10 coisas que uma mulher pode (e deve fazer) sem ouvir julgamentos

10 coisas

filha-09

Estou cansada de ouvir pessoas falando "Ai, é feio mulher fazer tal coisa", "Mulher não pode isso, não pode aquilo". Oi? Mulher não pode fazer uma coisa porque é… vejamos, mulher? Quanto desaforo! Resolvi fazer um post com as 10 coisas que as mulheres irão fazer SIM, e que as pessoas não podem se incomodar com isso.

1- Mulher PODE BEBER SIM. Até cair também. No boteco da esquina também.

Mulher não pode beber, mulher bebendo é feio, não gosto de mulher bêbada… Para as pessoas que falam essas frases nosso imenso FODA-SE. Somos mulheres sim, e gostamos de beber como os homens também gostam de beber. Beber independe de gênero. Nós temos direito a nos divertir, e a cair no chão, e a tomar glicose na veia se for preciso. 

2- Mulher PODE ficar com vários caras na mesma noite, SIM. 

Mulher tem que se dar o respeito, mulher tem que saber se valorizar, não pode sair beijando todo mundo assim… Então um homem pode se divertir ficando com várias em uma noite, e as mulheres só devem servir a eles? Ah, vai sonhando. Se a mulher quiser beijar um, depois beijar outro, e outro, e outro, o problema é dela. Todos nós temos um dia na vida em que estamos virados do avesso com vontade de sair dominando o mundo. E dai? Isso prejudica alguém? Por que o incômodo com quem a outra pessoa beija?

3- Mulher pode fazer sexo no primeiro encontro, SIM. E tomar iniciativa também.

O mesmo papinho é aplicado aqui. Imaginem o que irão pensar se você transar no primeiro encontro, nossa, isso não é mulher para casar… Fala sério. Mulheres também possuem desejos, e tem sim vontade de transar no primeiro encontro se a química for grande (ou até média! Haha). E quer mulher mais para casar do que aquela que não nega suas vontades e tem atitude quando quer algo? Pois é… 

filha-13

4- Mulher pode falar palavrão. E se reclamar a gente fala mais, porra.

Quem foi o idiota que inventou que mulher falando palavrão é feio? Se foder, né. A gente se estressa da mesma forma que os homens, e na hora de descontar nas palavras vamos falar o que? Ainnnn, poxa vida? Não. PUTA MERDA! 

5- Mulher pode pagar a conta. E pode te bancar também.

De onde tiraram que o homem tem que sempre pagar a conta? O homem tem que ser sempre o provedor da casa? Gentilezas podem ser feitas para ambos os lados. A mulher pode pagar um dia, o homem no outro, e em outras vezes dividirem. As mulheres hoje são independentes, trabalham, e tem muito sucesso em suas carreiras. Não precisam mendigar jantares, nem lanches no Mc Donalds.

6- Mulher pode sentar sem cruzar as pernas. E se reclamar a gente faz a posição de indío em cima da cadeira.

Eu nunca gostei de cruzar as pernas, sei lá. Dói, incomoda, fico me sentindo em outro corpo como se aquilo não me pertencesse. Não tenho modos. Mesmo. E qual o problema? Desde que ninguém veja meus fundos, eu posso me sentar do jeito que eu quiser. Com os pés em cima da cadeira sim, porém com classe sempre.

filha-10

7- Mulher pode jogar videogame, sim. 

De onde tiraram que jogo é coisa de menino? Mulheres também podem gostar de videogame! Mulheres podem ser melhores do que homens no videogame. Mulheres que jogam videogame não deveriam causar tanta estranheza. Com tantos jogos legais, por que deveríamos ficar com as Barbies? Isso não é justo. 

8- Mulher pode gostar de futebol, sim. Ir no estádio e xingar o time também.

Me lembro direitinho quando eu frequentava torcidas organizadas dos olhares que recebia. Alguns de admiração, "Olha, mulher que gosta de futebol". Outros de desconfiança "Fala a escalação ai pra ver se você entende mesmo". E a burra falava, porque eu queria provar para os machistas idiotas que mulher pode entender de futebol. Mulher pode entender mais do que um homem de futebol. Mulher também pode ir no estádio, xingar, se estressar, e se emocionar com seu time. Algo tão encantador como futebol, por que se restringir aos homens? Egoísmo? Nós também queremos participar, poxa.

9- Mulher pode usar saia curta, sim. E deve ser respeitada da mesma forma.

Com essa saia curta aí? Tá querendo. Aposto que é puta… Olha o tamanho da saia. Gente, o que é bonito é pra se mostrar. Se a mulher quiser usar saia curta, short curto, vestido coladinho, o problema é dela. Não é por isso que devem tratá-la com falta de respeito, ou ser julgada por suas roupas. Nem toda mulher de saia curta quer ouvir um FIU FIU na rua. Ou ter que aguentar um GOSTOSA sussurrado no ouvido a cada homem que passa. 

10- Mulher pode ter amigos homens, sim. E ser uma amizade de verdade, também.

Só anda com homem, aposto que já ficou com todos, todos já comeram… Aquela ali, anda com homem só para dar mole para eles. Posso contar um segredo? Amizade de homem é muito melhor, mais sincera, verdadeira, vitalícia. Então sim, mulheres podem ter amigos homens, e esses homens não necessariamente estão afim de ter algo a mais com elas. 

filha-01

E aí, vocês concordam? Deixa aí nos comentários.

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

#VEDA 10 – Tag: 50 fatos sobre mim

Vídeos

Oi, gente! Como disse no post do Banheiro Feminino, estou sumida daqui por motivos de: dor no pulso esquerdo na hora de escrever. Mas como gravar não dói, e Youtube é bom demais, tem vídeo meu novo :)

Hoje respondi a tag 50 Fatos Sobre Mim, e abri um pouco da minha vida pra vocês <3 espero que gostem, se identifiquem, e curtam!

Se você gostou, não se esqueça de curtir o vídeo, e se inscrever no meu canal!

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Banheiro Femino: Amiga traíra

Banheiro Feminino

Oi, gente! Que mulher nunca teve uma amiga traíra? Homem também. Acho que isso faz parte do ser humano. Sermos idiotas com amizades, e nos fudermos até não aguentar mais. O tema de hoje é sobre isso. Sei que o Banheiro Feminino não saiu semana passada (me cobrem, viu), mas hoje ele volta com tudo. Eu to meio away aqui do blog porque to com dor no pulso esquerdo de tanto escrever (LER), então to gravando vídeo todos os dias no Youtube (me acompanhem por lá!). Mas prometo não sumir mais, viu? Mesmo com dor.

banheiro-feminino

Conheça as participantes:

E2QU9jK-Isabela Freitas Se você tá aqui no meu blog e ainda não sabe que eu gosto do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas, tá no lugar errado. Ah, eu adoro signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. 24 anos, mora em Juiz de Fora, mas vive mesmo no mundo da Lua. Siga no twitter/Assine no Facebook/Siga no Instagram isabelaafreitas

 
 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte Podem me chamar de Carol, só pra eu me sentir mais em casa. 21 anos, virginiana, nada normal, com um coração enorme, pseudo-engenheira (que só é exata na parte da faculdade, porque na parte sentimental…), tentativa de blogueira, intensa demais, sincera demais, romântica demais, conselheira demais, individualista demais, amiga demais, sonhadora demais só que incrivelmente realista (por mais irônico que pareça), viciada em snaps, em fotos, em sorrisos, em flores, em pessoas, em palavras, mas principalmente em atitudes. Leia o blog/ Siga no twitter/Facebook/Snap: camonteforte/ Instagram: @camonteforte

 

image (1)Anna Schmidt tem 20 anos, é carioca, estudante de direito, metida a escritora (http://annaluizaschmidt.blogspot.com) nas horas vagas e Fluminense de carteirinha. Envolvida por 36 séries de TV, pelo twitter (http://twitter.com/annasschmidt_), por música de todos os tipos, livros em todas as suas formas, por filmes sci-fi e pelo Rio. Impulsiva, confusa, piadista em horas inapropriadas, frequentadora oficial da noite carioca, apaixonada por tudo e por nada e pra resumir: libriana na essência da palavra. Siga no instagram: annaluizaschmidt/ Snap: annasschmidt

 
 
 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich 25 anos. Gaúcha, contadora, pós graduanda e de quebra técnica em enfermagem com o jaleco já aposentado. Teimosa de doer e de personalidade forte, não é a toa que carrego o sangue alemão. Faço jus a ele. Amo demais o meu trabalho, livros, gatos, música rock e indie, viajar, whisky, vinho e churrasco do meu papis. Ah, e defendo o ideal da mulher independente e o completo poder de escolha sobre todos os aspectos da sua vida. Polêmica. Siga no instagram: cbredlich/ Twitter/ Leia o blogFacebook
 
 
 

julieJulie Cordeiro, odeio quando pronunciam meu nome errado. Tenho 19 anos, sou mineira, curso Administração  e quero passar a minha vida administrando minhas viagens pelo mundo. Sou apaixonada por livros, pessoas bem humoradas e dormir. Consigo me expressar melhor na escrita do que na fala. Mudo de opinião constantemente, mas não permito que isso me torne influenciável. Sou o que costumo chamar de pessoas "bagunças", ninguém me entende e muito menos eu. Siga no Twitter/ Leia o blog/ Instagram: julieecordeiro/ Facebook

 

 
125Nathália Caroline, 18 anos, carioca e amante de sorvete de pistache. Faladeira, baladeira, bagunceira e todas as "eiras" que vocês conhecerem. É super amiga da Beyonce, já foi à Lua, teve um caso com o Ryan Gosling e às vezes é um pouco sonhadora demais. É sagitariana com ascendente em áries com muito orgulho, com muito amor. Siga no snap: nathcarol/ Twitter/ Instagram: nathcaroles/ Facebook
 

 

 

large-397

1- Voce já teve uma amiga traíra? Como ela era ?

E2QU9jK-Isabela Freitas Traíra? Não. Não. Magina… Eu já tive amiga que se fazia de sonsa, fofa, owntibebexinho, e na verdade era UMA NAJA TRAVESTIDA DE SER HUMANO! Ela me alfinetava na frente de todo mundo, dava em cima de todos os meus namorados, fazia intriga no meu grupo de amigas, e no fim dava um sorriso fofinho e me abraçava como se fossémos bests. Um amor de pessoa. Indico.

 
 
 
 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte QUEM NUNCA TEVE NÃO SABE O QUE É VIVER A BEIRA DE QUEBRAR A CARA A QUALQUER MOMENTO!  Já sofri com isso mais de uma vez, mas a que mais me irritou foi quando uma individua (prometi usar menos ‘vaca’ nas minhas respostas, então vou tentar aprimorar o meu vocabulário para usar outros termos) da faculdade se fez de amiga do tipo ‘vou te apoiar’, ‘nossa pode contar comigo’, ‘ai cat’ (é, ela queria ser ‘dexxxxxcolada’ e chamava todo mundo de cat, tipo, oi ?!) . Até ai a tonta aqui nunca tinha desconfiado da cara de pau dela. Quando o meu ex affair se transferiu para a mesma faculdade que eu e ela estudamos, contei para ela, tanto a historia minha e dele quanto o fato dele estar estudando lá e o que isso impactava na minha conturbada parte emocional, e ela toda amiga, participativa, querendo saber das coisas e a idiota aqui contando. Um belo dia eu percebi que a quidam (gente, também é individuo, acabei de achar no google) estava cada vez mais assanhada pra cima dele, já que a babaca aqui havia apresentado um ao outro, mas eu tentava não entrar em parafusos para não surtar e meter a mão na cara dela. Eu e o meu ex bofe acabamos nos desentendendo e ficamos um período sem nos falar, foi ai que a criatura começou a se jogar pra cima dele mesmo, chegando ao ponto de , mesmo sabendo que estávamos brigados, falar para ele: ‘ai, cat, você ta procurando o seu amor? Ela deve estar perto da cantina, vai la com a Carolzinha, ela deve estar te esperando’ #vaca . Claro que eu só fiquei sabendo disso depois, quando voltei a falar com o bofe e soube também que ela espalhava barbaridades pela faculdade, fazia questão de contar para meio mundo com quem eu ficava ou deixava de ficar (isso porque eu nem contava mais nada pra ela, então conclui-se que boa parte das coisas ela inventava). Mas se vocês acham que para por ai… eu sou do tipo que tenta relevar, então durante uma viagem para jogos universitários, iriamos ficar na mesma barraca, até um primo que não era primo dela aparecer e ela me expulsar da barraca, AAAH MAS NÃO ACABOU AINDA, nessa mesma viagem, eu estava morta de cansaço e precisava dormir antes de ir para a festa que teria num dos dias, então pedi para a ‘cat’ #eca encomendar o meu lanche (todo mundo fazia um mega pedido toda vez que ia comer) e que quando chegasse (o que demorava uns 40min) ela fosse me acordar, claro que a bonita concordou e fez a amiga, só que ela NÃO ME ACORDOU! Acordei sozinha depois que todo mundo já estava pronto pra festa e já tinha comido, inclusive comeram o meu lanche, e a gata teve a cara de pau de falar “nossa, cat, fui te acordar, mas você não tava no quarto” SENDO QUE, desde o momento que eu acordei, ela não tinha saído do refeitório, que ficava beeeeem longe de onde eu estava dormindo.  Conclusão: EU ERA TROUXA, NÃO SOU MAIS, BJS SOCIEDADE! Além de falsa, oferecida e sem sal, ela ainda teve a capacidade de me deixar de mau humor por causa de comida. 

 

image (1)Anna Schmidt Nooossaaa, flashback alucinante pra história do meu primeiro BF, com a coisa mais preciosa que dormiu com o meu namorado, por favor! (Nesse minutinho, se a vida fosse tão legal como eu gostaria, a memória aparecia no cantinho da tela e vocês ficariam: "ca.ce.ta."). Eu já tive muitas histórias horríveis com amigas traíras, já tive um grupo de amigas no ensino fundamental que simplesmente PAROU de falar comigo. Do dia pra noite. Não sei se naquela época rolava mensagem de grupo no Oi Xuxa, ou como é que funcionava, mas de manhã, as graciosas já nem olhavam mais pra mim, tudo sem motivo, quer dizer, "tem motivo, mas a gente não lembra": foi o que ouvi quando elas resolveram reaparecer. E sabe qual é o pior? Eu aceitei todo mundo de braços abertos (como sempre faço depois que me machucam, sou MUITO trouxa com perdão). Já tive amiga traíra de todos os tipos, aquela que dá em cima do namorado pra tentar provar um ponto pra ela mesma, a que quer ser você de qualquer forma (e acaba confundindo seu namorado com o dela "Ih, não é que esse cara que eu to beijando é o seu namorado? Caramba, foi mal, amiga"), já tive amiga que roubava as minhas coisas, que tentava fazer as outras brigarem comigo, já tive amiga que me afastou porque começou a namorar, e por aí vai… Sou azarenta demais com amizades, total culpa dessa mania horrível de toda libriana de se entregar de corpo e alma pra todas as pessoas. No entanto, de cara digo pra vocês: não existe maior crescimento pessoal do que esse que você obtém depois de sofrer nas mãos de amizades ruins (principalmente quando você acreditava que essas amizades eram muito valiosas), então agradeçam às "donzelas", vocês são mais fortes hoje por causa delas! (Beijo no ombro pro pessoal do oi Xuxa no ensino fundamental). Graças a Deus, hoje em dia a minha melhor amiga é tipo a minha pessoa, sabe? Um beijo especial e babado pra você, Thata!

 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich Aham. Era linda, tinha uns peitões, coxões, bundão, tudo ÃO e de quebra uma barriga sarada. Tudo isso com 14 anos. Eu estava mais para a minhoca do MIB Homens de Preto, só que sem aquela pancinha bizarra: Alta, muito magra, pernas compridas, secas… Enfim. Amiga arrasa quarteirão venenosa, quem nunca teve uma né? Descobri depois de anos que ela mentia descaradamente na minha fuça e de quebra falava mal de mim. MIMIMI. Ingratidão eu não perdoo. Cortei ela da minha vida e tudo virou flores. Ela murchou e não deu para muita coisa.


 

julieJulie Cordeiro, Se eu ganhasse 1 real por cada amiga falsa que já passou pela minha vida eu estaria milionária. Vocês já perceberam que eu tenho uma queda pelo exagero, né? Bom, vou definir minha história com amizades: minhas "melhores amigas" sempre tinham outras melhores amigas. Mas o problema era eu porque eu  sempre acreditei em amizade verdadeira e por isso me entregava de alma e coração para os meus amigos. Claro que amizade verdadeira existe, mas não é fácil de encontrar , eu, por exemplo, demorei para achar reciprocidade em uma.

 
 

125Nathália Caroline, Até onde eu sei, nenhuma amiga minha foi traíra comigo no sentido literal da palavra. Porém, já tive algumas "amigas" que eu sabia e sentia que não eram verdadeiras comigo. Eu ia toda animada contar alguma coisa boa que tinha acontecido comigo e a pessoa, apesar de parecer feliz, deixava transparecer no olhar que estava com raiva/inveja; todo menino que eu ficava, ela ia correndo falar com ele, ser toda amiguinha e forçar intimidade; me copiava, entre outras coisas… E era triste porque quem nasceu pra ser c****, nunca vai ser pica, BEIJÃO AÍ, GATAS.   
 

 

large-396

2- Amiga que fica com ex namorado seu, que quer os mesmos homens que você, que quer te diminuir na frente das pessoas… Por que vocês acham que muita gente mantém esses elementos por perto mesmo sabendo o tipinho delas?

E2QU9jK-Isabela Freitas Eu sempre quis cortar essa garota da minha vida (e eu cortei!). Acho que o problema maior é o grupo de amigos, sabe? Os amigos relacionados. É complicado você parar de conversar com uma pessoa que eventualmente você vai ter que encontrar depois por fazer parte do mesmo círculo. Mas corte. Porque vai te fazer bem. Eu prometo.

 
 
 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte VACA, NO MINIMO! (sim, eu tinha prometido falar menos vaca, mas não da é um dos poucos xingamentos que da pra usar aqui). Primeira coisa: não entendo o que faz uma pessoa querer tanto ser a outra, caramba qual a dificuldade dela ser ela mesma? Segunda coisa: vai gostar de restos assim na casa do baralho! Tem tanto homem no mundo ai solto e ela vai querer justo os que eu também quero, serio, não da.  É um nível de falta de caráter que nem a ciência explica.  Terceira coisa: Cat (em homenagem a minha abiga), não venha querer me diminuir ou tentar me fazer passar vergonha, porque quando você ta indo buscar o fubá, eu já voltei com o bolo pronto e decorado.  Acho que a pessoa querer expor a outra ao ridículo é uma prova de que ela é insegura e se sente intimidada com você, então precisa tentar fazer com que você se sinta menor do que ela (o que normalmente é difícil, já que essas pessoas, por conta própria já são pequenas de alma). Acho que toda relação que não tem futuro e mesmo assim é mantida (tanto namoro quando amizades) é por puro comodismo, já que são relações autodestrutivas e os ‘viciados’ se apegam em algum detalhe bom, mesmo que seja o mais babaca possível, só para não se libertar. 

 

image (1)Anna Schmidt Cara, eu tinha uma amiga quando estudava na cidade dos meus pais, a "Laura", que tinha um super corpo pra idade. Coisa que nem eu, nem as outras meninas tínhamos (era aquela fase esquisita onde a gente quer usar sutiã, mas não tem absolutamente nada pra segurar) (continuo nela até hoje, por sinal). Ela sempre fazia questão de falar disso na frente dos meninos que a gente gostava. Era uma situação MUITO mala, imagina, você tá lá, paquerando no melhor estilo "ai, para" e dando tapinha no cara, dai chegava a Laura e falava que o nosso cabelo tava péssimo, que a gente tinha engordado, etc, dava vontade de chorar mesmo! Como eu mesma já alimentei muitas amizades assim, digo de antemão que é total insegurança. Eu acreditava em tudo que me era falado. Quando tentavam me diminuir, eu acabava aceitando que aquele era mesmo o meu lugar, fui escrava de amizades ruins assim por muito tempo. Coisas assim só são curadas com amizades verdadeiras. Hoje o meu grupo de melhores amigas é maravilhoso. A gente se respeita, se ama e, o principal, sempre incentiva o crescimento umas das outras. Pra gente não ser vítima de uma amizade que é muito mais bullying do que qualquer outra coisa, tem que ter o gostinho de como uma amizade verdadeira realmente funciona… Aí sim, a gente consegue se desprender das amigas sanguessugas e cultivar pessoas que realmente gostam da gente pelo que a gente é!

 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich Sadomasoquismo psicológico responde? A gente pode ser otária uma vez, que é quando se leva um tapa de realidade na cara vendo a que ponto chega a pessoa que “dizia” ser sua amiga. Continuar com estes tipos de amizade é para cair os butiás do bolso. Saio correndo de gente que sinto o olho gordo pular da orbita ocular para cima de mim. Cruz credo.


 

 

julieJulie Cordeiro, Porque elas acreditam em amizade verdadeira. Às vezes é melhor encontrar desculpas que cair na real. É difícil acreditar que apenas você gosta, confia, cuida e quer estar junto.  Ela pegou o cara que eu estava a fim, mas ela estava bêbada. Ela falou mal de mim, mas eu errei. Ela não me chamou para a festa? Meu celular estava descarregado, tenho certeza que ela tentou me ligar. Adivinhem quem já teve um encosto desse na vida? EUZINHA. Eu não desistia porque acreditava que aquele coleguismo era uma amizade. Demorou para ver que apenas eu fazia questão. Dói descobrir que não há ninguém do outro lado, que a amizade se resume a você e às suas expectativas. 

 
 

125Nathália Caroline, Cara, tem várias coisas que levam uma pessoa a aturar esse tipo de situação… por experiência própria, eu sei que é muito complicado! Tem gente que só descobre que a pessoa é assim depois de um tempo de amizade e, por não querer cortar relações com essa amiga por conta de tudo de bom que elas já passaram, acaba aceitando essa situação "você não vale nada mas eu gosto de você"; outros casos, a pessoa é praticamente obrigada a engolir a situação porque ninguém presta no ambiente que ela frequenta (esquece aquele ditado 'Antes só do que mal acompanhado'); outras vezes, porque é bom ter as INIMIGAS™ pertinho pra ver o que elas podem aprontar, e por aí vai…

 

  large-398

3- Você é daquelas que vai até o fim por uma amizade?

E2QU9jK-Isabela Freitas Eu já carreguei amiga bêbada no colo. Deu pra entender o tipo de amiga que eu sou? Pois é. Então sim, eu vou até na puta que pariu a pé por uma amizade. Eu tenho é pena de quem não valoriza isso, e prefere ser uma puta falsa vadia vaca filha de uma puta. 

 

 
 
 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte Maaaaagina, só escalei o monte Everest pra colocar uma bandeira com uma foto minha com uma amiga, isso tudo de biquíni e havaianas, só pra ver ela com um sorriso no rosto. Sou do tipo intensa demais (mas sem sufocar, pfv), gosto de fazer o possível e o impossível por uma amizade, me desdobro em mil só pra ver um sorriso na cara de um (a) amigo (a), às vezes (bem às vezes, porque tenho o dom de ser bocuda) acabo até engolindo sapos pra evitar brigas (mas deixo a perninha do sapo pra fora pra quando a amiga me irritar, bater nela com o ele).  Acho que quando você sente que a amizade é sincera, vale a pena se entregar, viver aquela relação ao máximo, mesmo que depois de um tempo você veja que aquilo não era reciproco, porque a sua consciência vai estar tranquila, tipo ‘fiz tudo que estava ao meu alcance”.

 

image (1)Anna Schmidt Cara, como eu disse antes, eu cresci tendo amizades horríveis, a minha maior lição do que é amizade verdadeira começou quando fui pros Estados Unidos e conheci a Ally (o nome dela é esse mesmo), o que a gente construiu foi bizarro! Tenho certeza que se algum dia eu caísse da cama psicopata, numa manhã qualquer, e matasse um cara, ela me ajudaria, sem dúvidas, a pensar num lugar estratégico pra esconder o corpo (péssimo exemplo, não me escutem). De lá pra cá, eu conheci a Thais (também é o nome dela), e, cara, não tenho nem palavras! Vou até o fim por todas as minhas amigas hoje em dia, mas na semana passada, quando a Thata precisou esconder um corpo, adivinha quem escolheu o lugar? Pois é! Eu sou libriana na essência, sempre me entrego de coração aberto pras pessoas, mas pelas minhas amigas, não existe nada, nada mesmo, que eu não esteja disposta a fazer! (Amo vocês). Acredito que todo mundo devesse ser assim, é bom demais saber que existe alguém aí fora que tá disposto a matar e morrer pra te ajudar e te apoiar, então procuro demonstrar o máximo possível o carinho e a admiração que eu sinto pelas meninas, gosto de pensar que alguém me considera esse tipo de "porto seguro".

 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich Se eu contasse todas as tretas que já me enfiei por amizades, você chora de rir. Ou de pena. Sou sim amiga para todas as horas e que principalmente se enfia nas piores enrascadas com “azamigas”. Mas como eu dou um beijo em cada ombro deste corpo, só vou quando sei que a pessoa faria o mesmo por mim. Amiga é amiga, fdp é fdp.


 

 

julieJulie Cordeiro, Sinceramente?Não. Eu não sou muito boa em correr atrás das pessoas. Já mendiguei muita amizade, quebrei a cara e acabei aprendendo com os tapas da vida. Quer minha amizade? Eu dou de todo meu coração. Não quer? Tudo bem, seguirei minha vida normalmente. Mas eu tomo atitudes para não precisar correr atrás, me esforço para o fim não chegar nem perto. Se o amigo fez algo que não gostei eu tento resolver na hora para não desgastar a relação. É meio " Que merda é essa que você fez? Não é assim que a banda toca, meu amor. Vamos conversar." Porém quando percebo que não tem salvação ai é TCHAU E BENÇA. 

 
 

125Nathália Caroline, Sim, 1000x sim! Pra mim, amizade é uma das coisas mais valiosas que existem, quando é verdadeira, então… É muito bom saber que tem gente ali, torcendo por ti, que quer teu bem, que tá com você pro que der e vier, enfim, é gostoso demais ter amigos sinceros ao seu redor. E no mundo maluco de hoje, é raro ter esse tipo de relação, né? Pena que muita gente por aí, não valoriza isso. Só que eu valorizo (e muito!!) e, por conta disso, eu defendo, compro briga, viro a noite dando conselho, sou sincera e faço o que tiver ao meu alcance pra ser uma boa amiga. Aliás, beijos, G4ST4D0R3S, love u all!

 

large-399

4- E a amiga que sempre quer caras comprometidos. Você confiaria nela mesmo sabendo disso?

E2QU9jK-Isabela Freitas Cara, minha amiga faz o que quiser se ela é solteira! O errado dessa situação é o cara comprometido. Então sim, eu confiaria nela. Mas se ela fosse do tipo que SO se interessa por caras comprometidos, confesso que teria um pé atrás, porque aí já é filhadaputagem, né?

 
 
 
 
 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte Ai vai à sua própria avaliação sobre a amizade. Claro que só pelo fato da amiga gostar de ser ‘a outra’ já dá pra desconfiar da conduta dela, mas se ela é realmente sua amiga, tipo de longos anos, dá pra dar um voto de confiança (confiar desconfiando sempre, afinal não coloco a mão no fogo nem por mim, quanto mais pelos outros), mas se a amiga é recente e já soltou comentários do tipo ‘nossa, se ele fosse solteiro eu pegava’ ‘ai amiga, divide ele comigo’ e fica toda aberta perto dele, pode colocar um alarme antifurto porque tem uma ladra por perto (me desculpem o trocadilho ruim).

 
 

image (1)Anna Schmidt Acho que a base de uma amizade não é ligada ao que a pessoa gosta ou desgosta, eu tenho amigas mais "danadinhas", assim como tenho amigas que namoram há anos e são muito centradas e isso nunca influenciou na confiança que eu sinto por uma ou outra. O que importa mesmo é o respeito, eu tive uma amiga na quinta série que tinha essa mania de sempre se interessar por caras que ela sabia que ia precisar se desdobrar pra ter (caras mais velhos, caras com namoradas, caras que nem olhavam pra ela), mas os que namoravam meninas mais velhas eram os favoritos dela. Ela nunca fez nada pra mim, nunca mesmo. Sempre respeitou os meus namorados e inclusive sempre me falava que não tinha que ser amiga deles, que a amiga dela era a namorada, não o cara. Então eu confiaria sim, desde que a pessoa fosse sempre muito respeitosa comigo! Se a garota é piriguete e quer ser piriguete com o meu namorado, aí, meu bem, são outros quinhentos… Os quinhentos onde apanha ela, o meu digníssimo namorado e de brinde, quem estiver junto! (Não, brincadeira total…! Só ela mesmo).

 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich Vou polemizar agora: Quem tem que dizer “não, muito obrigado” em uma situação dessas é a pessoa C O M P R O M E T I D A. A paqueradora tem que aceitar o nãozinho que recebeu e voltar para a toquinha. Entendeu? Tem tantas pessoas que mentalizam o relacionamento ideal só se ela tiver aquela sarninha para se coçar do outro já estar namorando. Sim, a vida tem destas coisas e deve ser genética, trauma de infância ou qualquer outro motivo que não vem ao caso. O que vem ao caso é que eu tenho uma amiga, a melhor pessoa deste mundo que eu poderia ter conhecido e sinto falta pacas dela (não mora na mesma city) e ela ficava de vez em quando com caras que tinham namoradas. Uma vez duvidei das ações dela e depois descobri que era tudo mentira, me martirizo até hoje por isso pq eu já tinha anos de prova de amizade leal. Então sim, confiaria e confio tranquilamente. Quando você conhece a história da pessoa, é realmente próxima, sabe o que se passa no coração e na cabeça da individua, isto de forma alguma interferiria na minha amizade. E se a guria em questão não for minha “amiga” eu não tenho que confiar ou não nela. Eu tenho é que confiar no meu companheiro, a guria faz o que bem entender da vida. Não me deve explicação.

 

julieJulie Cordeiro, Cada um sabe o que faz da vida, né? Eu não vou acabar uma amizade porque a minha amiga pegou um cara comprometido, mas se ela quiser sempre pegar caras comprometidos aí a história muda. Se tá pegando os das outros por que não pegaria o meu? Confiaria desconfiando. Sou adepta àquela filosofia "Não faça  aos outros o que você não quer que seja feito a você". Tem tanto cara no mundo e você vai querer justo o canalha que tem namorada e traí? 

 
 
 

125Nathália Caroline, Em algum momento da vida, todas as mulheres vão pegar, pelo menos, um cara comprometido, estando ou não conscientes disso. É normal… Agora, uma pessoa que SÓ quer caras comprometidos, cara, eu jamais confiaria numa pessoa assim. Um dia, ela tá pegando o namorado da sua inimiga, tá muito maneiro, uhul, choooora recalcada, só vai, amiga!! Mas no outro dia, ela pode muito bem estar dando mole pro seu namorado e aí a situação não é tão legal assim, né? Eu já sou muito desconfiada dos outros, se eu vejo que uma pessoa é assim, prefiro nem me relacionar.  

 
large-400

5- Tem alguma história do assunto que queira contar? Ou uma conclusão final pra deixar…

E2QU9jK-Isabela Freitas Não vou contar história porque essa amiga traíra deve estar lendo isso aqui agora, e eu não gosto de dar moral pra vaca. Beijos lindinhaaaaaaaaaa. Mas vou deixar um recado: por favor, não aceitem que ninguém diminua vocês. Não aceitem amizades pela metade, onde a única parte que se esforça é você. Não carreguem peso no coração por medo de mudar, por medo de perder amizades, ou algo do tipo. Amigo que é desse jeito não é amigo. É um "morcego sugador de felicidade". Como eu disse no meu livro. Eles só querem ficar ali por perto para sugar cada pedacinho seu… Até te enfraquecer. Por isso você precisa ser forte e deixar essa amiga onde ela merece estar: no pasto.

 
 

Processed with VSCOcam with m3 presetCaroline Monteforte Meninas, se a ‘amiga’ é traíra, ELA NUNCA FOI SUA AMIGA, ENTÃO SUPEREM! Sei que todo desapego é difícil, mas a partir do momento que uma coisa deixa de te agregar valor, é totalmente plausível vocês largarem mão. Toda quebrada de cara acarreta em traumas, principalmente quando vem de uma pessoa que você julgava ser sua amiga, até mesmo sua MELHOR amiga, que sabia da maioria dos seus segredos e até mesmo frequentava a sua casa. Ninguém pode julgar o modo que vocês lidam com esse trauma, umas deixam de confiar nas pessoas, outras se revoltam com o mundo, mas acho que é valido sempre dar uma segunda chance (normalmente não pra mesma pessoa), se dar uma segunda chance de se entregar, se envolver com outras pessoas, mas SEMPRE mantendo os pés no chão, afinal você já tem histórico de quebrada de cara, mas lembre-se que se fechar para o mundo te priva de viver coisas maravilhosas e conhecer pessoas incríveis, que podem, muito bem, fazer com que você esqueça-se das pessoas que te fizeram algum mal.

 

image (1)Anna Schmidt Cara, quando eu tinha uns 14/15 anos, eu conheci o "Gabriel". O Gabriel era um sonho. Cabelo castanho claro, olho verde, tocava violão, era tricolor (gente, ser tricolor pra mim é a cereja do bolo), mas ele gostava de outra menina. Na época, eu também era apaixonadinha por um cara da escola, mas o Gabriel era uma graça e o interesse tava vivo a ponto de poder me cutucar! Nessa mesma época, eu andava muito com três meninas, uma delas era a "Bianca". A Bianca sempre falava que o Gabriel não queria nada comigo. Sempre me desencorajava. "Ah amiga, você só não é o tipo dele!", isso sempre me colocava MUITO pra baixo! Na minha cabecinha, o Gabriel era perfeito pra me ajudar a superar o bobão da escola. Com o tempo, acabei passando a ignorar o Gabri, por raiva mesmo! A Bianca vivia falando que ele falava horrores de mim, imagina se eu vou dar confiança pra um babaca assim? Até o dia que a gente foi pra uma social na casa de um amigo. O Gabriel bebeu, eu bebi (duas ices e já tava chamando a minha deusa interior de Afrodite). Ele veio. Todo lindo. Sentou do meu lado na grama e a gente começou a conversar. Papo vai, papo vem, ficamos! A noite toda (até uma e meia da manhã, horário oficial da dona Schmidt). Depois de um tempo, descobri que a Bianca falava pro Gabriel as mesmas coisas que falava pra mim, e no final, pra ficar perfeito, a justificativa foi: "não acho que vocês combinem". Ficamos juntos por meses e somos melhores amigos até hoje, só por mencionar, mesmo! Moral da história: CUIDADO com essas "amigas" que no fundo vocês sabem que não valem nada. Não se entreguem de cara. Construam uma ponte de sinceridade pra conseguir chegar até a confiança! Sempre vai ter aquela menina que "te adora" tanto a ponto de querer roubar o controle da sua vida das suas próprias mãos! Falem pra ela a mesma coisa que eu falei pra Bianca quando ela tentou voltar a falar comigo (uma frase que eu aprendi com a fofa da vovó): "amizade boa é aquela que empurra pra frente, quem empurra pra trás é mula, não que você esteja 100% fora da categoria". Acho que foi até elegante pro que eu realmente gostaria de ter dito naquele momento.

 
Processed with VSCOcam with g3 presetCaroline Redlich Eu penso da seguinte forma: de chata, ranzinza, fdp, egoísta e todos os adjetivos negativos na minha vida já basta EU. Dispenso gente igual porque eu não aguento, mas eu sou legal, juro. Tudo aquilo ali que escrevi eu sou só comigo mesma :D

 

 

 

julieJulie Cordeiro, Uma queridinha aí era minha amiga desde que eu me entendia por gente. Eu olhava para ela e pensava que seríamos melhores amigas da  vida, ela que iria me ajudar em todas as dificuldades, seria minha vizinha e nossos filhos amigos. Eu falava que ela era minha melhor amiga, e ela? Sempre me deixava de lado. Um dia fomos a um show e ela decidiu procurar uma amiga nova que conheceu na escola. Até aí tudo bem, né? Achamos essa menina e começou a tocar uma música sobre amizade  e a letra era "Foi Deus quem te escolheu pra ser o melhor amigo que pudesse ter". O que a querida fez?????ABRAÇOU A NOVA MELHOR AMIGA DELA. GENTE, EU VIVIA COM A MENINA DESDE QUE ME ENTENDO POR GENTE E ELA VAI ABRAÇAR ESSAZINHA QUE  CONHECEU ONTEM? SÓ PODE SER UMA PEGADINHA. Eu fiquei lá vendo aquela cena e pensando será que é real? Deve ser um pesadelo. Ah, e no mesmo show ela ficou com um menino que estava apaixonada. Olhem a vida como ela é maravilhosa!!! Como é lindo a amizade, né!!! Me afastei dessa "amiga" e foi uma das melhores coisas que fiz na minha vida. Hoje tenho amizades que levarei para a vida inteira(beijos, Aline) e ela é cercada por "amigas verdadeiras" . A vida se vinga por nós. Fico triste porque ela perdeu uma grande amiga, mas fico muito feliz porque me livrei de um exu.

 
 

125Nathália Caroline, Minha turma sempre foi muito animada (lê-se pior turma da escola) e com muita gente festeira, então, churrasco com comida e bebida regados é de lei. No último churrasco do 2º ano, tava geral animado UH UH É TERCEIRÃO, querendo curtir, encher a cara, dançar e, claro, dar umas beijocas. Tava aquele clima de churras, cheirinho de picanha no ar, funk e pagode rolando, galera rindo, criando expectativas pro 3º ano, e cerveja vai, caipirinha vem, as pessoas começaram a ficar bêbadas. Naquela época, eu não gostava de uma menina, e ela me detestava também e pra piorar, nós fazíamos teatro juntas. Como diz o ditado, álcool entra e verdades saem, e pra piorar a situação, o menino que ela queria pegar, queria ficar comigo. Resultado: ela bêbada, sentada, me aplaudindo e falando bem alto "Parabéns, Nath Carol, você consegue quem quiser aqui", eu sentei e falei "Brenda, eu não gosto muito de você mas vamos conversar" e como eu também estava mal, eu não lembro o que eu falei pra ela naquele dia, mas lembro que achavam que iria dar briga. Só sei que depois de algumas rixas e conversas bêbadas, nós vimos que somos muito parecidas e hoje em dia a gente se adora! Beijão, Brenda!!

 

Gostaram do tema? Vamos fofocar nos comentários! Contem suas histórias em relação ao tema… Haha

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Você perdeu a menina da sua vida.

Contos e Crônicas

large-29

Você perdeu a menina que viajaria de ônibus pra te encontrar em um bairro que ela nunca ouviu falar, que depositaria todas as fichas só pra que esse amor que ela sentia por você desse certo. Uma menina que se molharia na chuva só pra te dar um pouco mais de espaço debaixo do guarda-chuva, que estaria disposta a te acalmar em um abraço, a cuidar de você como sempre quis ser cuidada. Uma menina que, outro dia, depois de mais um engano, disse que definitivamente daria um tempo pro amor, e então te encontrou e a promessa não fez mais sentido. Ela iria lembrar o dia do teu aniversário e iria colocar nos lembretes importantes do celular só pra não esquecer de te preparar uma surpresa. A menina que, ao se despedir de você, passaria um tempo pedindo pra que você chegasse em casa bem e só dormiria tranquila ao ouvir a tua voz dizendo: Já cheguei amor.

Você perdeu a menina que te passaria protetor solar – com as mãos mais macias que você já sentiu – quando vocês estivessem em uma daquelas viagem pro litoral -, e nem se importaria com os saradões de sunga branca que estivessem passando por ali. Você perdeu a menina que levaria remédio na bolsa porque antes de sair de casa você deduziu que talvez fosse ficar gripado. Você perdeu a menina que nunca teve medo de cortar o cabelo, nunca teve receio de mergulhar de corpo inteiro, que trocaria o vinho francês por uma cerveja, que sussurraria em teus ouvidos no silêncio do quarto, vestiria a sua cueca com cor de mostarda e sairia andando pela pra te provocar, e vestiria a sua regata como roupa de dormir. Ela iria topar acampar com você, tomar banho no rio, iria te deixar tranquilo e te ensinaria a não ligar tanto pro que os outros pensam. Ela iria te encorajar a finalmente ir na montanha russa, a provar pimenta no almoço e te ensinar a jogar baralho levantando só a sobrancelha direita. Mais do que sua parceria, ela seria sua companhia, seu conforto nos dias difíceis e sua morada. Você perdeu a menina que nunca escondeu os seus defeitos, que te daria dicas de moda e que, finalmente, falaria na tua cara que bermuda cargo e camisa polo listrada não combinam.

Você perdeu a menina que iria sorrir de você, com você e pra você. E mesmo que as coisas não dessem certo, ela estaria com você no final do dia. Talvez, o seu medo foi perceber que ela não faria tudo por você, que não viveria só pra você e nem atenderia todos os seus caprichos, porque no final das contas, ela não estaria sendo ela e quando percebesse a tamanha burrice que é viver a vida do outro e esquecer da própria vida, ela deixaria de te completar, porque tudo o que ela pretendia, na verdade, era somar. Ela iria te enxergar lentamente enquanto todas as outras pessoas que enxergariam rápido demais. Ela encostaria o seu mundo ao teu, esqueceria CD's, brincos, pulseiras e sandálias na sua casa só pra depois ter motivos pra voltar, dançaria com a tua tia na festa de aniversário do teu sobrinho de 4 anos. Ela te beijaria a testa com ternura, te roubaria vários beijos, você estando acordado ou dormindo. Ela te faria cafuné mesmo sabendo que você odeia que bagunce o seu cabelo, apertaria as suas bochechas e a sua bunda de vez em quanto só pra ver você olhar com uma cara abusada pra ela. Ela seria o teu melhor sorriso ao acordar pra um café da manhã com pão francês, iogurte e cereais. Ela iria ameaçar chutar o teu saco quando você falasse bobagem e iria rir da cara de dor que você faz mesmo sem tê-la sentido. Ela iria te olhar de todos os ângulos, aceitar os teus defeitos internos e os físicos também. Ela iria sustentar o mundo com um só sorriso, te faria esquecer os problemas com um só olhar, nem que fosse enquanto estivesse ao lado dela.

Você perdeu a menina que iria se despojar no teu sofá, que te doaria o colo, te olharia com tamanha doçura, deixaria a escova de dentes ao lado da tua e quando você menos esperasse, iria te surpreender no almoço do sábado com um receita que aprendeu no Youtube. Você perdeu a menina que te faria perceber o quanto teu mundo mudou pra melhor desde que ela resolveu entrar. Você perdeu a menina da sua vida.

Tenho 22 anos, apaixonado por cafés, seriados e filmes de romance, mas amo cervejas e novelas se houver um bom motivo pra isso. Dramático, intenso e extremamente intuitivo. Leio horóscopo, sorrisos e corações partidos. Escrevo sobre casos, por acasos e acasos do amor, sobre boas lembranças e péssimas escolhas no:

#VEDA 9 – Tag: 100 perguntas que ninguém pergunta

Vídeos

Oi, gente! Tudo bom? Hoje resolvi responder a tag que vi no blog da Nina Secrets, e ela se chama ''100 perguntas que ninguém pergunta''. São perguntas bem diferentes, e esquisitas. Hahaha. Por isso eu gostei tanto! Espero que vocês se divirtam :)

 

Perguntas:

1: Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada?

2: Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis?

3: Você dorme com seu edredom dobrado pra dentro ou pra fora?

4: Você já roubou uma placa de rua?

5: Você gosta de usar post-it?

6: Você corta cupons, mas depois nunca usa?

7: Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas?

8: Você tem sardas?

9: Você sempre sorri para fotos?

10: Qual é a sua maior neura?

11: Você já contou seus passos enquanto você andava?

12: Você já fez xixi na floresta?

13: E quanto fazer coco na floresta?

14: Você dança, mesmo se não tiver música?

15: Você mastiga suas canetas e lápis?

16: Com quantas pessoas você já dormiu essa semana?

17: Qual é o tamanho da sua cama?

18: Qual é a música da semana?

19: O que você acha de homens que usam rosa?

20: Você ainda assiste desenhos animados?

21: Qual é o filme que você menos gosta?

22: Onde você enterraria um tesouro escondido, se você teve algum?

23: O que você bebe com o jantar?

24: No que você mergulha um nugget de frango?

25: Qual é a sua comida favorita?

26: Quais filmes você poderia assistir várias vezes e continuar amando?

27: Última pessoa que você beijou/beijou você?

28: Alguma vez você já foi escoteiro(a)?

29: Você posararia nua em uma revista?

30: Quando foi a última vez que você escreveu uma carta para alguém no papel?

31: Você pode trocar o óleo de um carro?

32: Já obteve uma multa?

33: Alguma vez ficou sem gasolina?

34: Tipo favorito de sanduíche?

35: A melhor coisa para comer no café da manhã?

36: Qual é a sua hora de dormir?

37: Você é preguiçoso?

38: Quando você era criança, o que você vestia para o Dia das Bruxas?

39: Qual é o seu signo astrológico chinês?

40: Quantos idiomas você fala?

41: Você tem alguma assinatura de revista?

42: Quais são melhores, Lego ou Logs Lincoln?

43: Você é teimoso(a)?

44: Quem é melhor … Faustão ou Silvio Santos?

45: Já assistiu alguma novela?

46: Você tem medo de altura?

47: Você canta no carro?

48: Você canta no chuveiro?

49: Você dança no carro?

50: Alguma vez usou uma arma?

51: A última vez que você teve um retrato tirado por um fotógrafo?

52: Você acha que os musicais são legais?

53: Natal é estressante?

54: Nunca comeu um Pierogi?

55: Tipo favorito de torta?

56: O que você queria ser quando era criança?

57: Você acredita em fantasmas?

58: Já teve um sentimento de Deja-vu?

59: Toma uma vitamina diária?

60: Usa chinelos?

61: Usa um roupão de banho?

62: O que você usa para a cama?

63: Primeiro show?

64: Wal-Mart, Target e Kmart?

65: Nike ou Adidas?

66: Cheetos ou Fritos?

67: Os amendoins ou sementes de girassol?

68: Já ouviu falar do grupo de Tres Bien?

69: Já teve aulas de dança?

70: Existe uma profissão que você imagine fazer no seu futuro?

71: Você consegue enrolar sua língua?

72: Já ganhou um concurso de soletração?

73: Você já chorou porque você estava feliz?

74: Possui algum disco de vinil?

75: E uma vitrola?

76: Você utiliza incenso regularmente?

77: Já se apaixonou?

78: Quem você gostaria de ver em um show?

79: Qual foi o último show que você viu?

80: chá quente ou chá frio?

81: Chá ou café?

82: Açúcar ou adoçante?

83: Você sabe nadar bem?

84: Você consegue prender a respiração sem segurar seu nariz?

85: Você é paciente?

86: DJ ou banda, em um casamento?

87: Já ganhou um concurso?

88: Já fez alguma cirurgia plástica?

89: Quais são as melhores azeitonas, pretas ou verdes?

90: Você faz tricô ou crochê?

91: O melhor lugar para uma lareira?

92: Você já viajou pra fora do seu país?

93: Que lugares pretende conhecer?

94: Qual era a sua matéria preferida no Ensino Médio?

95: Você esperneia até conseguir as coisas do seu jeito?

96: Você tem filhos?

97: Você quer ter filhos?

98: Qual é sua cor favorita?

99: Você sente falta de alguma coisa da sua infância?

100: Você inventa..

Não se esqueçam de curtir o vídeo, e se inscrever no canal :) 

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?