Conte sua História: Insegura com o corpo

Conte Sua História

 

large-346

Oi Isa! Antes de tudo quero dizer que sou uma grande fã sua, sempre acompanhei seu blog e agora comprei seu livro ontem e já li, me apaixonei e quero o segundo viu? Bom, como eu me identifiquei muito com o livro, pois a maioria dos meus "relacionamentos" não dão certo, até acho que tem algo de errado comigo, e esse "algo de errado" costumo culpar meu corpo, sabe, tenho 16 anos, as meninas da minha idade todas têm corpos bonitos e eu sou magra, tipo, não tenho pernão, bundão e etc. Sei que pode ser loucura da minha cabeça, mas não me sinto bem quando amigos começam a falar das meninas que tem um corpo bonito, e olha, eu já fiz de tudo pra engordar e não consigo. É normal meus amigos falarem "você tem um rosto lindo" "seu cabelo é maravilhoso" e falar os defeitos do meu corpo… Quando eu fico com um menino (apesar de sonhar que ele pode ser finalmente o certo) não me apaixono, pois sei que ele não vai querer mais nada comigo e quando eu vejo ele com uma menina com um corpo mais bonito, percebo o que deu errado, e isso minhas amigas sempre falam, que eu nunca me apaixonei, enquanto elas já.. e muito. Por isso que queria algum conselho seu, que você tem os melhores. Te admiro bastante Isa, tudo de bom na sua vida! Beijos, J.L

Oi, J.L, tudo bom? Nós mulheres temos essa mania. De nunca nos acharmos bonitas o suficiente. Sabe, posso te contar um segredo? Todas nós temos inseguranças. Essas meninas que você diz que tem corpo bonito, também tem as inseguranças delas… O peito pode ser um maior que o outro, a perna cabeluda, ou o dedo do pé feio. Mas as inseguranças estão sempre presentes. Eu quando era mais nova tinha as inseguranças mais sem noção possíveis: tinha vergonha das pintas do meu corpo. Quem tem vergonha das pintas do corpo? Pois é, eu. Eu ia pra piscina e não queria colocar biquini porque todo mundo ia ver as pintinhas do meu corpo. Só que um dia eu notei que ninguém dava a mínima pra isso, só eu. E deixei isso pra lá (ainda bem, pois sou igual uma onça pintada hehehe só nasce mais pinta a cada dia!). Eu acho que assim, se você tem vontade de engordar, por que não entra em uma academia? Engordar não é simplesmente comer pizza todo dia, pois existem pessoas que realmente tem a genética de não conseguir nem assim. Mas sim engordar de forma saudável, praticando exercícios, e tomando alguns suplementos de academia que vão te ajudar a engordar. 

Nossas inseguranças físicas tem remédio, não duvide disso. Basta você ter força de vontade, e correr atrás. Já as inseguranças que você guarda dentro de si, é hora de afastá-las. Tenho certeza que você é uma menina linda, que sim chama a atenção dos meninos, e que pode até causar a admiração de outras meninas. Mas você precisa de mais confiança. O que falta é a confiança, é você se olhar no espelho e gostar daquilo que vê. Isso faz toda a diferença. 

Promete pra mim que vai tentar mudar aquilo que te incomoda, e vai se olhar no espelho se amando? Uma pessoa que se ama reluz dentre as outras. Esse pode ser o motivo de você não ter dado certo com ninguém até hoje. Afinal, de inseguranças bastam as nossas. Ninguém quer alguém inseguro ao seu lado.

Se ame. Seja segura de si. Você não precisa lutar contra o espelho. Vai por mim!

Qual o seu conselho para  J.L? Vamos ajudá-la nos comentários!

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Conte sua História: Traída pela amiga

Conte Sua História

large-22

Oi Bela, tudo bem? Então, acompanho você a um tempo e sempre vejo seus conselhos incríveis e achei que era uma boa vir te pedir uma ajudinha! Meu nome é L. e eu tenho só 15 anos, mas mesmo assim já sofri com a pior coisa de um relacionamento, traição. Seguinte, sou uma pessoa muito timida e isso sempre me impediu muito com os caras. E para piorar eu tenho uma "amiga" totalmente diferente de mim… Algumas vezes que contei para ela sobre alguns caras que eu achava que eu teria chance, quando ia rolar ela dava em cima do cara e tudo mais, mas nada que fizesse a gente brigar, porque no final eu achava que a culpa era minha e do meu jeito. Até que a gente saiu e encontramos um cara que eu sempre fui afim sabe? E ela não perdeu a oportunidade de dançar na frente dele, e se jogar em cima.. E 'menino' não deixa passar né, ele chegou nela, mas eu pedi que ela não ficasse se não eu ia ficar muito chateada e tudo mais… E Bela, decepção graças a Deus não mata, porque foi só eu sair de perto que eles ficaram! Depois ela ficou me pedindo desculpa e eu agi como se estivesse tudo bem, mas juro que por dentro eu me sentia uma idiota, tinha vontade de sentar e chorar muito, muito mesmo! Quando a gente se separou eu fiz questão de nem responder ela mais, e ai que ela se tocou né? Ela não para de mandar mensagem pedindo desculpas e falando que ela não queria fazer isso e que ela não quer me perder e tudo mais! Eu conversei com muitos amigos e todos falaram pra dar um gelo nela, afinal eu pedi pra que ela não fizesse isso, e já não era a primeira vez.. Mas eu já não sei mais o que fazer, e eu queria muito saber de você.. Se puder me ajudar, seria muitoo grata! Obrigada des de já, amo seu trabalho.

Oi, L, posso te dar um conselho rápido e fácil? Essa sua amiga, não é sua amiga. Você não tem que dar um gelinho, ou ficar ''de mal'' por um tempo. Muito menos tentar conversar com ela, e expôr todos os motivos que a fizeram uma péssima amiga, e pedir para que ela mude. Você já teve provas suficientes de que ela: 1) tem inveja de você, já que 2) ela quer ficar com todos os caras que você fala que tá afim 3) e ela faz de tudo pra você se sentir por baixo e inferior a ela. Sinceramente? Você não precisa de uma pessoa desse tipo ao seu lado. Você tem apenas 15 aninhos, e toda uma vida pela frente. Pessoas incríveis irão aparecer, pessoas que irão fazer de tudo para tirar um sorriso do seu rosto. Amigas que vão odiar a mesma pessoa que você, e ter ciúme quando você se apaixonar por um cara. Todo o resto vai parecer pequeno diante de uma amizade verdadeira. 

Vai na minha, ela não é e nunca vai ser sua amiga. Se afasta, mas para sempre. De uma vez por todas. Deixe ela viver a vidinha dela pra lá… E se ela vier atrás, diga que você não tem raiva, mas que acha que a amizade de vocês não tem mais espaço na sua vida. 

Você não precisa manter pessoas que não te acrescentam em nada ao seu lado. Pra que? Por medo de mudar? Medo do que as pessoas vão dizer? Medo de ficar sozinha? Não tenha. Seja sincera com seus sentimentos.

Seu coração vai ficar mais leve. Tenho certeza. Bola pra frente, como você disse, decepção não mata. Você vai continuar vivendo!

Qual conselho vocês dariam pra L? Vamos ajudá-la nos comentários!

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Vlog: Comprinhas de maquiagem

Maquiagem, Vídeos

Oi, gente! Fiz um vlog falando das comprinhas de maquiagem que fiz nos últimos tempos, e resolvi compartilhar com vocês. Só tem dica boa! Vem assistir :)

Dê seu like no vídeo, e se inscreva no canal!

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Conte sua História: Namoro alguém muito mais velho

Conte Sua História

large-345

Oi Isa, meu nome é B. R, e se algum dia você resolver publicar essa história no seu blog, peço que não divulgue o meu nome. Tenho 16 anos e daqui a um mês faço 17, namoro uma pessoa 28 anos mais velha que eu, estamos juntos a 9 meses e somos muito apaixonados um pelo outro. Porém existe um problema: o preconceito da minha família. Minha mãe é muito antiquada, geralmente em shoppings, restaurantes, fico bastante incomodada com os olhares das pessoas quando estamos juntos. Sabe, sempre acreditei na seguinte frase: "O amor não tem idade", tenho um companheiro e parceiro que me apoia em tudo, e vejo nele o tal "príncipe encantado" que nós garotas idealizamos quando somos crianças. Ele quer construir família, casar, e todos esses passos… Mas estou muito dividida, não sei como contar isso pra minha mãe. Meu maior medo é que ela não aceite a ideia, não goste dele e me proíba de namorá-lo. Tá cada vez mais difícil "esconder" o namoro dela, não sei o que fazer! Espero que algum dia vc possa me responder e me ajudar com algum conselho. De sua fã, com muito carinho. Beijos. 

Oi B.F., tá boa? Que história de arrancar o coração, hein? Pelos meus cálculos ele tem 45 anos, e realmente essa  diferença pode assustar muitas pessoas. Eu concordo que o amor não tem idade, e realmente acho que não tenha. Se ele é uma pessoa que te trata bem, te faz bem, e que você se imagina vivendo ao lado, então realmente é amor de verdade. O único problema que eu vejo é que você é muito nova ainda para pensar em casamento. E seus estudos? Sua vida profissional? Sua dita indenpendência? Você não deve abandonar isso para se casar com ele, entende? Essa é a minha opinião, claro. Não é uma verdade absoluta.

O amor pode vir cedo demais. Mas ele não pode te fazer pulas fases da vida. Você precisa viver tudo. Colégio, faculdade, amigas falsas, bebedeira com os amigos, tudo. Se esse relacionamento de vocês não te impedir dessas coisas, acho que ele pode dar certo. Porém veja bem, ele já tem 45 anos, e é meio que óbvia a urgência de ter alguém para desfrutar a vida ao seu lado, resumindo, ele quer casar logo. Não quer perder mais tempo, e eu entendo o lado dele. Mas também entederia caso sua mãe barrasse esse casamento e disesse que você ainda está muito nova. Porque você de fato, está. 

Não tem idade pro amor, isso é um fato inconstestável. Mas os anos devem se passar para que sejamos maduras. Entende?

Você acha que já tem maturidade para ser uma mãe, uma esposa, uma mulher? Se sim. Vai fundo. Chame seus pais, converse com eles. Porque as pessoas que estão ao nosso redor conhecem mais sobre nós, do que nós mesmos. Então se você for essa mulher, sua mãe saberá, e só lhe restará concordar com sua decisão. 

Mas não se anule. Relacionamento não é tudo na vida. Você precisa ter a sua vida independente do amor que existe entre vocês dois. Não deixe de estudar, trabalhar, malhar, sair com as amigas. Me promete isso? 

Qual o seu conselho para a B.F? Vamos ajudá-la nos comentários!
 

Isabela Freitas

Isabela Freitas é escritora, blogueira, e exagerada. Louca por histórias de amor, desenhos animados, e bichinhos de rua. Prega o desapego às coisas que não lhe fazem bem, e acredita que o otimismo e palavras bonitas podem mudar vidas. E aí, pronto para mudar a sua?

Erre no amor

Contos e Crônicas

large-343

Se tem um conselho que eu posso te dar, esse conselho é… Faça tudo errado. Experimente se apaixonar por quem não te quer, pelo cara que ama a sua melhor amiga ou que sua amiga é loucamente apaixonada. Namore escondido, seja traída, traia. Viva um tempo solteira, saia com suas amigas um dia apenas para dançar, outro para sair beijando. Um dia deixe ser julgada, no outro não se importe com nada. Viva com instintos, morra dentro do quarto com medo de sair de casa. Chore pelas decepções, faça uma playlist das músicas deprimentes e force ainda mais o seu choro. Tenha um porre de cada tipo de bebida. Erga-se mais forte. Jure para você mesmo que não se apaixonará por aquele tipo de cara. Fique com um cara que não tenha nada a ver com o seu estilo. Termine um namoro com uma grande briga. Jogue a aliança na parede. Apaixone-se novamente por aquele tipo de cara que você jurou não se apaixonar. Termine e escute a sua amiga dizendo que te avisou. Grite com todos, namore alguém que as pessoas sejam contra. Planeje o seu casamento com o seu primeiro amor. Prometa a ele que se casarão em frente a Torre Eiffel. Acabe com essa ilusão. Retome essa vontade anos depois com a pessoa certa. Vá ao cinema apenas para beijar. Vá no outro dia para fazer sacanagens. Provoque. Deixe-se ser provocada. Minta um dia. Acredite na mentira no outro. Faça amor no primeiro encontro se tiver vontade. Tenha um namoro que não passe de beijos sem sentido. Falem a mesma coisa ao mesmo tempo. Xingue. Dê um tapa na cara. Repita todos os passos que mais a fizeram bem. Prometa a si mesma que nunca mais namorará e que seu foco agora é o profissional. Passe dois meses, deixe o seu coração falar novamente e se apaixone. Erre, mas erre muito. Não tenha medo de se arriscar e fazer o que sente vontade. É necessário passar por todas as fases e aproveitar cada uma delas, seja boa ou ruim – entender o que o universo quer te ensinar. Enxergar dessa maneira é um jeito de confortar sempre o seu coração. Fazer tudo errado com as pessoas passageiras, para fazer certo com a pessoa que realmente te conquistará. O coração precisa ser preparado para o amor. Prepare o seu.

22 anos. Curitibano. Sou um beatlemaníaco declarado, toco violão e piano, mas quero aprender a tocar o coração das pessoas. Sou um ator que ama escrever e falar sobre comportamento, um mundo melhor e sentimentos, principalmente, o amor. Você pode me acompanhar no Instagram/Twitter: @thiagobanik e no meu blog Esperando no Ponto: