perceber). Não tente mostrar toda hora que o bom mesmo é ser solteira e cair na night. Seja interessante naturalmente. Tenha opinião. Não fique em cima do muro em todos os assuntos. Não tente se fazer de mulher mais difícil do mundo (na maioria das vezes é mentira). Não seja feia (se esforce pelo menos). Não fale de ex na primeira vez que me conheceu. Não dê ideia pro mundo inteiro. Nariz um pouquinho empinado é charmoso. Seja cheirosa. Seja espontânea e me dê o seu telefone, quem sabe eu te ligo qualquer hora pra a gente bater um papo e falar sobre a vida?!

É, deu pra aprender bastante hein meninas? O que acharam?

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Banheiro Masculino: Baladeiras ou Caseiras? Que bebem ou não?

E aí meninas, animadas para mais um Banheiro Masculino? Hoje iremos falar sobre comportamento: o que eles pensam sobre garotas que bebem? Que gostam de ir pra balada? E o que eles pensam sobre garotas que não bebem? Ou que são caseiras? Vamos descobrir o que se passa pela cabeça desses seres tão misteriosos e complicados... Ah, antes de começar apresento a vocês um novo convidado: Igor Coelho. Espero que gostem!





O que eles pensam sobre garotas que bebem:




Daniel Bovolento
Eu gosto de mulher que socializa. Só não curto aquelas loucas que ficam trêbadas, caindo pelos cantos e fazendo a gente passar vergonha. Não gosto nem de ver amigos assim. Bebida é pra você descontrair, ficar no grau e se divertir com mais facilidade. Mas acho que mulher que bebe só de onda ou só para aparecer é babaca demais. Beba com ou sem moderação, só não espere que eu vá ficar feliz do lado segurando o seu cabelo enquanto você vomita no banheiro da balada.



Oscar Filho
Não é muito legal você encontrar/conhecer/sair com uma mina que bebe muito e fica se passando na frente de todo mundo né? Fica aquele clima chato, você fica com vergonha, acaba estragando a noite... A maioria das pessoas que eu conheço gosta de beber, é bom, a gente se diverte. Mas não pode ser exageradamente pra sair do seu senso e acabar fazendo besteira. Ter uma companheira que te acompanhe nas bebidas é legal, desde que seja bem de boa, moderado! Eu prefiro! Mas como falei, tem que beber pra se divertir e estar junto comigo e não pra sair fazendo merda por ai!

Iago Annes
Claro que sem dar vexame. Acho interessante mulher que sabe das coisas e geralmente aquela mulher que bebe conhece drinks, novas bebidas, misturas, etc. E como já disse aqui  antes; aqui gosto de gente que agrega ideias, opiniões e sim até mesmo drinks! Aquela que sai para beber contigo e dar altas risadas juntos, na medida certa é mais um charme que elas podem ter.




Igor Coelho
Olha, eu sei que parece besta, mas eu vou confessar: acho um charme a mulher que bebe. Não somente pelo ato de beber, mas por saber escolher um drink, apreciar um bom vinho ou simplesmente dividir comigo aquela cervejinha de sexta-feira. A menina que bebe ainda me dá a oportunidade de oferecer a ela um drink, que é uma abordagem que eu gosto. E eu vou adorar observar como ela segura o copo e como bebe daquele jeito delicado e como isso deixa a troca de olhares mais misteriosa. Mas é claro, a bebida é uma parte de tudo, não pode ser o motivo da sua diversão. A mulher que passa o tempo todo visitando a fila do bar e depois perde a linha, perde também pontos comigo.


O que eles pensam sobre mulheres que não bebem:


Mulher que não bebe, pra mim, não tem problema. Só não gosto de ser criticado por beber. Se tá comigo é porque, teoricamente, aceita que eu beba com meus amigos, me divirta na balada e tal. Não quer beber, beleza. Mas também não quero uma múmia do meu lado que só bebe chá e não se anima, não se diverte. Conheço mulheres que não bebem e que são ótimas companhias. É desse jeito que prefiro: que sejam ótimas companhias independente de beber ou não.



Tem que ter a "motorista da rodada" (apesar de que mulher no volante...) HAHAHA brincadeira! Bom.. se a mina consegue se divertir, dançar e curtir a balada ou os lugares que sai sem beber é completamente de boa! Você não tem que ficar se preocupando se ela vai beber demais, se vai fazer besteira, se vai se passar... Todo mundo escolhe a forma de como vai se divertir. Se a menina prefere ficar sóbria e rindo dos outros bêbados, a escolha é dela! Mas não pode ficar de cara feia, tem que se divertir também!


Respeito, mas se é porque não gosta do sabor eu até entendo e nada tenho contra. Mas aquelas que não bebem para não perder a linha eu não confio não... Dá uma ideia direta de falta de auto controle e imagina só, se ela não se controla na bebida que dirá em outras coisas? Ou será que quer pagar de santinha? Não sei. 






Igor Coelho
Essa história de que só quem bebe se diverte é mentira. Conheço meninas divertidíssimas que não bebem uma gota de álcool. Não beber não te faz menos madura, nem menos escolada. Mas com certeza a primeira impressão que me passa é de uma pessoa mais “certinha”. Certa vez uma menina disse pra mim que eu poderia beber, pois ela poderia conduzir o carro depois. Eu achei uma atitude bem tranquila e madura.




O que eles pensam sobre garotas baladeiras:


É o tipo mais fácil e bacana de encontrar. Numa balada, num barzinho ou em algum lugar por aí. É o tipo de mulher que você vai conhecer, se encantar, bater um papo animado e por aí vai. Numa relação, é bacana que ela tenha amigas e queira sair com elas, mas sem exagero. Assim como eu considero que um cara também entenda que num relacionamento os finais de semana devem ser divididos entre a namorada e os amigos. 



Mulher que sai muito, geralmente conhece muita gente! A noite é um reduto aberto pra os encontros e desencontros das pessoas. Você fatalmente vai acabar conhecendo(e se interessando) por alguém na noite! Eu sou um cara que saio bastante(ou pelo menos saía), consequentemente gostaria de ter uma companheira que me seguisse nisso né? Mas há casos e casos... Falo que queria alguém pra me acompanhar, mas só se esse alguém já estivesse comigo. Passar a conhecer alguém que sai muito, você fica sempre com um pé atrás!


Curto muito sair para vários lugares diferentes e para mim mulher tem de ser parceira, então prezo mulheres que gostem de sair, que topam ir nos mais variados lugares e sabem curtir cada um. Tem que ser animada! Normalmente mulheres que curtem sair são mulheres com "jogo de cintura" porque já foram em todos os tipos de lugar! Aão dessas que com uma música aproveitam até o pior lugar do mundo. Encantadoras.





Igor Coelho
Mulheres que saem muito me dão impressão de independência. Esse tipo de mulher assusta muito cara, porque ele pensa: “caramba, ela se vira, ela curte mesmo! Mesmo que eu não esteja por perto”. Ela também passa uma impressão de mulher mais flexível, que vai querer se divertir, seja pra curtir uma balada, ir ao shopping ou a um jogo de futebol... ela tá ali pra curtir! Essa mulher me chama atenção porque eu quero conhecer as experiências dela, saber que tipo de lugar curte mais, conhecer os lugares que ela frequenta e apresentar os meus points favoritos.


O que eles pensam sobre garotas caseiras:


As caseiras que me perdoem, mas como é que vamos encontrá-las se elas só ficam em casa? Eu até curto um programinha de sofá, mas nunca sair é impossível. Ter acesso a lugares bons, sair pra jantar, pra balada, pra se divertir com amigos e socializar é algo que não consigo descartar, mesmo numa relação já iniciada. Acho bacana que tenham seus valores de casa, mas isso não significa que tenham que ficar presas e enfurnadas dentro de casa sempre. Enfim, não me agradam muito.



Geralmente são as meninas tímidas das quais falamos no post da semana passada. É interessante quando você conhece uma menina mais tranquila assim. Você se interessa por conhecê-la melhor já que ela não está "contaminada" pelo ritmo frenético da noite! Dai você se adapta ou traz ela pro seu mundo... Teoricamente é mais facil você conseguir levar ela com você, do que fazer as que já saem pararem de sair. Eu prefiro assim, pois conseguimos moldá-las na medida do relacionamento! Teoricamente é pra existir um meio termo, mas sei que vocês não gostam de meio termo e por ser como falei, as caseiras são mais convidativas

Ficar muito em casa me dá desespero, e antes que digam que ninguém aguenta sair todo dia... Eu digo que eu aguento!! Não gosto de ficar em casa, ainda mais dias fatídicos de saídas. Não que eu não tope um sofá nesses domingos tediosos e filmes em dias chuvosos preguiçosos - não só topo como sou muito a favor!! Noites em casa com vinhos e filmes tem seu charme e grande parte do meu coração, porque sou bem preguiçoso. Mas ser predominantemente caseira, sinceramente não gosto não. (estão vendo porque convidei o Iago pra ser meu colunista?? Isabela aqui haha)


Igor Coelho
As gatinhas caseiras normalmente são mais românticas, não é? É aquela menina que vai valorizar aquela tarde com filme alugado, pipoquinha, refrigerante e o conforto do lar. Dentro de casa você tem muito mais opções do que parece. A menina me ganha se topar jogar videogame, se formos pra cozinha inventar um lanche, ou fazermos qualquer coisa boba tipo ficar juntos na Internet rindo da vida... As meninas que ficam mais tempo em casa, muitas vezes, têm uma relação mais próxima com a família e isso é uma coisa legal. Sou um cara mais caseiro e gosto das caseiras, haha.





Gostaram do tema de hoje? O que vocês gostariam de ver semana que vem? :) Deixem seus comentários!

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.