Banheiro Masculino: Amizades e Namoros Virtuais

Oi, gente! Como vocês estão? Domingo de muito frio? Quarta feira foi dia das meninas contarem um pouco mais sobre seus "relacionamentos" via internet. Hoje é o dia deles!! Os meninos vão abrir o coração e contar se eles também já namoraram fakes no orkut. HEHEHE. E ah, como eu disse lá no twitter, o Gusta e o Leo saíram do BM (#chatiada), mas acontece né gente. Hora de mudar! Então os meninos que se interessarem em participar da coluna, comentem o post respondendo as perguntas de hoje. Os que eu mais gostar vou chamar para participar da coluna. Combinado?!

banheiro-masculino

Conheça os participantes:

ygorYgor Freitas O mesmo da temporada passada do Banheiro. Gosto de surfar e sou pisciano. Amo andar de skate, curtir uma balada e sou Belieber, Directioner, Libriano, Lovatic e Capricorniano. Tento fazer uma bio legal para compensar o seguinte fato: a dona desse blog colocou todo mundo mais bonito que eu nessa coluna (sério, olha esses caras aqui embaixo). Escrevo aventuras no Improbabilidade Infinita, ofensas no meu Twitter e finjo ter uma vida adorável no meu Instagram e Facebook.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik Oi! Sou o novo integrante do BM. tenho 22 anos, curitibano e sou de escorpião, mas não sei o que isso significa. Sou um beatlemaníaco declarado, amo tocar violão, escrever e falar sobre sentimentos, principalmente, o amor. Tenho o blog Esperando no ponto pra falar de tudo isso. Sou ator, apresentador de um programa local e trabalho com mídias sociais. Você pode me acompanhar no meu instagram/ twitter @thiagobanik e pela minha página. Um beijo no seu coração.

11198721_10202891072752824_1274022539_n

Oi gente, meu nome é Gabriel Moraes, tenho 21 anos, queen bee, sou taurino e estudante de Ciencias Politicas. Amo moda, música e vivo para o entretenimento, tanto que tenho um reality show no snapchat (MoraesGabriel). Sou o primeiro a falar o que penso, mesmo que não tenha pensado tanto assim antes de falar. Sou para-raio de amigos carentes, não sei o problema deles, só sei que o que eles tem em comum sou eu. Nunca quis ser um bom exemplo, sempre preferi me divertir. Não me venham com vinagre porque aqui a salada é de fruta. Siga no Twitter, e no instagram @MoraesGabriel.

166088_195588023899995_263152491_nMe chamo Bruno Q Monteiro, sou carioca, publicitário, tenho 27 anos, leonino, ex-lutador, atualmente quase um monge budista e coloco minhas idéias pra fora na página: facebook.com/seufavorito. Mato e morro por meus amigos, sou fiel à eles como um mafioso siciliano e não aceito que alguém tenha o comportamento diferente disto. Fidelidade é algo sagrado na máfia também nos relacionamentos com a mulher. Mantenha um extremo respeito com a mulher e principalmente como ela deve ser tratada e muito bem amada! FIDELIDADE, HONRA E FÉ SÃO OS MAIORES VALORES DE UM HOMEM.

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Meu nome é Marcelo Teles, sou mineiro de Juiz de Fora, estudante de Direito e Psicologia, tenho 23 anos, escorpiano, solteiro, apaixonado por música e vascaíno sofredor. Sou chato, metido, prepotente e meio cafajeste mas, tirando isso, sou muito sociável e bem humorado! Espero que se divirtam! facebook.com/marcelotelesr, instagram.com/marcelotelesr.

large-436

1- Você já teve um namoro virtual?

ygorYgor Freitas Sim. Quando eu era adolescente, eu achava que um relacionamento poderia acontecer virtualmente pois só era necessário o SENTIMENTO. E esse sentimento chamado AMOR venceria qualquer distância. No final das contas descobri que eu era só burro mesmo. Namoros virtuais são uma roubada. Nunca mais.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik Com certeza, quem nunca teve aquela época de só achar interessante as pessoas que moram longe de você? Foi difícil pra caramba esses relacionamentos, principalmente que só eu corri atrás e gastei dinheiro com um monte de viagens que no fim não deu em nada.

11198721_10202891072752824_1274022539_nGabriel Moraes Já namorei virtualmente por uma semana mas não deu certo. Acho que nossas conexões eram diferentes hahahaha na verdade eu adoro um show né, então eu fazia o cara de Tamagoshi... Confesso que tenho o número dele até hoje e de vez em quando eu boto ele doido, acho que ele sente algo por mim ainda... Sabe?

166088_195588023899995_263152491_nBruno Q Monteiro Já, não chegou a ser namoro, mas foi uma coisa bem forte!


Acho que foi 2009/10, ela é do RN e eu aqui do RJ, mas a gente tinha tanta coisa em comum que era difícil chegar em casa e não dar relatórios detalhados do que aconteceu no meu dia, além do prazer de querer fazer parte e saber do dia dela também, depois ela acabou começando a namorar por lá e as coisas se perderam um pouco, mas até hoje cultivamos uma amizade bem bacana um pelo outro... Obrigado, Orkut! rs

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Marcelo Teles Nunca tive um namoro virtual, GRAÇAS A DEUS, porque não saberia lidar! E todo mundo que eu conheço que tentou, se ferrou... Não acho saudável esse negócio sem contato! Tirando o ciúme que não deve rolar! hahaha! Dá pra mim não!

large-437

2- E amizades virtuais, você cultiva?

ygorYgor Freitas Ah, isso sim. A maioria dos meus amigos de hoje conheci na internet e nunca vi ao vivo. Tipo, estamos em 2015. Já passou da época de acharmos amizade virtual algo de outro mundo. Se não fosse a internet eu jamais teria amigos do outro lado do mundo, do outro lado do país e viveria com a galera desprezível do meu bairro.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik Sim, a maioria dos meus amigos são virtuais, acho que estamos criando uma tendência em procurar amizades na internet, é mais fácil para desabafar e achar alguém que te entenda, sem essa pessoa sair contando para o seu círculo de amizade “física” o que você andou aprontando.

11198721_10202891072752824_1274022539_nGabriel Moraes Eu não tenho muitos, mas os poucos que eu tenho são porque valem a pena. Eu não sou uma pessoa que fica muito tempo na internet, então talvez eu pudesse dedicar mais tempo a eles, né? Mas eles estão soltos por ai, beijo pra galera virtual!

166088_195588023899995_263152491_nBruno Q Monteiro Conheci muita gente na internet, muita mesmo (inclusive aqui com o pessoal do BM e BF) , além de muita gente de grupos de debate no facebook, no instagram e até na minha própria página via inbox eu fiz várias amizades. Acho que amizade nunca é demais, a internet ajudou a nos ligar com pessoas do mundo todo, com imperfeições e interesses em comum. Cultivar é outro processo e um processo plural. As vezes parece que nessa 'era tinder' as pessoas se tornaram um pouco descartáveis, né? não tem você, problema, logo arrumo outra (o), vejo isso nas relações (ficantes e por ai vai), mas vejo isso nas amizades também.

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Marcelo Teles Amizade eu já acho mais tranquilo. Conhecer uma pessoa numa comunidade em comum do orkut (hahahaha) e conversar, trocar experiências, mandar uns nudes (TO BRINCANDO, NÃO FAÇAM ISSO!) é super normal! Eu acho que um dos objetivos da internet é esse, inclusive! Fazer você conhecer pessoas com interesses parecidos com o seu e que você não teria chance de conhecer.

large-438

3- Acha que relações que surgem na internet podem ser verdadeiras?

ygorYgor Freitas Podem sim, mas é preciso ter critério. Nesse sentido, é apenas uma relação interpessoal como qualquer outra. Você tem que entender os limites da amizade. Não vá sair por aí contando todos os seu segredos. Virtual ou não, é com uma pessoa que você tá lidando e pela internet você não conhece o "outro lado" dela. Só o que ela te mostra.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik Com certeza, pois não se trata de olhar nos olhos pra possuir algo verdadeiro, trata-se de caráter e respeito com o próximo!

11198721_10202891072752824_1274022539_nGabriel Moraes Eu espero que sim porque nesse momento eu to conversando com um G.A.T.O aqui e eu acho que vou vingar com ele. Se eu tivesse com alguma bebida na mão agora eu propunha um brinde a isso!

166088_195588023899995_263152491_nBruno Q Monteiro Não só acho, como tenho certeza!


Dos meus amigos mesmo, irmãos e tal, dois deles conheci pela internet e sou grato demais a essa rede por ter criado essa ponte a pessoas tão incríveis!

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Marcelo Teles Acho demais! Relações que surgem na Internet são como relações que surgem em qualquer lugar nos tempos de hoje! Eu conheci várias pessoas que continuam sendo amigos, pela internet. Tem uma pessoa em especial que eu conheci pelo Instagram e que está se mostrando muito importante! Tirando que eu conheci o Gabs por intermédio da internet e a minha vida seria mais triste sem os snaps dele (Se não seguem ainda, SIGAM MoraesGabriel no Snapchat e suas vidas nunca mais serão as mesmas! hahaha!)

large-440

4- Já namorou ou foi enganado por um fake? (quem nunca)

ygorYgor Freitas A primeira menina que eu conheci pela internet e quase virou minha namoradinha, no final das contas era um senhor de 54 anos.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik NUSS... com toda certeza, já me senti muito troxa me abrindo/apaixonando por um fake, principalmente quando você descobre que na verdade é um cara, ou melhor, seu primo te zuando e mostrando pra todos o quanto você é um idiota!

11198721_10202891072752824_1274022539_nGabriel Moraes Gente um fake ja pertubou a minha cabeça! Um "menino" de app que morava a 400m de mim me botava doido falando tudo que eu queria ouvir naquele momento, coisas como "você achou seu Kanye" ou "você vai ser minha Khloe e eu seu Lamar". Mas no fim ele ficou PUTO que eu não quis encontrar e ele descascou o abacaxi comigo.

166088_195588023899995_263152491_nBruno Q Monteiro Namorar não, enganado já.


Batia um super papo com uma pessoa, que, na verdade, era um ex-namorado de uma amiga que eu nunca tive nada querendo saciar as curiosidades e desconfianças dele.

10665761_724545777611814_1171496082479506930_n

Marcelo Teles Nunca! Tirando os fakes da Isabela que tentavam me adicionar no orkut, nunca tive problema com isso! hahaha!


large-441

5- Deixa um comentário sobre o tema ou conta alguma história...

ygorYgor Freitas Uma história? Tenho uma aqui que nunca vou superar. A primeira menina que eu conheci pela internet e quase virou minha namoradinha, no final das contas era um senhor de 54 anos.

Processed with VSCOcam with hb1 presetThiago Banik Independente se você tem relações virtuais ou físicas, o que eu posso te dizer é que seja ao máximo verdadeiro com os seus sentimentos e com o do outro, entenda que para a pessoa estar desabafando algo ou entregando o coração dela pra você, é sinal de que ela confia em você, não a decepcione. Insista em pessoas que te tragam algo de bom e desista das pessoas que só te dão lágrimas. É isso! E também quero dizer que amo ouvir histórias e ajudar pessoas que procuram alguém para desabafar.

11198721_10202891072752824_1274022539_nGabriel Moraes Queria comentar que eu sou calejado com esse negocio de fake. Eu sinto cheiro de fake a 2G de distância. Nem sei se dá pra medir giga em distância, mas vocês são espertonas vão entender o recado. Eu sou treinado nesse assunto porque muitos fakes já passaram por mim, o meu santo virtual é destruidor e meu exército de orixás da web é pesado.

166088_195588023899995_263152491_nBruno Q Monteiro A amizade se apresentará nas mais diversas formas!


As pessoas no mundo de hoje parecem que são moldadas pelo mundo escroto que estamos vivendo, as boas e que dde fato se preocupam são raridade! O Ego está cada vez mais inflado, as pessoas estão se achando mais que as outras e poucas, diria pouquíssimas, estão dispostas a sorrir junto ou por você. existe uma dificuldade imensa de você, atualmente, ver alguém que, mesmo na bosta fique feliz pelo seu amigo estar bem, como se o mundo girasse em torno do umbigo. Por isso, pela internet, pessoalmente, por onde for, valorize os seus, os de verdade. Aquelas que se mostram de caráter nos detalhes, aquelas que se preocupam com sentimentos, nos seus como amigo ou por qualquer outra, pessoas se revelam nos detalhes!

Escrito por Isabela Freitas

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.